De olho já em 2016, Mirian Gonçalves participa de plenária visando controle do PT em Curitiba

A vice-prefeita Mirian Gonçalves, de seu bunker sindical, prepara-se para controlar o PT na capital; a radical chique está de olho em 2016; ele pensa continuar na vice de Fruet ou até mesmo disputar a eleição.

A vice-prefeita Mirian Gonçalves, de seu bunker sindical, prepara-se para controlar o PT na capital; a radical chique está de olho em 2016; ele pensa continuar na vice de Fruet ou até mesmo disputar a eleição.

Daqui a pouco, à s 19 horas, na APP-Sindicato, lideranças petistas se reúnem para debater o Processo de Eleição Direta (PED) do diretório municipal de Curitiba. A esse encontro de logo mais muitos o chamam de plenária do racha!. Eu explico o motivo do nome.

A vice-prefeita e secretária Municipal do Trabalho, Mirian Gonçalves, por força estatutária, não pode encabeçar o partido na capital. No entanto, ela pode posicionar sua tropa na estrutura partidária.

O encontro de hoje à  noite reunirá parte da corrente CNB (Construindo um Novo Brasil) !“ lembre-se que eu disse parte !“ e sindicalistas da Central Única dos Trabalhadores, sob a liderança da presidenta da entidade Regina Cruz, além de alguns militantes desgarrados de outras tendências partidárias.

O discurso tanto de Mirian quanto de Regina é uníssono: PT. Hoje, é preciso refazer os passos que deram origem ao nosso partido!, defendem em manifesto compartilhado entre ambas nas redes sociais.

O que está em jogo no PT? Ora, já está em jogo 2016. Esse é o pano de fundo da plenária de hoje à  noite. Segundo fontes petistas, a vice quer controlar a estrutura partidária tendo em mente duas possibilidades para daqui a 3 anos: 1- continuar na vice; e 2- disputar a prefeitura de Curitiba em caso de rompimento da aliança com o prefeito Gustavo Fruet (PDT).

A ofensiva política de Mirian Gonçalves conta até com retaguarda de marketing do publicitário Helisson Schiavinato o mesmo que cuida da alma de Jorge Samek.

Comentários encerrados.