29 de julho de 2013
por Esmael Morais
52 Comentários

Gleisi sinaliza desistência do governo do PR ao anunciar facilidades para pedágio em rodovias

Depois de pilotar o projeto de privatização de portos, agora a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), deverá se enfronhar com a privatização das rodovias. A petista fala em facilitar [ainda mais!] as condições de financiamento definidas para as concessões de estradas visando aumentar o interesse do setor privado (leia-se pedágio).

A pauta de Gleisi Hoffmann é pauta de quem não pretende disputar eleição em 2014. São agendas que custariam muito caro numa campanha majoritária.

Como leitor deve saber, a ministra é apresentada pelo PT como candidata à  sucessão do governador paranaense Beto Richa (PSDB).

Em fevereiro, o tucano não titubeou em acusar a provável adversária de “aderir ao neoliberalismo e à  privatização” diante do embate da MP 595 (MP dos Portos).

Acho que a tarefa de enfrentar o tucano em 2014 caberá mesmo a Osmar Dias — sob as bandeiras do PDT, PT, PMDB, DEM, PV e outros oposicionistas (clique aqui para relembrar). Gleisi não faz movimento de quem disputará o Palácio Iguaçu. O primeiro palaciano a lançar dúvidas sobre o projeto eleitoral foi o próprio marido dela, Paulo Bernardo (Comunicações), em março (clique aqui para relembrar).

A Casa Civil avisa que tem pressa para privatizar as rodovias. A previsão é de que os primeiros editais sejam publicados até o final desta semana, referentes à s BRs 262 e 050. O leilão pode ser realizado já na segunda quinzena de setembro.

Governo relaxa exigências à s pedagiadoras

à‰ chover no molhado abordar a luta que o Paraná e outros estados têm com a máfia do pedágio. Entretanto, descolada da realidade, a ministra anuncia o aprofundamento da privatização das rodovias.

Nesta semana, o governo simplificou as garantias exigidas das concessionárias nos empréstimos tomados junto aos bancos públicos. Ficou acertado, por exemplo, que serão exigidas garantias distintas para cada fase do empreendimento.

Todo o modelo foi acertado com o governo, bancos públicos e setor privado. Esses são projetos de longo prazo e requerem condições especiais!, explicou Gleisi.

Ficou definido que quando as duplicações estiverem concluídas – a partir do 5!º ano -, os recebíveis gerados pelo próprio projeto poderão ser tomados como única garantia do financiamento. Na fase pré-operacional, o concessionário oferecerá apenas um seguro garantia e uma finca correspondente a 20% do empreendimento, onerando menos o projeto e permitindo tarifas mais baixas.

As empresas terão, ainda, o apoio da Agência Brasileira Gestora de Fundos e Garantias (ABGF). Os riscos não gerenciáveis e não seguráveis dos projetos serão seguradas pela ABGF, sendo o empreendedor responsável pelas perdas iniciais (20%).

Os financiamentos poderão ter prazos de até 25 anos, com cinco anos de carência. O custo será de Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) acrescida de até 2% a Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Vem aí a Pré-Sal Petróleo S.A.

da Agência BrasilEm menos de 15 dias o governo vai publicar o decreto sobre a criação da Pré-Sal Petróleo S.A., empresa estatal que irá gerenciar a exploração do petróleo do pré-sal. A previsão é do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Ele disse que o primeiro leilão sob o modelo de partilha será feito em outubro, para a exploração do Campo de Libra, na bacia de Santos, onde as estimativas são de 8 bilhões a 12 bilhões de barris de petróleo.

As ofertas deverão ser feitas pelas empresas nacionais que se constituirão em consórcios e as internacionais são diversas, de vários países. A Petrobras participará do consórcio vencedor, com 30%, mas não está restrita a isso. Até deve entrar no processo para aumentar sua participação!.

O ministro disse ainda que o governo marcou um leilão para novembro para a exploração de gás de xisto. Temos muita esperança de que o Brasil será muito produtivo. As maiores reservas estão nos EUA, na China, Argentina e no Brasil. Tudo tem seu tempo e estamos organizando as operações a tempo!.

