Veja como foi a invasão ao Palácio Iguaçu em Curitiba; assista ao vídeo

Ontem à  noite (17) milhares marcharam rumo ao Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, no Centro Cívico, em Curitiba. O protesto terminou em confronto entre os manifestantes e a polícia de choque. Vários acabaram detidos no 1!º Distrito Policial.

O blog mostra para o leitor as imagens, via Gazeta do Povo, do momento em que vários estudantes derrubam um portão de acesso ao Palácio Iguaçu.

Nesta manhã, o governador Beto Richa (PSDB), em entrevista coletiva, disse que “não tinha uma faixa sequer contra o governo dele na manifestação e que quando era prefeito reduziu o valor da tarifa do ônibus e criou a domingueira”.

Na prática, o tucano tirou “o dele” da reta e tenta colocar “o do” prefeito Gustavo Fruet (PDT).

21 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Mas, gente, o Esmael fez o comentário pensando que os baderneiros seriam parabenizados.
    Perdeu, Esmael, e de lavada!
    E a gente sabe donde vem as orientações pros paus mandados.

  2. A manisfestação foi pacifica, tem um grupinho de baderneiro como esse pra estragar.

  3. Esmael e demais a IDÉIA DE REPRESENTAÇÃO POLÍTICA NO BRASIL NÃO SERÁ MAIS A MESMA!

    Estes protestos deixaram fora de rumo e vai transtornar o pensamento atual da representação política, que até agora se mostrou inconciliável com o regime democrático e o bem estar social que os manifestantes defendem. Deu e dá para entender que ás várias formas de governos no país estão fundados em algo volátil chamada vontade dos governantes. Não importa se boa ou má! Daqui para frente muitos manifestantes irão se posicionar contra a decadente e má conduzida representação política, por uma série de desmandos e atos de corrupção mostrarem não ser a vontade humana das massas infelizmente na época atual passível de representação. Os cidadãos brasileiros de agora em diante irão “conceber a noção e a concepção de governo” a partir dos conceitos mais desenvolvidos de igualdade, liberdade e fraternidade, de maneira que esses conceitos terão que mover realmente a nossa atual e fraca visão de representação política juntamente com a vontade daqueles que querem ser livres e iguais nas periferias do Brasil e das cidades, o que permitirá pensar a democracia representativa como um regime de governo instituído e exercido por representantes aos quais cabe o dever verdadeiramente de serem a voz da vontade de seus eleitores. Caso contrário, o Brasil presidencialista cairá no mesmo erro que outros regimes, como a monarquia e a aristocracia, ou seja, “o erro de legislar em causa própria como se estivesse legislando em nome do interesse geral”. Por que a atual democracia brasileira está sujeita e governada por grupos sectários que instituiriam ao longo dos anos um regime de interesses “elitistas neoliberais sinistros”, ou seja, interesses egoístas de classes ricas desprezadoras de classes mais humildes nela presentes. E para evitar esse sectarismo, deveria haver o método de escolha proporcional que, propiciaria a presença da maioria e da minoria no parlamento e, da discussão entre um lado e outro, seria construído o consenso. No Brasil está havendo e vai aumentar a crise do sistema representativo! E uma das propostas para compensar as falhas da representação tem sido o apelo por maior participação da população no poder. Assim desde já, deve-se questionar a viabilidade da representação no sentido de ser “corrigida” por meio de uma maior presença dos cidadãos na gestão pública de fato e não na teoria.
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=264793863659140&set=a.215949045210289.48454.215917518546775&type=1&theater

  4. Quando depedra o patrimonio Publico todos pagam a conta.muito dinheiro da saude vai para o conserto dos estragos. não adianta fazer isso!E mesma coisa que chutar o santo que voce adora ,falando para todos . não é para voce esmael…

  5. Para Quatro Barras não basta a ridicula diminuição de dez centavos na passagem. Tolardo: queremos melhoria no transporte público, mais onibus, mais horários, integração, qualidade, mais linhas para Piraquara…tá ouvindo, ou quer manifestação ai na frente da prefeitura????

  6. Contra o Palácio Iguaçu marchou meia dúzia de baderneiros petistas, assim sujando imagem do partido, que com certeza não sabia de nada. O resto da multidão, os mais de 20.000, tinham com alvo a Prefeitura, que não ouvindo o povo teima em manter a tarifa alta, mesmo com os governos federal e estadual dando incentivos fiscais para baratear a tarifa.

  7. O que vi nas imagens não foi uma manifestação, mas meia dúzia de baderneiros que mancharam uma manifestação pacífica, ordeira e de direito. Na grande maioria as manifestações foram positivas, mas lamentavelmente sempre tem um bando de desocupado que aproveita algo sério para destruir. Parabéns ao grupo que limpou as pichações feitas no palácio.

