Charge do dia: Capa da Veja

Para a revista, governo finge que está vivo.

Para a revista, governo finge que está vivo.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. gostaria de saber quem financia esta revista ordinária.

  2. Governo Dilma, igual ao filme truque de Mestre.

  3. Pior, esse Governo incompetente finge que não sabe, nunca viu nada, finge que esta governando quando na realidade esta parado.

    • Dennis: Você não viu nada? O nosso Governador aqui do Paraná, também só “finge que esta governando quando na realidade esta parado”.

  4. Imagine se um dia a Veja fizer um elogio ao governo PT, ou a qualquer coisa que se relacione à sigla!

  5. Essa grande revista VEJA. que sempre pensou manipular as consciências coletivas, em detrimento das forças produtivas, e que paga a conta desde o descobrimento do Brasil, para as famílias que vivem na dependência dos recursos arrecadados de
    quem trabalha, deveria prestar ao Brasil um grande favor, mostrar o CHOQUE DE GESTÃO do Tucano Beto Richa, que está dando certo por aqui, no ponto de vista de Rossonis & Traianos, na capa da veja.
    Revistinha que contém 70% de propagandas de empresas, e 30% de matérias
    favoráveis as classes exploradora e dominantes que querem voltar ao poder a qualquer custo.

  6. Mas a vinda do papa ,quem vai pagar essa despesa? vai ser de 118 milhões. todas as veses saia dos cofres publicos..agora não sei da onde vai sair,o vaticano não tem dinheiro .

  7. Os bons catolicos de 1940 aprovaram a lei do aborto. Agora a imprensa solta mais novidade sobre o aborto.Mas muitos não sabem que foi criado normas pelo ministro da saude em 1998; Agora o governo federal investiga ongs ligadoa ao capital estrangeiro,que semple apoiou o aborto. Mas O brasil corre muito boatos. em 1964 era a mesma coisa , o governo federal não podia nem peidar ,que saia na revista e jornal. mas se o cara se forma na rede publica ele tem dever com os outros que não chegaram .Se querem o governo ganhe a eleição primeiro. se quizerem dar o governo pro michel temer quedê. mas parem com as mentiras.O michel temer tem obrigação de defender o governo que ele faz parte.eu vejo covardia do vice presidente.o brasil pode se tornar um pais ruím para se viver.porque a elite está viva como no passado. o povo vão sentir saudade do governo do pt ,como até hoje,os mais antigos tem saudade do governo getulio vargas.os que gavam o getulio vargas teem rasão, o pt vai deixar saudade , poruqe enterraram o pt .mas é assim mesmo.ua vez um americanos disse que o brasileiro gosta de remedio e gosta de votar nos opressores.me critiquem e guardem essa loucura que escrevi, mas um dia essa loucura vai fazer ruidos para quem ler esse post..

  8. NA REALIDADE A EXTREMA DIREITA CAPITALISTA NEOLIBERAL (PSDB, DEM E OUTROS QUE LHES APOIAM) COM UMA ARROGÂNCIA E MESQUINHES DOENTIAS É QUE ESTÁ EM ESTADO DE EMERGÊNCIA, INDO PARA UTI!
    DIAGNÓSTICO: “OPOSICIONITE SEM DISCURSIVITE!”
    REMÉDIO: “SEMANCOL!”