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
16 Comentários

ONU vê progresso social impressionante! no Brasil; por que só a velha mídia não vê?

da Agência Brasil, via Brasil 247
Nas últimas duas décadas, o Brasil quase dobrou o seu àndice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), passando de 0,493, em 1991, – considerado muito baixo !“ para 0,727, em 2010, o que representa alto desenvolvimento humano, conforme o Atlas do Desenvolvimento Humano Brasil 2013. No período, país registrou crescimento de 47,8% no IDHM.

Em 1991, 85,5% das cidades brasileiras tinham IDHM considerado muito baixo. Em 2010, o percentual passou para 0,6% dos municípios. De acordo com o levantamento, em 2010, o índice de municípios com IDHM considerado alto e médio chegou a 74%, enquanto em 1991, não havia nenhuma cidade brasileira com IDHM considerado alto e 0,8% apresentavam índice médio. Pela escala do estudo, é considerado muito baixo o IDHM entre 0 e 0,49, baixo entre 0,5 e 0,59; médio de 0,6 e 0,69, alto 0,7 e 0,79 e muito alto entre 0,8 e 1,0.

O IDHM é o resultado da análise de mais de 180 indicadores socioeconômicos dos censos do IBGE de 1991, 2000 e 2010. O estudo é dividido em três dimensões do desenvolvimento humano: a oportunidade de viver uma vida longa e saudável [longevidade], ter acesso a conhecimento [educação] e ter um padrão de vida que garanta as necessidades básicas [renda]. O índice varia de 0 a 1, sendo que quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano.

De acordo com o Atlas do Desenvolvimento Humano Brasil 2013, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro, o Brasil conseguiu reduzir as desigualdades, principalmente, pelo crescimento acentuado dos municípios menos desenvolvidos das regiões Norte e Nordeste.

“A fotografia do Brasil era muito desigual. Houve uma redução, no entanto, o Brasil tem u Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
28 Comentários

Bruxo reafirma previsão de morte de José Sarney; assista ao vídeo

O polêmico bruxo Chik Jeitoso, depois de nova consulta à s "Lâminas Sagradas", reafirmou nesta segunda-feira (29) que o senador José Sarney "deverá partir" em breve; dentre a clientela do macumbeiro, além de artista da Globo, está o senador tucano Alvaro Dias, que o contratou para fazer um trabalho! contra o petista André Vargas, vice-presidente da Câmara, que se assanhou em disputar pelo Paraná a única cadeira ao Senado.

O polêmico bruxo Chik Jeitoso, depois de nova consulta à s “Lâminas Sagradas”, reafirmou nesta segunda-feira (29) que o senador José Sarney “deverá partir” em breve; dentre a clientela do macumbeiro, além de artista da Globo, está o senador tucano Alvaro Dias, que o contratou para fazer um trabalho! contra o petista André Vargas, vice-presidente da Câmara, que se assanhou em disputar pelo Paraná a única cadeira ao Senado.

O ex-presidente da República e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), de 83 anos, está internado desde a madrugada de domingo (28), no UDI Hospital, em São Luís, Maranhão, depois de sofrer fortes dores no peito.  ... 

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
10 Comentários

Richa e Curi anunciam duplicação da Rodovia dos Minérios, que leva a…

Richa e Curi anunciam nesta tarde duplicação da "Rodovia do Amor", através de PPP com o Grupo Votorantim, ao custo de R$ 200 milhões; também conhecida como Rodovia dos Minérios, depois de concluída, a obra na PR 092 vai beneficiar  municípios de Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré e Itaperuçu; a região tem frequentes acidentes graves e protestos de moradores pela segunda pista; orelha seca do blog diz que, pela localização da intervenção governamental, o tucano ainda não desistiu do Caixa Único (CU) alheio.

Richa e Curi anunciam nesta tarde duplicação da “Rodovia do Amor”, através de PPP com o Grupo Votorantim, ao custo de R$ 200 milhões; também conhecida como Rodovia dos Minérios, depois de concluída, a obra na PR 092 vai beneficiar municípios de Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré e Itaperuçu; a região tem frequentes acidentes graves e protestos de moradores pela segunda pista; orelha seca do blog diz que, pela localização da intervenção governamental, o tucano ainda não desistiu do Caixa Único (CU) alheio.

