A culpa é do cafezinho: Mantega anuncia cortes de R$ 15 bilhões nas despesas do governo

da Agência Brasil

Ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta sexta corte de R$ 15 bilhões no custeio da máquina pública visando à  estabilidade econômica e o superávit primário, que é a soma das receitas e despesas do Executivo, descontados os gastos com pagamento de juros; pronto: sobrou para o cafezinho e o papel higiênico!

Ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta sexta corte de R$ 15 bilhões no custeio da máquina pública visando à  estabilidade econômica e o superávit primário, que é a soma das receitas e despesas do Executivo, descontados os gastos com pagamento de juros; pronto: sobrou para o cafezinho e o papel higiênico!

Cortes de até R$ 15 bilhões, envolvendo principalmente despesas de custeio, serão anunciados na próxima semana, conforme antecipou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, em entrevista ao programa Bom Dia Brasil da TV Globo.

“Não haverá cortes em investimento nem nos serviços sociais do governo!, acrescentou o ministro na entrevista. Segundo ele, os cortes ocorrerão em viagens e passagens, material permanente, serviço de terceiros e aluguéis.

Hoje, pela manhã, ao chegar ao Ministério da Fazenda, Mantega não quis falar aos jornalistas sobre o assunto.

De acordo com o ministro, o governo acompanhará o impacto dos cortes ao longo do ano. Se houver necessidade, novos cortes !“ mas não aumento de impostos – serão feitos. Mantega disse que o importante é cumprir a meta de 2,3% [de superávit primário], e ela será obtida a qualquer custo”.

A meta de superávit primário corresponde ao pagamento de juros da dívida pública, valor que compensa a perda de arrecadação com a redução de impostos ao longo do ano. O superávit primário é portanto a soma das receitas e despesas do governo, descontados os gastos com pagamento de juros.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Meu deus do céu, o nível dos comentários. Nestas horas dá vontade de desistir de tudo, um comentário mais sem pé nem cabeça que o outro. Um fala de impostos altos, por favor, isto não tem nenhuma relação com o travamento da economia. Desculpe caros colegas, mas a falta de leitura de vocês me dá medo. VOCÊS SÃO OS INFORMADOS? IMAGINEM OS DESINFORMADOS! Nem vou perder meu tempo tentando explicar que o superávit primário é uma burrice técnica e visa apenas favorecer o capital financeiro. É profundo demais para um bando de lorpas como vocês.

  2. Manteiguinha, o maior mentiroso do Brasil.

  3. a coisa tá preta, aumentaram demais os impostos e travaram a economia, daí trava a arrecadação…. GOVERNO GANANCIOSO, TANTO QUER, NADA TEM… Deveria cortar cargos em comissão, pois é uma economia permanente e eficaz.

    Isso chama-se crise e já havia antecipado ela mês passado, se lembrarem de alguns comentários que fiz.

  4. OLHA o tamanho da naba que eu to levando;
    Agora é a vêz de vcs levarem e sem vazilina.

  5. É …………

    Quero só ver!

    Acreditar na PTzada é muito dificil!

    E vamos lá Brasil

    • Mais facil acreditar no PT do que no seu patrao beto richa

    • Bem lembrado Ale, ano passado estou lembrando que o patrão do tal do Fala Sério – Professor da Rede Estadual andou falando em diminuição de 20% nos custos, inclusive no cafezinho, mas o Paraná foi surpreendido em 2013 com a migração de ex comissionados do Ducci, derrotados em 2012, abarrotados no Palácio Iguaçu.

  6. Papel higiênico já tem épocas que falta, viu…e a gente reveza trazendo pacotes de casa…sabonete para lavar as mãos também…até galão de água a gente teve período de vacas magras e pagou do próprio bolso…mas nós somos os funcionários que estudaram, fizeram concurso, soldados rasos…o café já é requentado…por isso quando falarem em funcionário público na TV separem o joio do trigo.

  7. O q?? A gente é funcionário, concursado, e vai ter que trazer café de casa?? Rs