19 de julho de 2013
por esmael
10 Comentários

Serra continua mais competitivo que Aécio, diz pesquisa em Londrina (PR)

Se o resultado das eleições de 2014 dependesse somente do município de Londrina, o segundo maior do Paraná, o ex-governador José Serra (PSDB) seria o sucessor de Dilma Rousseff (PT). Sorte que a cidade do Norte do estado não é o país e Serra não é o candidato preferido dos tucanos, que vão apostar todas as fichas no senador mineiro Aécio Neves.

O jornalista e blogueiro londrinense Zé Otávio, em sua página, informa que Serra tem 15,5% das intenções de voto contra 10% de Aécio. O levantamento é do instituto Portinari-Paiquerê AM, realizado agora em julho.

Os números da sondagem “coincidem” com tendência mostrada em pesquisa nacional divulgada no começo deste mês pela Paraná Pesquisa, de Murilo Hidalgo. No levantamento em questão, Serra apareceu com 21,7 % das intenções de voto ante 15,7% de Aécio.

A presidente Dilma Rousseff, que lidera as pesquisas de intenções de votos realizadas recentemente pelos Institutos Nacionais de Pesquisa, não teve a mesma sorte em Londrina.

Na estimulada para a Presidência da República, os londrinenses apontaram a seguinte preferência:

1 !“ José Serra (PSDB) 15,5%
2 -Aécio Neves (PSDB) 10,0%
3 !“ Marina Silva (REDE) 8,0%
4 !“ Lula (PT) 8,0%
5 !“ Dilma (PT) 6,5%
6 !“ Eduardo Campos (PSB) 2,5%
nenhum 30,0%
não sabe 20,0%

19 de julho de 2013
por esmael
15 Comentários

“Efeito Dilma” arrasta Beto Richa, que caiu 17,5% em Londrina (PR)

Richa despenca 17,5% em Londrina, segundo pesquisa Portinari-Paiquerê AM; "Efeito Dilma" pode ter arrastado tucano ao chão; a aprovação da presidenta caiu 35,5% na segunda maior cidade do Paraná.

Richa despenca 17,5% em Londrina, segundo pesquisa Portinari-Paiquerê AM; “Efeito Dilma” pode ter arrastado tucano ao chão; a aprovação da presidenta caiu 35,5% na segunda maior cidade do Paraná.

O jornalista Zé Otávio, em seu blog, comenta que o “Efeito Dilma” arrastou ao chão a popularidade do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), que despencou 17,5% em cem dias no segundo maior município do estado — Londrina. Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
Comentários desativados em Momento Cultural: “Amado” (Vanessa Da Mata)

Momento Cultural: “Amado” (Vanessa Da Mata)

Hoje é sexta-feira, dia de pequena pausa na brutalidade da política e de Momento Cultural. Nesta noite de inverno, Vanessa Da Mata interpreta “Amado”.

19 de julho de 2013
por esmael
83 Comentários

Governador Beto Richa pode ter sido vítima de fraude internacional

Governador Beto Richa pode ter embarcado num voo de galinha; golpista Luigino Fiocco, que promete investir R$ 174 milhões e gerar mil empregos em Maringá, foi condenado a seis anos de prisão, na Itália, por fraude idêntica; seria o mico do ano?

Governador Beto Richa pode ter embarcado num voo de galinha; golpista Luigino Fiocco, que promete investir R$ 174 milhões e gerar mil empregos em Maringá, foi condenado a seis anos de prisão, na Itália, por fraude idêntica; seria o mico do ano?

Na quarta-feira (17), este blog registrou que o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), assinou protocolo para instalação de fábrica de helicópteros e aviões no município de Maringá; também lembrou que o tucano gosta como ninguém desse tipo de brinquedinho! caro e que teria oportunidade de cumprir promessa de campanha, em 2010, para transportar doentes do interior até a capital com as aeronaves. Entretanto, Richa pode ter sido vítima de uma grande fraude internacional. Leia a investigação de Heraldo Gomes Alesco Neto, especial para o blog: Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
19 Comentários

TRFs: Sérgio Souza declara guerra ao ministro Joaquim Barbosa

O senador Sérgio Souza (PMDB-PR), coordenador no Senado da Frente Parlamentar em Defesa da Criação dos Novos TRFs, promete “guerra sem-fim” ao ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), que, por meio de uma liminar, suspendeu a Emenda Constitucional n!º 73, que cria os Tribunais Regionais Federais (TRFs) em Curitiba, Salvador, Manaus e Belo Horizonte.

