3 de setembro de 2013
por esmael
3 Comentários

Após vencer Globo, “Levante Popular” planeja atirar esterco na Siemens e Alstom

do Brasil 247
Grupo organizado de pressão que obteve uma vitória estrondosa no sábado 31, ao arrancar das Organizações Globo um editorial no jornal O Globo com uma autocrítica sobre apoio ao golpe militar de 1964, o Levante Popular já vai aprontar mais uma.

Nesta quarta-feira 4, manifestação de protesto pela apuração em profundidade do propinoduto tucano em São Paulo, e sob a palavra de ordem Fora, Alckmin, promete ser numerosa !“ e estridente.

Os objetivos são as sedes das multinacionais Alstom e Siemens, vizinhas no bairro da Barra Funda, em São Paulo. As empresas, em esquemas distintos, foram o duto de propinas que recheou altos executivos das administrações do PSDB paulista com dinheiro obtido a partir do superfaturamento de programas no setor de transportes urbanos, trens e metrô da Grande São Paulo.

CONIVàŠNCIA QUEBRADA – O Levante Popular foi o criador e principal executor do plano de jogar esterco sobre a fachada da Rede Globo em São Paulo, na semana passada. Goste-se dessa estratégia ou não, o certo é que não se via nada igual desde que o cartunista Jaguar lançou, solitário, ovos cozidos sobre a sede da Academia Brasileira de Letras, mais de dez anos atrás, no Rio de Janeiro.

Sendo a favor ou contra esse modo de agir, o certo é que a radical manifestação de protesto quebrou o silêncio da Globo, que correu a produzir um editorial fazendo autocrítica sobre seu apoio incondicional e entusiasmado ao golpe militar de 1!º de abril de 1964 (abaixo, íntegra do editorial do jornal O Globo publicado em primeira página no dia 2 de abril de 1964, o que confirma que o golpe foi mesmo em 1!º de abril, apesar de os militares o datarem em 31 de março).

“A consciência não é de hoje, vem de discussões internas de anos”, registrou o novo editorial de O Globo, do sábado 31, na tentativa de desvincular o tardio mea culpa. Lá se foram 49 anos entre o primeiro texto e o segundo. Como diria um gaiato carioca, haja “discussões internas de anos”, ein?

Os dirigentes do Levante Popular não têm dúvidas de que a vitória sobre a Vênus Platinada é deles, e agora querem agir com uma criatividade, digamos, do mesmo quilate sobre a Alstom e a Siemens.

O grupo não é apolítico, como os Black Blocs se mostram ser. Ao contrário, as lideranças do Levante são jovens que vêm acumulando discussões entre si sobre a conjuntura. As ações radicais são pensadas com um objetivo definido, que procura se distinguir do vandalismo gratuito. A intenção é o exercício da pressão no limite máximo do aceitável.

BLACK BLOCS – No ato da Rede Globo, porém, o momento do clímax

3 de setembro de 2013
por esmael
12 Comentários

Acuada, Câmara se diminui ao abrir mão do voto secreto após livrar Donadon

Donadon é o laranja nessa história; fato é que o Congresso Nacional se curvou hoje à  noite diante da velha mídia e do STF; da forma que extinguiu o voto secreto, além de abrir mão de sua prerrogativa, os parlamentares assumiram o papel de tchutchuquinhas da República; o presidente, Henrique Alves, envergonha a Casa, pois não tem capacidade intelectual de travar o bom debate que o país necessita; portanto, se ajoelhe e diga amém.

Donadon é o laranja nessa história; fato é que o Congresso Nacional se curvou hoje à  noite diante da velha mídia e do STF; da forma que extinguiu o voto secreto, além de abrir mão de sua prerrogativa, os parlamentares assumiram o papel de tchutchuquinhas da República; o presidente, Henrique Alves, envergonha a Casa, pois não tem capacidade intelectual de travar o bom debate que o país necessita; portanto, se ajoelhe e diga amém.

