Contra Richa, você votaria em Gustavo Fruet para governador em 2014? Sim ou não?

Gustavo Fruet tem feito várias pesquisas e estuda cenário no Paraná; se a ministra Gleisi Hoffmann faltar na disputa pelo governo do estado, em 2014, o prefeito de Curitiba pode se apresentar contra o governador Beto Richa; se derrotar o tucano, a vice-prefeita petista Mirian Gonçalves assumiria a prefeitura.

Gustavo Fruet tem feito várias pesquisas e estuda cenário no Paraná; se a ministra Gleisi Hoffmann faltar na disputa pelo governo do estado, em 2014, o prefeito de Curitiba pode se apresentar contra o governador Beto Richa; se derrotar o tucano, a vice-prefeita petista Mirian Gonçalves assumiria a prefeitura.

O PT procura um plano B! caso naufrague o projeto de eleger a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, ao governo do Paraná em 2014.

Somente há duas hipóteses para que o desejo petistas de fazer a ministra nova inquilina do Palácio Iguaçu bata na trave: 1- permaneça no cargo a pedido de Dilma e não se candidate no Paraná; e 2- saia do cargo pelas portas do fundo.

Se uma ou outra possibilidade política impedir Gleisi sair candidata ano que vem, tem quem busque no prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), a alternativa política.

O plano B consistiria em fidelizar o pedetista com a presidenta Dilma Rousseff (PT), que vai à  reeleição, disputando o governo do Paraná com o governador Beto Richa (PSDB).

Se Fruet fosse eleito, neste caso, a prefeitura da capital paranaense seria herdada pela vice petista Mirian Gonçalves !“ a hoje discreta radical chique!.

Diante dessa conjectura de setores do PT, eu vos pergunto caro leitor: Você votaria em Gustavo Fruet para governador em 2014? Sim ou não?

Lembre-se que nesse cenário, Fruet confrontaria diretamente com Richa, sem, portanto, a presença de Gleisi na urna eletrônica.

Comentários encerrados.