Relatório do Tribunal de Contas favorece empresas de pedágio no Paraná

Tribunal de Contas não apresenta novidade em relatório, pois a informação de que as empresas de pedágio não aplicavam parte do que arrecadavam já era de conhecimento público; órgão apenas age como "pelego" das concessionárias, amortecendo queda, visando garantir lucros exorbitantes e o status quo; novidade seria se a corte de contas sugerisse o fim do pedágio; entidades produtivas levantam bandeira de pedágio a R$1 nas vinte e sete praças nas rodovias privatizadas.

Tribunal de Contas não apresenta novidade em relatório, pois a informação de que as empresas de pedágio não aplicavam parte do que arrecadavam já era de conhecimento público; órgão apenas age como “pelego” das concessionárias, amortecendo queda, visando garantir lucros exorbitantes e o status quo; novidade seria se a corte de contas sugerisse o fim do pedágio; entidades produtivas levantam bandeira de pedágio a R$1 nas vinte e sete praças nas rodovias privatizadas.

O relatório do Tribunal de Contas do Estado (TC) sugerindo a redução da tarifa do pedágio nas rodovias do Paraná chega tarde demais. A discussão agora é tarifa a R$ 1 (um real) em todas as praças.

à€ primeira vista, dá impressão que a corte de contas defende os usuários ao propor redução no pedágio em até 30% em forma de desconto. Essa percepção é tão verdadeira quanto uma nota de R$ 3. O TC age como pelego das pedagiadoras. Amortece possíveis pancadas jurídicas futuras.

Já era de conhecimento do leitor deste blog, desde março de 2013, que o Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) havia divulgado relatório técnico que recomendava baixar o preço e não renovar o contrato com as empresas nas 27 praças de arrecadação.

De acordo com o estudo do Crea e do Sindicato dos Engenheiros (Senge), as rodovias do Anel de Integração se encontram em condições muito próximas das encontradas antes do processo de concessão!.

O estudo dos engenheiros aponta que as empresas concessionárias praticaram roubo contra a economia e os usuários nos últimos quinze anos (clique aqui para relembrar).

O TC apenas pegou uma carona no relatório do Crea. Agiu como faísca atrasada. Os jornalões da velha mídia também sofreram um “delay” (atraso) de mais de três meses !“ não sei se intencional. Uma pena. Perdeu a sociedade com a ausência de debate.

Quanto ao TC, esse deveria ter feito o alerta há pelo menos 15 anos, tempo que as pedagiadoras ainda estão tungando o bolso dos paranaenses.

Tarifa de pedágio a R$ 1 estaria de bom tamanho, haja vista o pouco investimento privado nas estradas privatizadas em 1998.

As empresas de pedágio só mamaram nos usuários durante 15 anos e ajudaram algumas campanhas políticas a custa do setor produtivo, da competitividade, do emprego e da renda. Ou seja, o TC fora conivente durante década e meia contra a economia popular.

O TC seria um órgão sério se viesse a público sugerir o fim do pedágio. Mas aí é querer demais…

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Uma vergonha desses brasileiros

  2. Ação civil pública pedindo o afastamento imediato das empresas que não estão cumprindo o contrato.
    Só falta não haver esta previsão no contrato, que assim estaria viciado.
    Faz contrato e não cumpre, acaba com ele?!

    • E processa quem deveria ter fiscalizado e não fez. Levaram 15 anos para descobrir? E o Requião? Na época dele já descomprimam o contrato, por que ele não cancelou? Papudo, falador, demagogo e hipócrita.

  3. Se o MINISTERIO PUBLICO fosse realmente honesto como deveria . Já teriam pelo menos começado a tomar providencias para olhar embaixo do pelego . Mas acho que existe $$$$$$$$$$$$$$ algo que impede.

  4. Senhores, para desvendar o mistério e só descobrir quem de fato são os donos das empresas de pedágio, não será surpresa nenhuma aparecer Deputado ou “laranjas” como dono/sócios destas.

  5. Não sei porque bater no TC, pois ele faz o devido serviço protegendo esses financiadores de campanha, elegendo deputados federais e estaduais, para proteger nosso estado do comunismo (SIC)……………………………………….. E CONTA COM O SILENCIO ATÉ DO MP.

  6. só o tribunal de contas não sabia, até as estátuas nuas cândido de abreu sabem que os pedágios são um assalto a cancela armada.