Vargas reassume a presidência da Câmara amanhã prometendo “infernizar” a vida de Barbosa

André Vargas, que assumirá a presidência da Câmara amanhã pela manhã, recomeçará périplo pela criação dos TRFs ao lado governador Beto Richa, em Curitiba, no Palácio Iguaçu; agenda do petista, que estará acompanhado do senador Sérgio Souza, também prevê visitas ao prefeito Gustavo Fruet (PDT) e, mais tarde, aos governadores da Bahia, Jacques Wagner (PT), e de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB); em ritmo de gincana, Vargas promete infernizar! a vida do ministro Joaquim Barbosa que, segundo o deputado do PT, tem que ficar ao lado do povo pelo menos uma vez!; foi durante sua interinidade, na presidência do Congresso Nacional, que André Vargas promulgou Emenda Constitucional que o presidente do STF está segurando agora com uma liminar.

André Vargas, que assumirá a presidência da Câmara amanhã pela manhã, recomeçará périplo pela criação dos TRFs ao lado governador Beto Richa, em Curitiba, no Palácio Iguaçu; agenda do petista, que estará acompanhado do senador Sérgio Souza, também prevê visitas ao prefeito Gustavo Fruet (PDT) e, mais tarde, aos governadores da Bahia, Jacques Wagner (PT), e de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB); em ritmo de gincana, Vargas promete infernizar! a vida do ministro Joaquim Barbosa que, segundo o deputado do PT, tem que ficar ao lado do povo pelo menos uma vez!; foi durante sua interinidade, na presidência do Congresso Nacional, que André Vargas promulgou Emenda Constitucional que o presidente do STF está segurando agora com uma liminar.

O deputado federal André Vargas (PT-PR) assume a presidência da Câmara Federal, nesta quarta-feira (31), e no mesmo dia participa de reuniões com os governadores do Paraná, Beto Richa (PSDB), Salvador, Jacques Wagner (PT) e Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB), sobre a criação dos Tribunais Regionais Federais (TRFs).

Ao lado do senador Sérgio Souza (PMDB-PR), Vargas está à  frente da mobilização para a derrubada da ação assinada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, que suspende a criação de quatro novos TRFs. Eles iniciam à s 9 horas com o Richa, em Curitiba, no Palácio Iguaçu, uma série de reuniões com os governadores visando levá-los ao ato suprapartidário na quinta-feira (1!º) em Brasília.

Agora nós queremos derrubar essa liminar, convencer o conjunto de ministros do Supremo de que essa medida do Joaquim Barbosa está absolutamente equivocada, lastreada em falsas verdades, ou inverdades e ao mesmo tempo insensível ao abarrotamento da Justiça Federal principalmente da segunda instancia!, defendeu.

Vargas comentou sobre os discursos do ministro Joaquim Barbosa, onde ele diz que os tribunais custariam cerca de R$ 8 milhões, sendo que na verdade vai custar R$ 500 milhões segundo o STJ [Superior Tribunal de Justiça, ministro Felix Fischer]!.

De acordo com Vargas, os cinco tribunais que existem atualmente estão abarrotados de processos.

Esses tribunais foram criados na Constituição de 88, nós precisamos dos novos tribunais para agilizar aposentadorias, debates e polemicas sobre sistema financeiro de habitação e a gente luta por isso. O Paraná luta por isso há mais de dez anos e nós conseguimos conquistar isso recentemente!, comentou.

Vargas informou ainda que a mobilização começa nesta quarta-feira, com a visita aos governadores dos estados que pleiteiam esses tribunais.

A criação dos tribunais vai redistribuir a justiça federal no país todo, não mais em cinco, mas em nove tribunais, e as reuniões são no sentido de mobilizar esses governadores para entrarem na luta, convencendo os demais ministros do Supremo de que essa é a medida adequada para o momento que nós vivemos em nosso país!.

O deputado ainda explicou que o congresso Nacional irá se pronunciar pedindo a derrubada da liminar, já que a medida foi aprovada por unanimidade no Senado e por uma grande maioria, num quórum qualificado na Câmara Federal.

Essa tem sido uma batalha árdua, dura, já que envolve uma figura proeminente da republica, que é o Joaquim Barbosa, mas que na minha opinião, tem se equivocado nesse aspecto, então nós estamos bastante empenhado para que tenhamos essa instalação rapidamente e o pleito não sendo só de deputados, mas da sociedade civil, da Ordem dos Advogados, da AJUF [Associação Nacional dos Juízes Federais] e também da sociedade civil, dos próprios governadores e Assembleias Legislativa, nós vamos ter sem dúvida nenhuma, sucesso e vamos conseguir derrubar essa preliminar!, destacou.

Depois de se encontrar com o tucano Beto Richa pela manhã, Vargas e Souza se reunirão à s 13h com o governador Jacques Wagner (PT), no Prédio da Governadoria, em Salvador e à s 18h com Antônio Anastasia (PSDB), no Palácio da Libertadade, em Belo Horizonte.

Na quinta-feira (1!º de agosto), haverá um Ato Público em defesa da Emenda Constitucional 73/2013 que criou os Tribunais Regionais Federais, à s 10h na Ala Nilo Coelho, Plenário 6, Senado.

Comentários encerrados.