Barbosa concedeu liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n!º 5017, apresentada pela Associação Nacional de Procuradores Federais.

O senador paranaense afirmou que o presidente do STF “não tem noção” da grande injustiça que cometeu contra cidadãos comuns que lutam por uma aposentadoria e destaca que há “mais de um milhão de processos parados nos tribunais”.

Indignado, Sérgio Souza distribuiu nota à  imprensa. Leia a íntegra:

Nota à  imprensa

– Essa é uma luta de 20 anos ou mais no nosso Estado, sendo que há mais de dez anos tramitava no Congresso Nacional. O ministro já havia anunciado ser contra, inclusive fornecendo dados que não são verdadeiros, de que os quatro tribunais custariam R$ 8 bilhões. O anteprojeto de lei já aprovado pelo Conselho da Justiça Federal indicou que os custos serão de R$ 516 milhões.

– Não tenho dúvidas de que não há vício de inconstitucionalidade. Nós temos sim o poder constituinte derivado, de alterar a constituição. Alteramos o artigo 27 do ADCT mudando de cinco para nove os tribunais e quem está criando toda a estrutura é o Poder Judiciário. Esse anteprojeto para criar os órgãos estava pronto para análise do Superior Tribunal de Justiça.

– O ministro Joaquim Barbosa não deve ter noção da grande injustiça que cometeu com essa decisão, ao atingir diretamente a população envolvida nesses estados que precisam de uma justiça de 2!º grau mais ágil, como aqueles que dependem de aposentadoria. Temos mais de um milhão de processos parados nos tribunais.

– O ministro Barbosa tinha que se declarar impedido para analisar o caso porque era publicamente contrário à  criação dos tribunais. E como o Supremo e o Congresso entraram em recesso, concedeu a liminar, uma vez que é ele quem toma as decisões nesse período.

– O Congresso deve aguardar a citação oficial por parte do STF e, por meio de sua procuradoria apresentar, apresentar argumentos para solicitar a reconsideração dessa concessão da liminar. Sabemos da morosidade do supremo, que pode demorar muitos anos para julgar o mérito.

Senador Sérgio Souza
Coordenador no Senado da Frente Parlamentar em Defesa da Criação dos Novos TRFs

19 de julho de 2013
por esmael
22 Comentários

Especialista em trânsito cobra “fim” da indústria da multa em Curitiba

O advogado Marcelo Araújo, colunista deste blog, em artigo, cobra o fim da indústria da multa em Curitiba; o secretário de Trânsito, Joel Krà¼eger, no começo do ano, havia "decretado" a extinção da arrecadação pela via punitiva e prometido uma inovação na área.

O advogado Marcelo Araújo, colunista deste blog, em artigo, cobra o fim da indústria da multa em Curitiba; o secretário de Trânsito, Joel Krà¼eger, no começo do ano, havia “decretado” a extinção da arrecadação pela via punitiva e prometido uma inovação na área.

por Marcelo Araújo*

Há dois assuntos que estão pendentes de explicação, sendo o da Indústria de Multas que já foi reiterada, no início do ano, do mês passado e nada foi explicado. Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
15 Comentários

Altman: Afastamento de réus do mensalão! da direção é ato de covardia do PT

Por Breno Altman, especial para o Brasil 247A decisão da corrente Construindo um Novo Brasil!, principal tendência interna do PT, excluindo José Dirceu, José Genoíno e João Paulo Cunha de sua relação de candidatos para a próxima direção nacional, representa bomba de efeito imoral. De joelhos diante da pressão exercida pela mídia tradicional e os setores conservadores.

O mínimo que se pode exigir na política é coerência. Se o comando petista considerou o julgamento da ação penal 470 um ato de exceção, a revelia das provas e das normas constitucionais, não passa de covardia o afastamento de dirigentes históricos que foram vítimas dessa eventual fraude jurídica. Um partido não pode temer o combate pelo que acha justo e certo.

