14 de setembro de 2013
por Esmael Morais
36 Comentários

à‰s brasileiro de verdade? Apoie Dilma, desista de viagem aos EUA

do Brasil 247

Orientada por um novo conselho político, do qual fazem parte Rui Falcão, presidente do PT, e o ex-ministro Franklin Martins, a presidente Dilma Rousseff deve cancelar a reunião de cúpula entre Brasil e Estados Unidos, que está agendada para outubro; para o governo, explicações prestadas pelo presidente Barack Obama ainda não foram satisfatórias; escândalo de espionagem foi denunciado por Edward Snowden, ex-agente americano, que obteve asilo na Rússia; e você, brasileiro, por que não se solidariza ao país e cancela sua viagem à  terra do Tio Sam?

Orientada por um novo conselho político, do qual fazem parte Rui Falcão, presidente do PT, e o ex-ministro Franklin Martins, a presidente Dilma Rousseff deve cancelar a reunião de cúpula entre Brasil e Estados Unidos, que está agendada para outubro; para o governo, explicações prestadas pelo presidente Barack Obama ainda não foram satisfatórias; escândalo de espionagem foi denunciado por Edward Snowden, ex-agente americano, que obteve asilo na Rússia; e você, brasileiro, por que não se solidariza ao país e cancela sua viagem à  terra do Tio Sam?

A presidente Dilma Rousseff deve cancelar o encontro de cúpula entre Brasil e Estados Unidos, agendado para outubro. Quem adianta a informação é a colunista Mônica Bergamo, da Folha (leia mais aqui).  ... 

Leia mais

14 de setembro de 2013
por Esmael Morais
24 Comentários

Veja manda um recado: pode crucificar o decano Celso Mello

do Brasil 247

Foi exatamente para isso que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, conduziu uma chicana nas últimas sessões da corte, contando com a ajuda dos ministros Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello; os três queriam que houvesse uma capa de Veja no caminho do ministro Celso de Mello antes da decisão sobre os embargos; na última quinta-feira, ele pretendia votar, mas foi impedido pelo trio, na esperança de que o decano sucumbisse à  pressão midiática; isso comprova que o jogo da mídia na Ação Penal 470, com a colaboração de alguns ministros do STF, é absolutamente imoral.

Foi exatamente para isso que o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, conduziu uma chicana nas últimas sessões da corte, contando com a ajuda dos ministros Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello; os três queriam que houvesse uma capa de Veja no caminho do ministro Celso de Mello antes da decisão sobre os embargos; na última quinta-feira, ele pretendia votar, mas foi impedido pelo trio, na esperança de que o decano sucumbisse à  pressão midiática; isso comprova que o jogo da mídia na Ação Penal 470, com a colaboração de alguns ministros do STF, é absolutamente imoral.

Pergunta número 1: por que Joaquim Barbosa encerrou prematuramente a sessão do Supremo Tribunal na última quarta-feira, à s 18 horas, como se os ministros fossem burocratas com horário fixo para fechar o expediente? Pergunta número 2: por que Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello estenderam ao máximo seus votos na quinta-feira, como se fossem dois similares de Rolando Lero e não juízes de uma suprema corte? Pergunta número 3: por que Joaquim Barbosa, simplesmente, impediu Celso de Mello de votar na quinta, quando o decano disse que poderia fazê-lo em apenas cinco minutos? (Saiba mais). ... 

Leia mais

14 de setembro de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Em nota, Lula e Dilma lamentam morte de Gushiken

Em nota, o ex-presidente Lula e a ex-primeira-dama Marisa Letícia se despediram de Luiz Gushiken, que foi ministro da Secretaria de Comunicação entre 2003 e 2006, quando ajudou a implantar um modelo de desconcentração das verbas publicitárias. No governo Lula, Gushiken também foi responsável pela gestão dos principais fundos de pensão estatais.

Leia abaixo a íntegra da nota de Lula e Dona Marisa:

“Luiz Gushiken foi um militante político brilhante, um conselheiro, um companheiro e um grande amigo. Um homem íntegro que dedicou sua vida à  construção de um Brasil mais justo e solidário. No Sindicato dos Bancários de São Paulo, no Partido dos Trabalhadores, na Assembleia Constituinte, no governo e em todos os espaços em que atuou, sempre defendeu a democracia, a classe trabalhadora e um mundo com mais harmonia e justiça social.

Nunca esqueceremos a contribuição generosa de Gushiken para a construção desse Brasil que sonhamos juntos e que sem ele não seria possível.

Neste momento de dor, queremos nos juntar e prestar nossa solidariedade aos seus familiares, amigos e todos aqueles que, como nós, só podem agradecer a Deus ter convivido com uma pessoa tão iluminada quanto Luiz Gushiken.

Nossos mais sinceros sentimentos.

Dona Marisa Letícia e Luiz Inácio Lula da Silva

A presidente Dilma Rousseff também divulgou uma nota marcada pela emoção sobre Leia mais