O governador Beto Richa (PSDB) e o deputado Alexandre Curi (PMDB), ainda atordoados pela liminar do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), da última quinta-feira à  noite (25), que trancou a transferência dos bilionários depósitos judiciais do Tribunal de Justiça para o Caixa Único (CU) tucano, anunciaram há pouco em Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba, a duplicação da Rodovia dos Minérios. ... 

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
6 Comentários

Pelos TRFs, movimento suprapartidário vai declarar guerra ao ministro Barbosa na quinta

Os paranaenses André Vargas (PT), vice-presidente da Câmara, e Sérgio de Souza (PMDB) já preparam nova  batalha pela criação dos TRFs; na quinta-feira 1!º, em Brasília, evento suprapartidário, com presença de governadores, prefeitos de capitais, senadores e deputados, marcará articulação de um movimento nacional contra o ministro Joaquim Barbosa;   em maio último, durante evento em Curitiba, o presidente da OAB, Juliano Breda cravou essa: "Nenhum diálogo inteligente é possível" com o presidente do STF; relembre ouvindo o áudio.

Os paranaenses André Vargas (PT), vice-presidente da Câmara, e Sérgio de Souza (PMDB) já preparam nova batalha pela criação dos TRFs; na quinta-feira 1!º, em Brasília, evento suprapartidário, com presença de governadores, prefeitos de capitais, senadores e deputados, marcará articulação de um movimento nacional contra o ministro Joaquim Barbosa; em maio último, durante evento em Curitiba, o presidente da OAB, Juliano Breda cravou essa: “Nenhum diálogo inteligente é possível” com o presidente do STF; relembre ouvindo o áudio.

O senador Sérgio Souza (PMDB-PR) e o vice-presidente da Câmara Federal, deputado André Vargas (PT-PR), visitarão na próxima quarta-feira (31), o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), da Bahia, Jaques Wagner (PT), e de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB).  ... 

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Até 2014, Brasil deve ter 60 mil escolas públicas com aulas em período integral

da Agência BrasilMais de 49,3 mil escolas públicas em todo o país têm atividades em período integral. A expectativa é que até o ano que vem sejam 60 mil. No turno complementar, além de acompanhamento pedagógico obrigatório com aulas de reforço escolar em matemática, português, ciências e uma língua estrangeira, os alunos podem praticar esportes e participar de atividades culturais, que ajudam a melhorar a disciplina e a concentração.

Nossa prioridade tem sido as escolas onde estão as crianças mais pobres, que são aquelas que recebem o Bolsa Família!, disse hoje (29) Dilma Rousseff, durante o programa Café com a Presidenta.

Segundo ela, a educação em dois turnos é importante para o aluno, para a família do aluno e para todo o país, pois o modelo ajuda no aprendizado de crianças e adolescentes. Nenhum país do mundo chegou a se transformar em uma nação desenvolvida sem que as crianças tenham dois turnos na escola, nos colégios!, ressaltou.

Estudantes de 19,7 mil escolas rurais também participam do programa de ensino em dois turnos. Nessas escolas, além das atividades oferecidas nas demais escolas, os alunos ainda têm aulas ligadas à  realidade do campo e da agricultura.

Só este ano, o governo federal já investiu R$ 1,8 bilhão no programa de educação integral. A maior parte dos re Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
54 Comentários

Pelo cancelamento de concurso, professores prometem protesto dia 1!º de agosto contra Richa

Se o secretário de Estado da Educação, Flávio Arns (PSDB), não fosse o vice-governador, muito provavelmente, o governador Beto Richa (PSDB) já o teria mandado calçar pantufas de tartaruguinhas há muito tempo. Como cunhado e sogra, depois de escolhido o vice, é difícil se livrar dessa tropa.

Mesmo com a coleção de lambanças à  frente da Secretaria de Estado da Educação (SEED), não há evidências de que haverá troca no comando da pasta. Entretanto, os estrategistas do governador já têm duas certezas absolutas: 1- Arns não será vice em 2014 na chapa do tucano; e 2 – Arns não será mais o secretário da Educação, caso ele [Richa] seja reeleito.