Por unanimidade, a Câmara Federal aprovou com 452 votos o fim o voto secreto em todos os tipos de votação. Até aí tudo, se não fosse a maneira, o método, que a Casa se curvou esta noite à  pressão da velha mídia e do Supremo Tribunal Federal (STF), que agem em conluio, para diminuir o papel do parlamento e dos partidos no cenário político brasileiro. Leia mais

3 de setembro de 2013
por esmael
10 Comentários

Depois de denúncia de colunista, prefeitura de Curitiba cancela 58 mil multas de trânsito

O advogado Marcelo Araújo, colunista deste blog, ao denunciar fraude no envio de multas, prestou relevante serviço à  sociedade curitibana; cochilo! da prefeitura custará R$ 4 milhões de arrecadação cujo valor a equipe de Fruet pretende reaver junto aos Correios; o especialista reivindica agora, dentro da legalidade, a notificação dos motoristas sobre o cancelamento das infrações.

O advogado Marcelo Araújo, colunista deste blog, ao denunciar fraude no envio de multas, prestou relevante serviço à  sociedade curitibana; cochilo! da prefeitura custará R$ 4 milhões de arrecadação cujo valor a equipe de Fruet pretende reaver junto aos Correios; o especialista reivindica agora, dentro da legalidade, a notificação dos motoristas sobre o cancelamento das infrações.

Graças ao colunista deste blog Marcelo Araújo, especialista em trânsito, todas as 58.287 multas de trânsito emitidas entre 4 de julho e 19 de agosto de 2013 foram canceladas. A informação é da Secretaria Municipal de Trânsito (Setran). Esta página levantou o caso com exclusividade no último dia 26 de agosto (clique aqui para relembrar). Leia mais

3 de setembro de 2013
por esmael
18 Comentários

Na CPI da Espionagem, Requião diz que EUA estão de olho no pré-sal e na venda de caças ao Brasil

da Agência BrasilO Senado instalou hoje (3) a comissão parlamentar de inquérito (CPI) que investigará as denúncias de espionagem feita pela Agência de Segurança Nacional americana (NSA) à s comunicações brasileiras via internet. No escândalo mais recente, reportagem veiculada pela Rede Globo denuncia que até a presidenta Dilma Rousseff e seus assessores próximos tiveram as correspondências rastreadas e monitoradas pela agência.

Preocupados com a segurança do jornalista Glenn Greenwald, que recebeu e divulgou os documentos do ex-agente da NSA, Edward Snowden, os membros da CPI aprovaram requerimento para que ele receba proteção policial. A presidente da comissão, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) lembrou que Greenwald teve o apartamento invadido no Brasil, quando foi roubado um laptop.

Além disso, foi aprovado requerimento para que a Polícia Federal disponibilize profissionais para assessorar a CPI. A presidenta da comissão também comunicou que entrará em contato com os ministros da Justiça e da Defesa, além da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Na primeira reunião da CPI, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), que foi indicado relator, sugeriu que a presidenta se manifeste sobre o assunto durante a próxima reunião da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e durante visita da presidenta aos Estados Unidos.

Em setembro, teremos a reunião anual da Assembleia Geral das Nações Unidas, em que o Brasil tradicionalmente faz a abertura. Julgo ser uma oportunidade excepcional para que a presidenta Dilma possa abordar o tema e possa criar todo tipo de constrangimento. Em outubro, temos a previsão de uma visita que a presidenta Dilma fará ao presidente Barack Obama. Creio que esse tipo de agenda [espionagem] terá que constar, por conta de explicações que, julgo, o governo americano deve ao povo brasileiro!, disse Ferraço. Ele disse que pretende convidar o embaixador americano para dar explicações na CPI.

Também membro da comissão, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu medidas mais duras. Na opinião de Requião, o objetivo do governo americano era obter ilegalmente dados que pudessem favorecer suas empresas em disputas comerciais. Por isso, o senador defendeu que o governo brasileiro deixe as empresas de fora de disputas, como a venda de caças ao Brasil e a concorrência pela exploração do Campo de Libra, do pré-sal.

3 de setembro de 2013
por esmael
3 Comentários

Liminar suspendendo sessão que livrou Donadon causa novo mal-estar entre Câmara e STF

da Agência Câmara
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou há pouco que falou por telefone com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, e este informou que vai se esforçar para submeter ao Plenário do STF na próxima semana o mandado de segurança do PSDB contra a votação da Câmara que manteve o mandato do deputado Natan Donadon (PMDB-RO).

