Sérgio Souza destaca R$ 136 bilhões no Plano Safra 2013/2014

Sérgio Souza e Dilma no lançamento do Plano Safra 2013/2014. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

Sérgio Souza e Dilma no lançamento do Plano Safra 2013/2014. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

O senador Sérgio Souza (PMDB-PR) destacou ontem (4), em pronunciamento no plenário do Senado, o lançamento do Plano Safra 2013/14 pela presidenta Dilma Rousseff. Pela manhã, o parlamentar esteve no Palácio do Planalto participando do evento, que representa um marco para o agronegócio nacional.

O governo da presidenta Dilma tem atentado para a importância estratégica do agronegócio nacional. E mais uma vez oferece ao país um Plano Agrícola e Pecuário muito melhor do que o apresentado no ano anterior!, afirmou Sérgio Souza.

O senador paranaense aponta como evidente a atenção e a importância crescente do agronegócio. E elogiou posicionamento da senadora Kátia Abreu (PSD/MT), presidenta da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), ao saudar em seu discurso no evento a construção do Plano Safra 2013/14 como sendo aquele que envolveu mais ministérios na sua elaboração.

A presidenta Dilma anunciou o montante de R$ 136 bilhões para financiar a safra 2013/14, o maior da história, valor 18% superior ao período anterior e bem superior aos R$ 20,2 bilhões liberados na safra 2002/03. E na verdade a Presidente foi além, disse que se forem esgotados os recursos ela assegurará o repasse do que mais for necessário!, disse Sérgio Souza.

O plano abre crédito para agricultores de todo o país investirem na produção. O dinheiro pode ser usado para compra de equipamentos agrícolas e melhoramento de infraestrutura nas propriedades rurais. Do total de R$ 136 bilhões, R$ 97,6 bilhões vão para financiar custeio e comercialização e o restante, R$ 38,4 bilhões, será destinado a programas de investimento.

Sérgio Souza apontou três pontos fundamentais no novo Plano Safra, dos quais dois foram compromissos assumidos no lançamento do plano anterior: a criação Agência da Agência Nacional de Assistência Técnica (Anater), que será vinculada à  Embrapa; a disponibilização de R$ 25 bilhões, nos próximos cinco anos, para financiar a construção de silos com o objetivo de melhorar as condições de armazenamento e de escoamento da produção nacional; e dobrar a capacidade de armazenagem da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que receberá R$ 500 milhões na próxima safra.

Além disso, houve aumento de 75% em relação aos recursos disponibilizados para subvenção no ano passado no Seguro Rural. O montante passou de R$ 400 milhões para R$ 700 milhões em subvenções. Hoje é um dia de grande satisfação para a produção agropecuária nacional. Não apenas pelas excelentes notícias anunciadas, mas, sobretudo, pela atenção e pela importância que dá o governo ao setor!, destacou Sérgio Souza.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pela cara da Dilma na foto, dá pra ler o seu pensamento: “_ Que saco, sai do meu pé chulé”…

  2. Sérgio Souza destaca R$ 136 bilhões no Plano Safra 2013/2014!
    No governo tucano, esta noticia seria impensável. Os bilhões eram noticiados como socorro do FMI, ao governo tucano que recorria a esta instituição financeira quando quebrava o Brasil!

  3. Esmael.

    Vc nao vai contar que boa parte desta alta está vinculada ao potencial agroindustrial do PR para 2013/14?

    Ha ………. só para mudar um pouco. Vc também nao vai fazer nenhuma citação no seu BLOG a respeito das atrapalhadas do Ministério da Saúde?

    Que descrédito mesmo!

    • Você está mais para um comissionado do desgoverno, ou seja, um BABA OVO, do que professor da Rede Estadual. Se pertencer ao quadro da SEED, ocupa cargo de confiança, ou é mulher de malandro, que gosta de apanhar!

      • Seu Villa.

        Ja disse varias vezes neste Blog da minha função no Estado. Sou professor de matemática em Almirante Tamandaré!

        Também não sou nenhum BABA OVO do Estado ou muito memos CC. Sou um cara que rala todo dia e vejo muito bem o que o Estado faz pela Educação.

        Agora, adoro xingar em quem defende este governo medíocre do PT.

  4. Enquanto isso em BRASILIA…. Ninguem sabe o Que diz e nem assumem o que disseram, é um tal de “Eu disse isso? Quando? não lembro.”
    O ministro chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, divulgou nota nesta manhã para negar que a presidente Dilma Rousseff tenha censurado o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, por seu auxiliar cumprir a ordem judicial de primeira instância em processo de reintegração de uma fazenda em Mato Grosso do Sul. Carvalho declarou que cometeu um equívoco ao declarar, ontem, em reunião com indígenas Munduruku, que a presidenta Dilma Rousseff havia censurado o ministro por ter apressado o cumprimento da ordem judicial. As invasões de fazenda em vários estados por indígenas de várias etnias passaram a ser a mais nova crise do governo com reflexos no Congresso.

  5. Ele destaca, mas e dai? Destaque qualquer um dos presentes na sessão pode fazer. Este senador precisa começar a trabalhar de verdade, pois tentar fazer mídia no lombo dos outros é fácil, fácil.

    Te vira homem do céu, quando vai trazer algum recurso de verdade para o nosso Estado? Já é passada a hora, lá se foram dois anos e nada de nada?

    • Sérgio Souza fez mais pelo Paraná no Senado em meses, do que Álvaro Dias fez em décadas. O senador Sérgio Souza é um legítimo representante do Paraná, preocupado com os interesses do nosso Estado. Não fica no discurso da oposição pela oposição, sem rumo e sem novas perspectivas, como o Sr. Botox!

  6. este é o senador sem voto é bem a cara dele só apareçe da foto.
    é um cria do pessuti com a gleisy meu deus no que vai dar isso.

  7. Vai ter muito plantio de milho para tucano arrancar….

  8. Esmael e demais e assim continua “a agonia de cada dia” do PSDB que é o “Partido Sem Discurso no Brasil” sucursal do Paraná!

  9. Este senador não teve nenhum voto,mas é o que está trabalhando e espero que seja eleito senador da república em 2014,pois Álvaro Dias já era é só gente retrógrada para votar num cara desses que está a 16 anos em DF apenas lendo a Veja e Folha SP no plenário,a política precisa de renovação e votar em Álvaro Dias é do tempo que mulher usava anágua.