Dito isto, chega-me a informação de professores e pedagogos organizam um protesto dia 1!º de agosto, quinta-feira próxima, à s 11 horas, em frente ao Palácio Iguaçu. Os educadores prometem levar um “bolo” para comemorar o aniversário do governador — que é nesta segunda-feira, 29 — representando o “bolo! que eles dizem ter levado do tucano nesse concurso.

Pelo Facebook, os professores reivindicam a anulação do concurso realizado pela PUCPR e realização de um novo certame para selecionar cerca de 14 mil profissionais da Educação necessários nas 2,1 mil escolas da rede pública estadual.

A sucessão de equívocos, trapalhadas e de desorganização no certame faz com que o magistério lance fortes suspeitas de chuncho! no concurso realizado em maio deste ano. Para quem não conhece o termo, surgido no Norte do Paraná, chuncho! é o equivalente a golpe, armação, falsificação, trapaça, maracutaia, etc.

Professores altamente qualificados em suas respectivas áreas foram reprovados; quem se inscreveu para assumir aulas em Curitiba acabou sendo registrado em Londrina; quem se manifestou para lecionar Biologia teve o resultado em Matemática, mesmo não possuindo graduação. E pior: não foram casos isolados, exceções. A bagunça foi a regra (clique aqui para relembrar a denúncia).

A SEED contratou a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) para aplicar as provas, que também foi alvo de críticas porque teria barrado a entrada de educadores no concurso.

“Não vamos aceitar a culpabilização dos candidatos nesse processo de reprovação em massa e completa desorganização, pois este concurso está pautado num projeto político de sucateamento da Educação que busca individualizar os problemas do sistema educacional”, diz a professora Tábata Gomes, uma das organizadoras do protesto nas redes sociais, que afirma que haverá manifestações quinta em Maringá, Londrina, Cascavel e Curitiba.

A seguir, leia a íntegra da lista com os nove erros no concurso apontados pelos professores:

REIVINDICAMOS A ANULAà‡àƒO IMEDIATA DO CONCURSO, PARA GARANTIR A ISONOMIA E A TRANSPARàŠNCIA NO PROCESSO SELETIVO.

PROBLEMAS OBSERVADOS:

1- Falta de fiscalização: as pessoas podiam ir ao banheiro com o celular e não havia detector de metais;
2- Fechamento das portas: no edital constava portões;
3- Falta do envio do espelho da redação: ela cerceou a possibilidade de um recurso com ampla defesa;
4- A organizadora desrespeitou o tempo de publicação dos resultados;
5- O edital não respeita o Decreto Estadual 7116;
6- Na parte detrás da prova de redação, havia os dados completos do candidato;
7- As questões possuíam falha tanto material quanto formal;
8- A PUC atuou de forma desorganizada e amadora enviando informações diversas a que o candidato/a se inscreveu; e
9- A organizadora desrespeitou o princípio de legalidade, moralidade, impessoalidade, eficiência, celeridade, ampla defesa, publicidade, finalidade e motivação.

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
30 Comentários

Dilma enfrenta mitos e faz demolidora comparação com FHC

do Brasil 247 Generosa em discursos públicos, mas sovina em relação a entrevistas à  mídia, a presidente Dilma Rousseff nada perdeu, ao contrário, ao falar por quase três horas com a jornalista Monica Bergamo. O conteúdo do encontro estampou a primeira página do jornal Folha de S. Paulo no domingo 28 sob o título ‘Lula não vai voltar porque ele nunca saiu’, afirma Dilma. Sem contar, neste ponto, nenhuma novidade.

!“ “Querida, olha, vou te falar uma coisa: Lula e eu somos indissociáveis” –, a presidente irritou seus críticos. Dos que orbitam, no PSDB, sob a influência do chefe partidário Fernando Henrique Cardoso, aos que pautam seus movimentos pelos passos do governador Eduardo Campos, do PSB, alcançando os fiéis seguidores de Marina Silva, do Rede Solidariedade. Por que cada um que tem seu líder e modelo tem dificuldade em aceitar que Dilma também tenha, ela própria, um político referencial?