Ontem, o ministro do STF Luís Roberto Barroso concedeu liminar suspendendo os efeitos da sessão que manteve o mandato do deputado Donadon, que cumpre pena de 13 anos por formação de quadrilha e peculato na penitenciária da Papuda, em Brasília.

A decisão de Barroso tem caráter provisório, ou seja, o Plenário da corte terá a palavra final sobre a legalidade, ou não, da sessão que manteve o mandato de Natan Donadon.

Alves informou que não vai reunir a Mesa Diretora para discutir a liminar porque o STF pode mudar a decisão depois de reunir-se em Plenário. Melhor uma semana a mais para que o Supremo decida essa questão, numa definição jurídica de forma clara, e não na excepcionalidade.!

Por outro lado, Henrique Alves informou que está mantida a sua visita ao STF, nesta tarde, a partir das 16 horas, para tratar de diversos assuntos! com Joaquim Barbosa.

3 de setembro de 2013
por esmael
27 Comentários

“Fruet precisa fazer uma limpa na Urbs”, prega Jorge Bernardi

O presidente da CPI da Urbs, Jorge Bernardi, já havia admitido a existência de caixa-preta no transporte da capital; agora, em reunião no diretório municipal do PDT, realizada ontem à  noite, o vereador pede que Gustavo Fruet demita diretores da empresa dos períodos Lerner, Taniguchi, Richa e Ducci; a questão é: o prefeito terá coragem para efetuar tal mudança?

O presidente da CPI da Urbs, Jorge Bernardi, já havia admitido a existência de caixa-preta no transporte da capital; agora, em reunião no diretório municipal do PDT, realizada ontem à  noite, o vereador pede que Gustavo Fruet demita diretores da empresa dos períodos Lerner, Taniguchi, Richa e Ducci; a questão é: o prefeito terá coragem para efetuar tal mudança?

O vereador Jorge Bernardi, presidente da CPI da Urbs, que investiga a máfia do transporte coletivo em Curitiba, ontem à  noite, durante reunião do diretório municipal do PDT não economizou farpas e reivindicações. Leia mais

3 de setembro de 2013
por esmael
10 Comentários

“Superfaturamento do pedágio é de 100% no Paraná”, denuncia membro da CPI

O deputado Péricles Mello, membro da CPI do Pedágio, apresentou laudo técnico sobre como as concessionárias das rodovias superfaturas em até 100% o valor das obras realizadas; com a fraude, as empresas conseguiram elevar o preço da tarifa do pedágio contra os usuários nesses últimos 15 anos; o parlamentar do PT explicou a picaretagem em entrevista coletiva; assista ao vídeo.

O deputado Péricles Mello, membro da CPI do Pedágio, apresentou laudo técnico sobre como as concessionárias das rodovias superfaturas em até 100% o valor das obras realizadas; com a fraude, as empresas conseguiram elevar o preço da tarifa do pedágio contra os usuários nesses últimos 15 anos; o parlamentar do PT explicou a picaretagem em entrevista coletiva; assista ao vídeo.

O deputado estadual Péricles Mello (PT), membro da CPI do Pedágio, denunciou na sessão desta terça (3) que as concessionárias superfaturaram obras em até 100%. Essa maquiagem, segundo o parlamentar, resultou numa das tarifas mais caras do mundo. Leia mais

3 de setembro de 2013
por esmael
Comentários desativados em Congresso agora tenta votar com urgência Marco Civil da Internet

Congresso agora tenta votar com urgência Marco Civil da Internet

da Agência BrasilAs denúncias de espionagem norte-americana contra o Brasil tem reforçado o discurso de urgência da aprovação do Marco Civil da Internet. A proposta – que há dois anos tramita na Câmara dos Deputados – está parada, apesar de pronta para a votação no plenário. Para ganhar tempo, os senadores já estão discutindo o projeto em audiências públicas na Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa.

No debate desta terça-feira (3), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) cobrou uma reação mais rápida dos Poderes à s denúncias. Tanto o Congresso Nacional quanto o Executivo precisam se movimentar. O que devemos tirar de ensinamento dessa espionagem é que o Brasil deve aperfeiçoar suas leis para que isso não aconteça!, disse o senador.