Os três réus estão sendo sancionados pelo grupo majoritário antes até que seu processo transite em julgado. A decisão é de rara ignominia. Possivelmente apavorada por pesquisas, a direção dessa corrente capitula diante dos que trataram de manipular fatos e denúncias para desmoralizar o PT. Ilude-se quem considerar que esse gesto pusilânime saciará a fome dos lobos.

A exclusão dos condenados levará sorrisos aos lábios das correntes mais reacionárias e desânimo à s fileiras de esquerda. Há mais de quarenta anos, por todas as formas e meios, a direita pátria busca atirar Dirceu e Genoíno ao ostracismo. Representantes de primeira linha da geração que combateu a ditadura e construiu o PT, são levados ao altar do sacrifício por alguns de seus próprios companheiros. Está se abrindo uma página indigna na esquerda brasileira.

Não se trata apenas ou principalmente de uma questão ética. Pior que um crime, é um erro. Não há como o PT fugir de enfrentar a polêmica suscitada pelo chamado mensalão!, a não ser que seus dirigentes assumam a versão de seus adversários como verdadeira. Até que esta artimanha esteja desmontada junto à  opinião pública, dure o tempo que durar, o partido terá que dar batalha contra a narrativa conservadora. E só o fará se tiver postura solidária, altiva e corajosa.

Há quem alegue que os estatutos obrigam o afastamento de quem tenha sido condenado pela Justiça. Mas essa cláusula deveria ter validade para um processo considerado arbitrário e ilegítimo? Além do mais, o parágrafo XII do artigo 231 atribui essa punição para casos de sentença definitiva. Adotada antes de deliberação sobre embargos infringentes e declaratórios, a opção da chapa Construindo um Novo Brasil é ainda mais ultrajante.

Por fim, qual mensagem passa uma corrente que mantém entre seus candidatos uma figura como Paulo Bernardo, alinhado aos monopólios da mídia e empresas de telecomunicações, e afasta José Dirceu, o mais importante dirigente da história do PT? Não é uma ironia que seja preservado personagem que se abraça à  dir

19 de julho de 2013
por esmael
28 Comentários

MRV Engenharia é picareta!, dizem manifestantes em Curitiba; assista ao vídeo

Manifestantes fecham parte da Rua Bispo Dom José, a famosa avenida de granito, no Batel, contra calote da MRV Engenharia que recebeu dinheiro, inclusive do governo federal, mas não entregou apartamentos a 280 famílias de Curitiba.

Manifestantes fecham parte da Rua Bispo Dom José, a famosa avenida de granito, no Batel, contra calote da MRV Engenharia que recebeu dinheiro, inclusive do governo federal, mas não entregou apartamentos a 280 famílias de Curitiba.

Dezenas de pessoas estão protestando, neste exato momento, em Curitiba, em frente ao Show Room da MRV Engenharia, no bairro Batel, contra calote que a empresa teria dado em cerca de 280 famílias compraram na planta seu “primeiro AP” o prazo para entrega da obra seria março/junho de 2012!. Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
35 Comentários

Prefeito de Toledo ensina Fruet, de Curitiba: Frota pública e fim da farra com locação de veículos

Em janeiro, este blog mostrou ao prefeito Gustavo Fruet, de Curitiba, que cada carro alugado daria para comprar de três a quatro zero km; agora, seis meses depois, Beto Lunitti, prefeito da longínqua Toledo, prova na prática que é possível, sim, economizar recursos públicos acabando com a farra das locações ao constituir a frota municipal pública; podemos nos dar ao luxo de comprar um novo a cada período de trinta dias!, ensina a prefeitura toledana.

Em janeiro, este blog mostrou ao prefeito Gustavo Fruet, de Curitiba, que cada carro alugado daria para comprar de três a quatro zero km; agora, seis meses depois, Beto Lunitti, prefeito da longínqua Toledo, prova na prática que é possível, sim, economizar recursos públicos acabando com a farra das locações ao constituir a frota municipal pública; podemos nos dar ao luxo de comprar um novo a cada período de trinta dias!, ensina a prefeitura toledana.