  8. E agora Bebeto, posando de bom moço, o pai do vale transporte aquele que abaixou os super 0,10 cents da passagem mas em contrapartida tinha autorizado a auto viação são josé a reduzir a frota e mudar os horarios como esta nessa materia:
    http://www.pautasjp.com/noticia.php?nid=2770
    Se não fosse o prefeito Setim obrigar a empresa voltar com as linhas,e que diga-se de passagem esta de parabens por essa atitude, estavamos que nem sardinha em lata nos onibus, agora explica essa pra nós a materia abaixo sobre o pedagio??

    Manobra governista barra nova tentativa de criar a CPI do Pedágio

    Oito meses após o requerimento ser protocolado, sete deputados estaduais retiraram assinaturas. Com o esvaziamento, presidente da Alep arquivou o pedido.

    Numa articulação de deputados aliados ao governador Beto Richa (PSDB), a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) arquivou ontem o pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as concessões do pedágio no Paraná. Para isso, sete parlamentares retiraram as assinaturas do requerimento de instalação, deixando o documento com 17 rubricas ““ o mínimo exigido é 18. Diante disso, o presidente da Casa, Valdir Rossoni (PSDB) ““ um dos que retiraram a assinatura ““, anunciou o arquivamento do pedido numa decisão controversa. Já há um movimento para reiniciar do zero a coleta de assinaturas, em um novo requerimento.

    Protocolado com 24 assinaturas por Nelson Luersen (PDT), o pedido da CPI do Pedágio foi publicado no Diário Oficial em outubro do ano passado. Desde então, aguardava na fila para sair do papel, pois somente cinco CPIs podem funcionar simultaneamente. Na última terça-feira, a comissão passou a ser a primeira na lista de espera e tinha grandes chances de ser instalada nas próximas semanas.

    No entanto, quase oito meses depois de o requerimento de Luersen ser apresentando, sete deputados ““ todos governistas ““ decidiram retirar a assinatura do documento, conforme publicação em diário da última sexta-feira. Ao tomarem conhecimento do fato, os parlamentares que encabeçavam o pedido da CPI tentaram protocolar quatro novas assinaturas na Mesa Executiva. O pedido foi negado por Rossoni, sob o argumento de que a comissão havia sido arquivada às 14h30 de ontem por falta de rubricas.

    Controvérsia

    Questionada se é possível retirar assinaturas de um requerimento já publicado em diário, a assessoria da Presidência da Assembleia informou que o regimento interno da Casa não menciona o assunto. O entendimento é de que, assim como os projetos de lei, um requerimento pode ser arquivado ou restituído ao autor a qualquer momento. Com base nesses argumentos, portanto, algum deputado também poderia incluir sua assinatura no documento ontem, uma vez que a decisão pelo arquivamento ainda não foi publicada em diário. Em relação a esse procedimento, entretanto, o entendimento foi outro.

    “Pode retirar, mas não pode incluir [assinaturas]?”, chegou a questionar Luersen. Segundo o pedetista, “forças ocultas e a pressão dos poderosos assustam alguns”. “Parece que não há vontade de investigar esse assunto”, disse.

    Na prática, a manobra regimental utilizada pela base governista foi a forma encontrada para barrar a segunda tentativa de instalar uma CPI do Pedágio na gestão Richa. “A CPI seria um prejuízo ao estado, já que o governo está mantendo um bom diálogo com as concessionárias, com vistas a reduzir as tarifas e retomar algumas obras”, justificou o líder do governo, Ademar Traiano (PSDB).

    Traiano bom dialogo só pro bolso de vcs até agora e pro povo???
    Continuamos escravos desse absurdo que é o preço do pedagio no parana!!!

  9. É MAIS EFICIENTE SEQÃœESTRAR O SECRETÁRIO DE TRANSPORTE E SÓ DEVOLVÊ-LO QUANDO BAIXAR A TARIFA.

  10. e quando vão informar qual foi o impacto do aumento de 50% da domingueira? Ou a matemática deixou de ser ciência exata? será que o Presidente da URBS sabe que a matemática é exata? Ou prefere continuar coma caixa preta? Por quÊ???

  11. Na verdade o problema é do Fruet. Ele é quem não abriu a caixa preta da Urbs, do ICI, dos taxis, deu mais dinheiro para construir a ponte estaiada ( sem rio!!!) em valores que já ultrapassam os 150 milhões etc etc etc. E daí ???

  12. Nem eram milhares, nem eram estudantes. Menos, Esmael, menos!
    Simples paus mandados.

  13. E sabem quem vai pagar a conta de um novo portão quebrado por estes bandidinhos que se transvestem de manifestantes? Somos nós cara pálida, nós que pagamos nossos impostos.

