Gleisi e Ideli engolidas pela política

Mercadante vem preenchendo vácuo deixado na política; Gleisi e Ideli ainda não perceberam que estão sendo anuladas pelo discurso "técnico" do governo; correligionários das duas ministras não enxergam avanço do ministro da Educação; para setores do PT e do governo, Aldo Rebelo continua batendo um bolão...

Mercadante vem preenchendo vácuo deixado na política; Gleisi e Ideli ainda não perceberam que estão sendo anuladas pelo discurso “técnico” do governo; correligionários das duas ministras não enxergam avanço do ministro da Educação; para setores do PT e do governo, Aldo Rebelo continua batendo um bolão…

As ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvati (Relações Institucionais) estão sendo engolidas e ainda não perceberam isso. Acham que sua presença no desempenho técnico do governo federal são suficientes para debelar a crise — que crise?, indagam — que derrubou o prestígio da presidenta Dilma Rousseff em 30%.

No encalço de Gleisi há o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, do PT, que vem tomando gosto pelas funções que deveriam ser da Casa Civil; no de Ideli tem o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, PCdoB, sempre um coringa nos momentos de crise política — portanto, pau pra toda obra, inclusive para a Copa.

Para retomar o charme e a força no Planalto, Gleisi precisa esquecer o discurso “técnico” e partir para a política. Aliás, o que derrubou e associou Dilma à  crise foi a falta de política, não de programas.

O blog apurou com dirigentes partidários que a presidenta Dilma deixou o governo sem interlocução com mundo político real e, quando precisou, faltou-lhes chão. Não fez e não deixou que o fizessem por ela. Mercadante cresce nesse vácuo que tem o tamanho do mundo.

Se suas tropas não agirem rápido, Gleisi e Ideli podem repetir o feito do ex-ministro Muhammad Saeed al-Sahhaf, na guerra pela invasão do Iraque, em 2003, quando vendia imagem de um Saddam Hussein vitorioso mesmo as câmeras de TVs mostrando ao vivo que Bagdá caia nas garras dos norte-americanos.

O desfecho da guerra do Iraque todos nós já sabemos…

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Porto Rico permaneceu debaixo da bandeira americana ,como estado associado. mas passou comprimentar mais o teritoria dos eua, hoje porto rico e um estado norte americano.a onu queria que fosse um estado independente. o iraque ja é uma colonia norte americana, a ong chamda onu ainda embaraça ,mas a onu foi criada para servir de cabide de emprego pós guerra.tamanho dessa mulher ,a gleisi ,não e documento.dela ser mansa ao falar nãi segnifica que é fraca.com certeza foi bem educada em boas escolas.pior que o beto nunca mais teremos um , ou uma.aqui em araucaria o pmdb e quinta coluna começa do prefeito.que nega sacolinhas ,e remedios das farmacias do governo estadual nunca faltou. e agora não compram o remedio que o povo precisa.so a imprensa conferir. o giberto ribeiro mostrou o descaso ,não é invenção ,e verdade.ainda o remedio que tem em alguns postos ,os ladrões levam.

  2. Infelizmente a Gleise é fraca. Tudo nela é pautado pelo cerimonial.

  3. Fruet governador 2014!!!!!!!!

  4. Sobre esse mesmo assunto fiz um comentário a respeito recentemente e o leitor Elton, em resposta, comentou que antes de falar besteira eu deveria me informar melhor, e disse que eu estava desinformado. Então o que ele tem a dizer?

  5. hoje a repc tv : apresentou que os pedagios reajustaram com a concordancia do governador do parana.o beto richa da as altas do pedagios ereajuste acima da infração. mas morto não carrega bandeira ,alguem tem que carregar! mas quem paga 94% da passagem e o patrão ,não o empregado. quem ganhou com a baixa das passagens ,foi as grandes empresas de 200 a 4000 empregados .essa mainifestação se for do interece do ministerio publico,pode existir uma conspiração contra o sistema. mas o tiro recocheteou,e pegou quem atirou.politicamente falando,figurando o sentido..