Beto Lunitti (PMDB), prefeito do município de Toledo, no Oeste do Paraná, deu uma aula gratuita de zelo pelos recursos públicos que, quiçá, servirá de bom exemplo para os demais colegas no estado, dentre os quais Gustavo Fruet (PDT), de Curitiba. Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
3 Comentários

Papa receberá de Dilma escultura de artista paranaense

da Agência Brasil
A presidenta Dilma Rousseff presenteará o papa Francisco com a escultura de um frade, feita pelo artista plástico paranaense João Turin, que morreu em 1949. A escultura de cobre tem 44 centímetros e retrata um religioso de meia idade, com um livro nas mãos. Dilma ficou encantada com a obra quando a viu em junho, exposta na capital paranaense. Os curadores da mostra disseram à  presidenta que gostariam de que a escultura chegasse a Francisco. No último dia 15, Samuel Ferrari Lago, responsável pelo acervo de João Turin, entregou a peça ao Palácio do Planalto. Dilma entregará a escultura ao papa na próxima segunda-feira (22), quando ele chega ao Rio para participar da Jornada Mundial da Juventude.

“Não tenho dúvida de que o presente estará em boas mãos. Será um pedacinho do Paraná, do Brasil, no Museu do Vaticano. A escolha da presidenta pela escultura é a valorização dos artistas brasileiros. Isso é muito importante”, disse Lago à  Agência Brasil. “A escultura é lindíssima. A presidenta, quando viu, parou e ficou admirando, quis saber todos os detalhes.”

Na escultura, o frade é representado como um homem de meia idade, levemente curvado, calvo e com uma longa barba. O religioso está com os olhos voltados para baixo e parece ler atentamente. O estilo de Turin é considerado, por alguns especialistas em arte, como paranista. O movimento paranista foi fundado por intelectuais e artistas que defendiam o resgate e a preservação da cultura regional do Paraná.

Atualmente, o acervo completo de Turin passa por um processo inédito de resgate e restauração. As obras, feitas em gesso, estão sendo fundidas em cobre. Também está em fase de restauração um catálogo produzido pelo artista entre o início e meados do século 20. Turin é considerado o principal especialista brasileiro em obras retratando animais, mas frades e jornaleiros também chamaram sua atenção.

Há obras de Turin, no Brasil e também na Europa, principalmente na França, onde viveu por dez anos. Segundo Lago, a principal característica do artista é a complexidade. O curador ressaltou que, apesar de ter vivido no período da Semana de Arte Moderna de 1922, Turin foi fiel ao seu estilo. “Ele tinha muito apreço pela figura humana e era cuidadoso”, disse Lago.

A família Lago é responsável pelo acervo de Turin desde 2011 e prepara para junho de 2014, em Curitiba, uma exposição no Museu Oscar Niemeyer, com 60 peças do artista. “A ideia é aproveitar a Copa do Mundo [de 2014], quand

19 de julho de 2013
por esmael
10 Comentários

Aprovação Alexandre Kireeff continua caindo em Londrina

Conta o jornalista Zé Otávio, em seu blog, que o prefeito de Londrina, Alexandre Kireff (PSD), está perdendo musculatura muito rápido. Em apenas 100 dias, a aprovação da administração londrinense caiu 17%, de acordo com pesquisa da Portinari, divulga na manhã de hoje rádio Paiquerê AM.

Nos primeiros 100 dias, Kireeff teve uma aprovação de 77%. Com 200 dias, a aprovação bateu na casa de 60%.

A pesquisa Portinari-Paiquerê AM entrevistou 602 pessoas. Deste total, além dos 60% de aprovação, 33% disseram que não aprova. 7% não souberam responder. Entre os que não aprovam, o índice subiu 18%. Nos 100 primeiros dias, 15% não aprovavam.

Kireeff tirou nota 6

De 0 a 10, o Londrinense deu nota 6 para os 200 primeiros dias da administração Kireeff, na pesquisa Portinari-Paiquerê AM. Caiu 0,5 pontos em relação aos 100 dias. A maior nota foi no centro, 6,4, seguido da região oeste, 6,2. As regiões sul e leste deram nota 6 e a norte, a menor nota, com 5,7.