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) criticou a demora da Câmara em votar a proposta. Fomos pegos de surpresa. Estamos meio que atordoados, fazendo reuniões para traçar planos de diretrizes sobre algo que deveria estar pronto nessa guerra cibernética em que o Brasil, por ser uma potência em crescimento, está submetido!, avaliou.

Na avaliação do governo, o texto têm grande foco no usuário e preserva o caráter dinâmico e democrático da internet. Com as denúncias de espionagem, um dos pontos que estão sendo discutidos com mais destaque é o da guarda de dados. O governo também está interessado em ver a legislação aprovada rapidamente, porque o Marco Civil pode servir de resposta em uma situação com a atual.

Ele permitirá a proteção do usuário que se sentiu lesado com a violação desses dados. Se eu tenho um usuário que guardava os dados com um prestador de serviço da internet e, de repente, descobre que esses dados foram violados, independentemente da previsão da legislação de outro país, o prestador de serviço certamente poderá ser responsabilizado!, explicou o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Marivaldo Castro. Ele admitiu que, nesses casos, a prova da violação é difícil, mas não impossível.

Representantes das operadoras reconhecem a importância do Marco Civil da Internet, mas criticam o texto que está em discussão. Para o diretor de Regulação do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil), Alexander Castro, além de prejudicar o modelo de negócio das operadoras e inibir investimentos, a proposta dificulta a apur

3 de setembro de 2013
por esmael
22 Comentários

Pré-candidatura de pupilo de Enio Verri causa ciúmes nos arraiais petistas

Já falei aqui antes que na política ciúme de homem é muito pior do que ciúme de mulher. Essa máxima é a mais pura expressão verdade. Veja abaixo se eu não tenho razão, caro leitor.

O chefe de gabinete do deputado Enio Verri, Arilson Chiorato, vem despontando como favorito do PT no interior do estado. Ele quer herdar a cadeira do presidente do partido, que vai tentar uma vaga na Câmara Federal.

O apoio que Arilson vem recebendo de lideranças petistas — com e sem mandato — tem causado dor de cotovelo na companheirada. Não é para menos.

Além de nomes do primeiro time do petismo estadual, como a ministra Gleisi Hoffmann, o deputado federal vice-presidente da Câmara André Vargas, o pupilo de Enio Verri já garantiu o apoio de pelo menos uma dezena de prefeitos, ex-prefeitos e demais lideranças do partido.

Entre os prefeitos do PT que já referendaram a pré-candidatura do assessor de Verri estão Beto Vizzotto (Paraíso do Norte), Romualdo Batista (Mandaguari), Carlos Zampar (Itambé), Daniel Pereira (Diamante do Norte), Mauro Lemos (Amaporã), João Manoel (Adrianópolis), Fábio Vilhena (Atalaia), Professora Leu (Paranapoema) e Roberto Corredato (Rondon). Também os ex-prefeitos: Cyro Fernandes (Ivaiporã), Romulo Ceccon (Mandaguaçu), Mileski (Santa Mônica), Bida (São Carlos do Ivaí), Claudio Pauka (São João do Caiuá) e Pe. Osvaldo (Borrazópolis).

3 de setembro de 2013
por esmael
4 Comentários

Planalto em alerta: Dia da Pátria pode ser guerra; assista aos vídeos

do Brasil 247 As manifestações previstas para acontecer no dia Sete de Setembro podem se tornar um grande confronto entre grupos que têm organizado protestos nas redes sociais, como o do Anonymous e do Black Blocs, e militantes do PT. Foi o que detectou a área de segurança da presidência da República, por meio de monitoramento em redes como Facebook e Twitter, onde conseguiu perceber ameaças de radicalização por esses manifestantes.

Dois momentos do dia são cruciais, de acordo com o estudo elaborado pelo governo federal: pela manhã, durante o desfile militar da Esplanada dos Ministérios, com a presença da presidente Dilma Rousseff, e durante o jogo entre Brasil e Austrália, também em Brasília, no Estádio Mané Garrincha, à s 16h15. Conforme divulgou a Folha de S.Paulo nesta segunda-feira, o Planalto já mandou reforçar a segurança no desfile, antecipando atos de vandalismo.

