Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

De dona Genoveva para Rossoni: “Tem medo mas não tem vergonha”

Valdir Rossoni (PSDB).

Valdir Rossoni (PSDB).

Recebi e-mail de dona Genoveva, moradora do município de Imbituva, região Sudeste do Paraná, a 180 km de Curitiba, comentando notícia publicada por este blog, na última quinta-feira (11), sobre a determinação do deputado Valdir Rossoni (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, para que a Casa fosse fechada por medo de invasão pelos manifestantes que participavam do “Dia de Lutas” (clique aqui para relembrar). Nem os militares, na ditadura, conseguiram a façanha que o tucano conseguiu de fechar o parlamento.

“Esse Rossoni tem medo mas não tem vergonha”, criticou dona Genoveva, da próspera cidade de Imbituva, polo têxtil, que tem quase 30 mil habitantes.

Amanhã, segunda-feira (15), Rossoni terá mais motivos para ficar com medo. Pelo Facebook, chegou ao milhar o número de pessoas que confirmaram presença na Assembleia a partir do meio dia. Tudo para acompanhar bem de perto a escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TC). A campanha deflagrada pela RPC/Gazeta do Povo é contra eleição de político no órgão.

O imbróglio do TC é apenas um aperitivo de como será a campanha pela redução da tarifa do pedágio para R$ 1 em todas as 27 praças de pedágio no Paraná. O tucanato vai precisar rebolar bastante porque amanhã e mais ainda a partir de agosto na volta do recesso parlamentar.

Um deputado relatou a este blogueiro que se um carro buzinar ao passar em frente a Assembleia é motivo suficiente para que Rossoni se atire debaixo da mesa.

“Sem exagero, o homem está muito assustado”, relatou o parlamentar, que pediu para não ser identificado.

Comentários desativados.