Num país que se acostumou a ver criaturas políticas procurando devorar seus criadores, causa espécie Dilma agir de maneira leal com o ex-presidente. Mas, a não ser pelos interesses político-eleitorais, essa atitude de entendimento com o antecessor deveria ser comemorada. Afinal, a presidente elegeu-se pela mão de Lula e, uma vez no poder, não faz como outros tantos que na primeira chance renegam até mesmo o passado recente em nome de autonomia e independência, os nomes mais bonitos para o que também se poderia chamar de ingratidão e traição.

Se ainda precisasse explicar mais suas ligações com Lula, Dilma poderia argumentar que, do ponto de vista institucional, com ex-presidentes, ela procurou formalmente o ex-presidente Fernando Henrique. A ele, até mesmo dirigiu carta escrita de próprio punho, com elogios à  sua gestão, e muito comemorada pela oposição. Porém, em lugar de uma postura de união nacional, FH preferiu manter-se em sua casamata da qual desfere ora ironias, ora críticas sem humor ao governo. O que restaria a Dilma, então, isolar-se ou manter acesa a chama de seu histórico relacionamento com Lula? Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
37 Comentários

Valdir Rossoni joga a toalha: “Você venceu, Gleisi Hoffmann”

Rossoni joga a tolha, admite a derrota para Gleisi, entretanto, omite que Richa caiu duas vezes no conto do "paco" na semana passada; decisão liminar do CNJ, proposta pelo Dr. Juliano Breda, da OAB, deixou o tucano mais longe da reeleição em 2014.

Rossoni joga a tolha, admite a derrota para Gleisi, entretanto, omite que Richa caiu duas vezes no conto do “paco” na semana passada; decisão liminar do CNJ, proposta pelo Dr. Juliano Breda, da OAB, deixou o tucano mais longe da reeleição em 2014.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), jogou a toalha e admitiu que a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), marcou um golaço na semana passada contra o governador Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

29 de julho de 2013
por Esmael Morais
36 Comentários

Especialista em trânsito reprova carro inventado por Jaime Lerner

O advogado Marcelo Araújo, um dos maiores especialistas de trânsito do país, ex-secretário Municipal de Trânsito de Curitiba, inaugura coluna hoje aqui neste blog. Presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR, Araújo, em sua estreia, afirma que o carro inventado pelo ex-prefeito e ex-governador Jaime Lerner — o “Dock Dock! — não passaria pelo crivo da legislação de trânsito brasileira. Segundo colunista, de cara, o motorista do automóvel levaria 19 pontos na carteira. Lei a íntegra de sua opinião:

O Dock Dock não passaria pelo Código de Trânsito Brasileiro

*por Marcelo Araújo

Quando se fala em transporte público e mobilidade o nome do Arquiteto e Urbanista Jaime Lerner é sempre lembrado, inclusive aqui no Blog, e um dos conceitos que tem sido defendido pelo ex-prefeito e ex-governador é do veículo alimentador! do transporte público, cuja utilização seria de forma compartilhada a exemplo das bicicletas em Paris.

Dentre as vantagens estariam o baixo custo de construção com materiais sustentáveis e tração elétrica, o que na questão ambiental são defensáveis tanto por não ser poluente quanto na emissão de ruídos. Seria realmente genial, não fosse a Lei!

Um veículo com as características do “Dock Dock” para ser utilizado em vias públicas sofreria as mesmas restrições de qualquer “carrinho de golfe”, dos carros elétricos que são usados em campos de futebol para prestar socorro a jogadores feridos, ou de qualquer mini-buggy, qual seja, é considerado um veículo motorizado, portanto sujeito a todas as exigências a eles inerentes.

Para adequar-se ao uso na via pública precisaria começar pela instalação de todos os equipamentos obrigatórios de qualquer automóvel, a saber, sistema de iluminação completo, espelhos, cinto de segurança, pneu sobressalente, extintor de incêndio, limpador e lavador de para-brisa, para-choques, entre outros. Mas não seriam ess Leia mais