Xaropice pode render cassação a vereador tucano em Curitiba

O pacato vereador Hélio Wirbiski perdeu a paciência com o colega Galdino (foto de Adriano Rabiço), a quem acusa de transformar a Câmara num circo [de horrores]; parlamentar pediu providências no Conselho de à‰tica, que pode cassar o mandato do tucano.

O pacato vereador Hélio Wirbiski perdeu a paciência com o colega Galdino (foto de Adriano Rabiço), a quem acusa de transformar a Câmara num circo [de horrores]; parlamentar pediu providências no Conselho de à‰tica, que pode cassar o mandato do tucano.

O vereador Professor Galdino, do PSDB, ao que consta, não é ladrão. Outras coisas eu não sei, mas ele é acusado por seus pares, na Câmara de Curitiba, de ser muito xarope.

Pois bem, será a primeira vez neste país que xaropice pode terminar em cassação de mandato. Ninguém aguenta Galdino no legislativo curitibano.

Tem vereador propondo que a Câmara faça um convênio com o professor Wilson Picler, ex-presidente do PDT e especialista em OVNIs, para articular a abdução do tucano pelos ETs.

Nesta quarta-feira (5), até o pacato vereador Hélio Wirbiski (PPS) perdeu a paciência. Foi à  tribuna para pedir providências do Conselho de à‰tica contra o colega do PSDB.

“Não é aceitável que todo o esforço que estamos fazendo para recuperar a imagem da Câmara seja destruído por ações intempestivas e irresponsáveis desse vereador, como ocorreu durante a sessão de ontem”.

Para quem não sabe, Galdino estreou ontem, na Câmara, a “TV Xarope”. A iniciativa rendeu muito bate-boca e suspensão da sessão que discutia a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Comentários encerrados.