Professora Marlei e Flávio Arns estudam dobradinha na Educação

Publicado em 8 julho, 2013
Compartilhe agora!

O leitor deste blog sempre soube do "approach" existente entre o tucano Flávio Arns, secretário da Educação, e a presidente da APP-Sindicato, a petista Marlei Fernandes; ele, considerado pelos próprios educadores como pior secretário da história, vai disputar uma cadeira na Assembleia; ela tentará a Câmara Federal, em dobradinha informal; o maior feito de Arns no governo, segundo orelha seca do Palácio Iguaçu, foi arranjar contratos milionários no governo para seu sobrinho, Marlus Arns, que advoga para o homem da sogra.
O leitor deste blog sempre soube do “approach” existente entre o tucano Flávio Arns, secretário da Educação, e a presidente da APP-Sindicato, a petista Marlei Fernandes; ele, considerado pelos próprios educadores como pior secretário da história, vai disputar uma cadeira na Assembleia; ela tentará a Câmara Federal, em dobradinha informal; o maior feito de Arns no governo, segundo orelha seca do Palácio Iguaçu, foi arranjar contratos milionários no governo para seu sobrinho, Marlus Arns, que advoga para o homem da sogra.
O vice-governador e secretário da Educação, Flávio Arns (PSDB), é candidato a deputado estadual em 2014. O governador Beto Richa (PSDB) não quer mais a companhia do correligionário de ninho a partir do ano que vem. Prefere Ratinho Júnior (PSC), hoje secretário do Desenvolvimento Urbano.

Educadores dizem que Arns foi o pior secretário que a Educação do Paraná já teve. Segundo eles, na ruindade, empata com a ex-secretária Alcione Salyba, da época de Jaime Lerner.

O maior feito do tucano nesses últimos três anos foi arranjar contratos milionários para seu sobrinho, Marlus Arns, sem licitação, na Copel e na Sanepar.

O sobrinho do secretário da Educação advoga criminalmente a favor de Ezequias Moreira, o homem da sogra, promovido recentemente por Richa ao status de secretário Especial do Cerimonial.

Paralelamente, a presidenta da APP-Sindicato — o poderoso sindicato dos professores e educadores do Paraná — Marlei Fernandes (PT) será candidata a deputada federal.

A APP atravessou esses últimos anos passando mel no secretário Arns. Não criticou acidamente o tucano e fugiu de uma greve geral, no começo deste ano letivo, como o diabo foge da cruz — mesmo reunindo todas as condições subjetivas e objetivas para a paralisação.

Na prática, mesmo que informal, Marlei e Flávio Arns estudam uma dobrinha em 2014 na Educação.

O secretário já foi deputado federal e senador pelo PT da presidenta da APP.

A relação entre Marlei e Arns é antiga, por isso, entre os membros da diretoria do sindicato, o acordo eleitoral não soa estranho. Já entre os educadores… Bem, isso aí é outra história.

Por fim, segundo um graduado dirigente do PT, não descarta a possibilidade de retorno de Flávio Arns à s hostes petistas. Quem viver verá.

Compartilhe agora!

Comments are closed.