19 de julho de 2013
por admin
2 Comentários

Governo monitora redes sociais para identificar protestos na Jornada da Juventude

da Agência Brasil
JMJ2013-banner-730-150A Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos, do Ministério da Justiça, está monitorando redes sociais para identificar manifestações durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), entre os dias 23 e 28 de julho. A informação é do diretor de operações do órgão, José Monteiro, que coordena as ações de segurança no evento católico.

Segundo Monteiro, serão contidas pessoas que buscam oportunidade para cometer atos de violência e crimes! no meio dos protestos. Para assegurar a segurança no evento, cerca de 10 mil agentes das polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal atuarão somente na Praia de Copacabana, onde estão previstas duas atividades com a presença do papa Francisco na próxima semana.

19 de julho de 2013
por admin
17 Comentários

Movimento Passe Livre convoca nova manifestação em Curitiba

Movimento Passe Livre promete fazer nova manifestação, contra a CPI da Urbs, pela redução da tarifa para R$ 2,60 e domingueira a R$ 1; nesta sexta-feira, se São Pedro ajudar, MPL volta à s ruas da capital para exigir a revogação do aumento na passagem, em março, autorizada pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT).

Movimento Passe Livre promete fazer nova manifestação, contra a CPI da Urbs, pela redução da tarifa para R$ 2,60 e domingueira a R$ 1; nesta sexta-feira, se São Pedro ajudar, MPL volta à s ruas da capital para exigir a revogação do aumento na passagem, em março, autorizada pelo prefeito Gustavo Fruet (PDT).

O Movimento Passe Livre de Curitiba (MPL) fará um novo protesto na tarde desta sexta-feira (19), à s 18h, pela redução da tarifa do transporte público. O ato foi convocado pelas redes sociais e vai ter concentração na Boca Maldita, região central de Curitiba. Leia mais

19 de julho de 2013
por admin
24 Comentários

Depois de ganhar a rua, Marina seduz o mercado

do Brasil 247Ainda sem partido, Marina Silva não está para brincadeira. Segundo a pesquisa Ibope/Estadão, divulgada ontem, a ex-senadora que tenta viabilizar sua Rede Sustentabilidade iria para o segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff, se as eleições fossem hoje. E estaria em empate técnico, com 34% dos votos, contra 35% de Dilma.

Marina, inegavelmente, foi a grande beneficiária das manifestações de rua que tomaram o País e se voltaram contra a classe política tradicional. Muitos dos “sem-partido” se identificam com seu discurso que prega a ética e a defesa da questão ambiental.

Agora, depois de ganhar as ruas, ela pretende seduzir também o mercado. E concedeu uma entrevista ao jornalista Daniel Barros, da revista Exame, que parece ter sido planejada com essa finalidade. Marina revelou os nomes de sua “equipe econômica” !“ Eduardo Giannetti da Fonseca, do Insper, Paulo Sandroni, da FGV, Ricardo Abramovay, da USP, e até mesmo André Lara Resende, da PUC-RJ e ex-governo FHC !“ e também fez um discurso que soaria como música para empresários e investidores.

Eis alguns pontos:

As manifestações

As pessoas dizem que a maneira como os governantes estão operando, na lógica do poder pelo poder, do dinheiro pelo dinheiro, já não as representa mais. Isso é a melhor energia que se pode ter em uma democracia.

Condução da economia

Eu dizia, em 2010, que o atraso na política ia acabar nos levando a perder as conquistas alcançadas a duras penas nos 16 anos anteriores: a estabilidade econômica e a inclusão social. Quando tivemos a crise financeira em 2008, foram tomadas medidas corretas para o estímulo do consumo. Quando o país voltou a crescer, a partir do segundo semestre de 2009, o governo teria de ir puxando o freio do intervencionismo.

Papel do Banco Central

Não é necessária uma lei para dizer que não devo comer açúcar de manhã, à  tarde e à  noite para não me tornar diabética. Não precisa da institucionalização. Até porque já tivemos experiências no governo de Fernando Henrique Cardoso e no de Lula em que havia essa autonomia.

Controle de gastos

Controlar a inflação por meio da elevação de juros é apenas um dos instrumentos. O gasto público também precisa ser controlado. Como se cria uma cultura de controle do gasto público se a governabilidade é feita da distribuição indiscriminada de mais e mais pedaços do Estado? Se há 39 ministérios?