O grupo Black Blocs, conhecido por destruir estabelecimentos que simbolizem o capitalismo, como agências bancárias, tem organizado para o feriado da Independência protestos em todo o País nas redes sociais. Já o Anonymous, famosos por utilizarem a máscara do personagem “V”, popularizado pelo filme V de Vingança, convoca para o que chama de “o maior protesto da história do Brasil” !“ assista vídeo abaixo, com a divulgação da pauta de reivindicações.

PT convoca militância

Como resposta, os militantes do PT também devem sair à s ruas. No vídeo abaixo, publicado na internet, o dirigente petista Valter Pomar convoca uma manifestação no mesmo dia a fim de dar uma resposta aos protestos do Anonymous, por exemplo, que pedirão a prisão imediata dos réus condenados na Ação Penal 470, do STF. Pomar chama os organizadores dos atos de “grupo de torturadores aposentados, vivandeiras, viúvas da ditadura militar, direitistas em geral, cavernícolas em particular” e pede aos petistas para que deem uma resposta “muito forte e clara” a “essa gente”.

3 de setembro de 2013
por esmael
26 Comentários

Crise: Richa demite Procurador-Geral. Quem será o próximo da fila?

Jozélia Nogueira assume a Procuradoria-Geral do Estado; ela entra no lugar de Júlio César Zem Cardozo, defenestrado ontem (2) do cargo pelo governador Beto Richa; demissão dá início à  nova reforma do secretariado visando à  reeleição do tucano em 2014.

Jozélia Nogueira assume a Procuradoria-Geral do Estado; ela entra no lugar de Júlio César Zem Cardozo, defenestrado ontem (2) do cargo pelo governador Beto Richa; demissão dá início à  nova reforma do secretariado visando à  reeleição do tucano em 2014.

O governador Beto Richa (PSDB) começou a reforma no secretariado demitindo, ontem (2), o procurador-geral do Estado, Julio Cesar Zem Cardozo. No lugar dele entrou a advogada Jozélia Nogueira Broliani, que chegou a ocupar o cargo no final do segundo governo de Roberto Requião (PMDB). Leia mais

3 de setembro de 2013
por esmael
72 Comentários

“Caso Gaievski” terá zero de impacto na campanha de Gleisi Hoffmann

O Palácio Iguaçu e aliados fazem do "Caso Gaievski" um novo "mensalão" eleitoral, ou seja, um cavalo de batalha! que poderá ter zero de impacto na candidatura de Gleisi Hoffmann; os tucanos deveriam ter aprendido a lição das eleições de 2012, quando exageraram na dose do "mensalão"; nem cinco meses de superexposição na mídia foram capazes de derrotar Hadadd, em São Paulo, e Fruet , em Curitiba; segundo perdigueiros do Palácio do Planalto, naquela região do ex-prefeito de Realeza, Sudoeste, tem um ex-deputado tucano que é dono de puteiro; poderá haver reviravolta nesse Caso Gaievski".

O Palácio Iguaçu e aliados fazem do “Caso Gaievski” um novo “mensalão” eleitoral, ou seja, um cavalo de batalha! que poderá ter zero de impacto na candidatura de Gleisi Hoffmann; os tucanos deveriam ter aprendido a lição das eleições de 2012, quando exageraram na dose do “mensalão”; nem cinco meses de superexposição na mídia foram capazes de derrotar Hadadd, em São Paulo, e Fruet , em Curitiba; segundo perdigueiros do Palácio do Planalto, naquela região do ex-prefeito de Realeza, Sudoeste, tem um ex-deputado tucano que é dono de puteiro; poderá haver reviravolta nesse Caso Gaievski”.

Um debate histérico toma conta da velha mídia aliada do tucano Beto Richa (PSDB) acerca do caso Eduardo Gaievski, ex-prefeito petista de Realeza, Sudoeste do Paraná, preso sob a acusação de praticar “trocentos” estupros e favorecer a prostituição na pequena cidade de 16 mil habitantes. O moço estava lotado em uma das assessorias da Casa Civil da Presidência da República, o que lhe valeu o apelido de “Taradão do Planalto”. Leia mais