    Apoio sempre todo e qualquer tipo de manifesto ou reivindicação, mas quebra-quebra, incendios, destruição… isso é coisa de marginal, bandidinhos que devem ser presos e pagar por crime contra o patrimonio público.

  14. É a turma do PT fazendo arruaça (os presos são militantes do PT e um deles é enteado de um dep federal da gangue). Só que agora, cheios de vergonha, não carregam a bandeira da facção nas ruas. Estão em casa, guardadas e cheirando a naftalina.
    O povo, até que enfim, entendeu que não é com esmolas de bolsa família, esmola de eletrodomestico, esmola de carro novo, esmola de cesta basica que as pessoas terão dignidade!
    Queremos condições de conquistar todas essas coisas com o apoio dos serviços publicos e de um governo decente!
    Chega de pão e circo!!
    FORA DILMA, FORA PT, FORA LULA, FORA DIRCEU, FORA RENAN, FORA SARNEY, FORA COLLOR, FORA MALUF, FORA FRUET!!! Que timinho hein, meu Deus!!!

  15. Conheçam então neste comentário a grande liderança da grande indigNação. A grande liderança, na verdade, é apenas uma sintonia espiritual finíssima estabelecida no Brasil e no mundo, alojada em milhares de mentes e corações, de todos os segmentos sociais (inclusive partidário), e que, graças à Internet, estão se encontrando e se sintonizando cada vez mais, mais e mais, não obstante vigiada, espionada, patrulhada e até aqui cercada pelo establishment continuista da mesmice. Neste sentido, sempre dissemos que somos milhares no Brasil e no mundo, e não apenas meia-dúzia de gatos pingados pregando teimosamente ao vento na Internet há anos, não obstante ofendidos, achincalhados e até humilhados especialmente pelos solertes e truculentos brucutus do famigerado gollpismo-ditatorial, e do velho continuismo da mesmice, sempre de plantão, que morrem de medo da nossa espiritualidade. Viram, como já somos milhares, em que pese a infiltração de alguns impostores temporais espiritualmente violentos, oportunistas, que ainda não entenderam a nossa mensagem de paz, amor, perdão, conciliação, união e mobilização pela Mega-Solução, impossível de ser deturpada e muito menos usada por impostores e aproveitadores cujos espíritos e segundas intenções são logo detectados e repudiados. Chegou a hora de passarmos este país à limpo, de forma a ficar bom para todos, sem a velha malandragem de cada um puxar a brasa para a sua sardinha, e ponto final. E para isso, à evidência, fazia-se necessário o encontro da sintonia com o Projeto Novo e Alternativo de Nação e de Política-partidária-eleitoral, elaborado ao encontro de tal sintonia, que hoje temos pronto e com muita clareza, sob a luz do sol, com começo, meio e fim, como propõe a RPL (A Revolução Pacífica do Leão), cercada há 20 anos pelo establishment, e que é um conjunto de idéias cujo tempo chegou. E que a juventude consciente abraçou, ao que parece. Simples assim. E daí, resta saber se o establishment, a caciquia partidária e seus agregados estão dispostos a ajudar a passar este país à limpo, ou se preferem que a sociedade o faça, diretamente. Eis a questão. Xeque-mate.

  16. Esmael, impressiona como o senhor desvirtua as informações na tentativa de puxar o saco dos PeTralhas. Só que não cola mais, nem os baderneiros encomendados deram resultado. Todo mundo repudiou a estupidez do grupelho, que não chegava a 20.

  17. Vejam que os arruaceiros tem mascaras e cobrem o rosto. Isso é a vergonha de acabarem com o patrimonio público, e o conserto de tudo sai do nosso bolso. São os filhinhos de papai que não sabem o valor das coisas.

  18. Eita, ferveu o quisuco para o lado dos tucanos, não adianta o governador dizer que o quebra-quebra nada tem haver com ele, tem outras coisitas envolvidas nessa revolta, como o seu fraco desempenho como governador e a questão dos pedágios, o povo não perdoa isso.

  19. Entao quer dizer que o problema era nao ter NENHUMA FAIXA sequer contra o GOVERNO DELE?

    OK, começamos com a campanha: traga uma faixa contra o Richa na quinta-feira!

  20. E o Fruit pegou sua bicicletinha e fugiu pra casa. Mas, o povo quer é saber quando vai abrir a tal caixa preta.

    • Nem o Prefeito nem a Vice tiveram a coragem moral de exercer em nome do Povo Curitibano a abertura da caixa preta da URBS.

      O Prefeito anterior agiria da mesma forma.

      Chega de azuis e vermelhos!