Concessões

As concessões estão sendo feitas agora, mas com um atraso de oito anos (!¦) à‰ preciso dizer que queremos um serviço de qualidade, mas com um preço acessível para as pessoas. E permitir uma taxa de retorno que não inviabilize a qualidade e o acesso ao serviço.

Exploração do pré-sal

19 de julho de 2013
por admin
16 Comentários

Lula diz que Dilma é uma extraordinária candidata para eleição de 2014

Via O Estado de São Paulo
O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva rompeu o silêncio de mais de um mês, negou a intenção de ser candidato a um novo mandato e defendeu enfaticamente a reeleição da presidente Dilma Rousseff em 2014. Eu tenho candidata a presidente da República. A companheira Dilma é uma extraordinária presidenta, uma extraordinária candidata e não vejo ninguém com as qualidades dela para assumir a Presidência desse País!, disse Lula, após uma palestra em São Bernardo do Campo, São Paulo. Ele disse que, apesar do momento político delicado, com a perda da popularidade da presidente, é necessário julgar o governante pelos quatro anos de mandato e pelas coisas que prometeu e cumpriu.

Tenho certeza que Dilma está dentro do que prometeu fazer e vai fazer muito mais!, avaliou. Indagado sobre a influência pessoal em uma reforma ministerial, Lula disse que não daria palpite e avaliou que Dilma tem total controle sobre o governo. Somente Dilma pode chamar e tirar ministro; já terminou meu mandato e só posso torcer por ela!, avaliou. Lula admitiu que todos ficaram surpresos com a capacidade de mobilização que teve o Brasil com a onda de protestos no País iniciada em maio.

Protestos demonstram que povo está ávido a querer participar da vida do País!, afirmou. O ex-presidente usou a saúde, uma das pautas dos protestos, para criticar a derrubada da Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF) durante o segundo mandato dele como presidente. Alguns políticos que agora estão na oposição acabaram com a CPMF e tiraram R$ 350 bilhões da saúde!, no período iniciado no segundo mandato dele até os dois anos e meio do de Dilma.

19 de julho de 2013
por esmael
15 Comentários

Educação patina até mesmo na avaliação do tucano Beto Richa

Os tucanos Flávio Arns e Beto Richa, aos poucos, vão conseguindo a proeza de destruir uma das melhores educação do país; resultado do Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná (Saep) significa nova tragédia anunciada no Ideb, a avaliação do governo federal, que será divulgado no segundo semestre.

Os tucanos Flávio Arns e Beto Richa, aos poucos, vão conseguindo a proeza de destruir uma das melhores educação do país; resultado do Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná (Saep) significa nova tragédia anunciada no Ideb, a avaliação do governo federal, que será divulgado no segundo semestre.

O leitor deste blog já sabia, desde 2012, quando foi lançado o Sistema de Avaliação da Educação Básica do Paraná (Saep), pelo governo de Beto Richa (PSDB), que essa prova tucana seria num verdadeiro desperdício de dinheiro público porque o governo federal já oferta a “Prova Brasil”. Em setembro do ano passado, eu também registrei aqui que a avaliação do MEC já revela os dados da Educação no estado. Leia mais

19 de julho de 2013
por esmael
13 Comentários

CPI quer federalizar investigação do pedágio no Paraná

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, com o apoio da poderosa Federação das Indústrias do Paraná, comandada pelo empresário Edson Campagnolo, deverá federalizar as investigações contras as concessionárias requerendo presença do Ministério Público Federal e do TCU; entidades do poder produtivo, lideradas pela Fiep, também querem levar a questão do pedágio à s ruas.

Deputado Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, com o apoio da poderosa Federação das Indústrias do Paraná, comandada pelo empresário Edson Campagnolo, deverá federalizar as investigações contras as concessionárias requerendo presença do Ministério Público Federal e do TCU; entidades do poder produtivo, lideradas pela Fiep, também querem levar a questão do pedágio à s ruas.

O pedágio faturou indevidamente R$ 2 bilhões, em São Paulo, a partir de 2006. à‰ o que revela uma auditoria em dez trechos de rodovias auditados. Se lá a coisa está nesse pé, imagine aqui onde a coisa rola mais frouxa que pirulito em boca de banguela desde 1998? Leia mais