Metade dos prefeitos dão calote no piso dos professores no Paraná

Cerca de 200 municípios paranaenses não cumprem a Lei do Piso e colocam em risco a qualidade do ensino; este blog defende o impeachment de prefeito que não cumprir a Lei e não respeitar os direitos dos educadores.

Cerca de 200 municípios paranaenses não cumprem a Lei do Piso e colocam em risco a qualidade do ensino; este blog defende o impeachment de prefeito que não cumprir a Lei e não respeitar os direitos dos educadores.

Este blog mostrou no último dia 10 de junho que a prefeitura de Matinhos, Litoral do Paraná, vem descumprindo a Lei Nacional do Piso do Magistério, cujo valor estipulado para 2013 é de R$ 1.567,00 para trabalho de 40 horas semanais.

O prefeito daquele município Eduardo Antonio Dalmora (PDT), empresário bem sucedido, contestou a informação e teve direito ao contraditório neste democrático espaço. Afirmou que os educadores “estão chorando de barriga cheia”.

Nesta segunda-feira (17), o jornal Gazeta do Povo voltou ao assunto. Reportagem dos jornalistas Osny tavares e Oswaldo Eustáquio, correspondentes no Litoral, destaca que quase metade dos 399 municípios paranaenses não cumprem a Lei do Piso.

As prefeituras entopem o contracheque com gratificações e abonos para enrolar os professores, que na hora da aposentadoria ficam sem os benefícios. Nominalmente, o valor pago é maior que o piso estipulado, mas na realidade surrupia vencimentos de inativos e profissionais em licença.

Eu defendo que os professores radicalizem o processo contra prefeitos que não cumprem a Lei do Piso. Se eles agem fora da lei, então são passíveis de impeachment? Por que não interromper o mandato desses (mau) gestores?

5 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pois é, mas lei não é lei? Não entendo por que os sindicatos não entram com uma representação legal e pedido de prisão para quem não cumpre uma lei federal em vigor a quase 4 anos.

    • Porque esse povo de sindicato é tudo um bando de oportunista, torce pra quem tiver ganhando e trai quem for preciso trair..

  2. Grande parte dos municípios não respeitam esta e outras leis e são literalmente desorganizados.

  3. Parabéns Paulo Ernesto pelo comentário, o nosso governador está tão preocupado que estava passeando com nosso dinheiro e brincando de passear de stockar

  4. É calote nos correios, professores, chega logo 2014.