    Esmael e demais no início deste ano, milhares de prefeitos estiveram em Brasília com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. E no final ficou claro via meios de comunicação o seguinte: “Prefeitos cobram do ministro da Saúde ações para a contratação de médicos estrangeiros!” Segundo se sabe também rolou na capital federal um abaixo assinado de apoio à contratação de médicos que recebeu a assinatura de milhares de prefeitos, que governam quase a metade das cidades brasileiras. A cerimônia de lançamento do Programa Mais Médicos entrou para a história do governo Dilma Rousseff como uma das coisas mais importantes do seu mandato.Ou seja, porque reflete a grande preocupação dos prefeitos do país, responsáveis, “lá na ponta”, pelo funcionamento de um sistema de saúde pública conhecido por ótimas intenções mas resultados sofríveis e até mortais. Nesta cerimônia ficou demonstrado ás futuras ramificações comunicantes entre as várias esferas da administração pública, necessárias para que um projeto de governo com interesse universal e alcance amplo possa dar certo. Quem pesquisar a história do Programa Bolsa Família vai descobrir que este imenso programa de distribuição de renda aos pobres e humildes nas periferias do Brasil só deixou o plano das utopias e teorias entrando na vida real de 12 milhões de famílias depois que foi assumido pelas prefeituras indiferente do partido político do prefeito. Isto é e será uma indicação que o Programa Mais Médicos vai funcionar, pois responde a uma necessidade real. O apoio dos prefeitos é um ótimo ponto de partida, derrotando assim diversos adversários do programa, tanto aqueles que respondem a razões políticas e ideológicas (a extrema direita neoliberal não vai poder ficar fundando hospitais via seus filhos médicos para ganhar dinheiro), como aqueles que já procuram, percebendo o futuro sucesso, fazer “cortesia com o chapéu dos outros” no sentido de aparecer na campanha eleitoral para a sucessão presidencial onde tentarão criar dificuldades para o governo de qualquer maneira. A necessidade de atender à saúde da população mais pobre pode cria condições para um debate bem sucedido, capaz de deixar claro para os adversários que o desgaste pela oposição (PSDB, “Partido Sem Discurso no Brasil) ao projeto causará um prejuízo nada compensador aos olhos da maioria do eleitorado. Sabe por que? Porque há poucos médicos em relação ao número de brasileiros, o Brasil tem médicos formados de acordo com as conveniências do mercado privado de saúde (orientado e preparado pela extrema direita capitalista neoliberal “vampira”), que procura especialidades mais rentáveis e mais promissoras para suas respectivas carreiras ““ mas que nem sempre são aquelas que atendem às necessidades da maioria da população humilde e pobre. A crítica das entidades médicas ao projeto já passou de uma postura racional. O centro de suas críticas se concentra na contratação de médicos estrangeiros, o que só seria um argumento a ser ouvido a sério se nossos doutores estivessem brigando por postos de trabalho para si ou para outros profissionais ““ brasileiros fora do mercado. Poderiam ser acusados de corporativismo. Mas não. Eles não querem as vagas que o governo oferece e também não querem que elas sejam ocupadas por médicos estrangeiros, pois, ás elites de extrema direita gananciosas e mesquinhas entendem que o excesso de médicos “desvaloriza o diploma de seus filhos”¦!?”
    O resultado prático de sua postura arrogante e despeitada é impedir que milhões de brasileiros pobres e humildes tenham acesso ao atendimento mesmo precário, em muitos casos que poderiam receber.
    CHEGA LOGO 2014! Assim “daremos o veneno sicuta vindo das urnas” para este pessoal!

  9. se ler veja e acreditar, relinche.

  10. Caíram na real

  11. Isso a PTzada do Blog não explica, e nem tem como explicar, aposto que vão atacar o PSDB, e dizer que a culpa é do FHC, Só pra variar, nao admitem as Cagadas que o Desgoverno Federal faz e nem a turma da DIRMA e do Molusco de 9 dedos.

    Marido da nova presidente da Petrobras tem 42 contratos com a estatal, 20 deles sem licitação
    Tai a Materia: http://www.implicante.org/noticias/marido-da-nova-presidente-da-petrobras-tem-42-contratos-com-a-estatal-20-deles-sem-licitacao/

  12. Mas isso é mais do que claro, esse Desgoverno do PT e da Dona DIRMA, é um amontoado de Incompetentes juntos. Acusam sem ter provas, culpam quem não tem nada haver com isso. Isso tem nome…. INCOMPETENCIA

    O governo federal não se pronunciou ontem sobre o término das investigações da Polícia Federal que descartaram uma motivação política nos boatos sobre o Bolsa Família que causaram tumulto entre os dias 18 e 19 de maio.

    A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos), que foi a mais assertiva a culpar a oposição pela difusão dos rumores, informou, por meio da assessoria de imprensa, que não se manifestaria.