Haddad reduz tarifa para R$ 3 em SP; no país, só Fruet ainda não baixou a passagem

Prefeito Gustavo Fruet disse nesta tarde que verificará a possibilidade de redução na tarifa técnica, valor pago à s empresas de transporte; será que as lideranças do movimento pela redução do preço da passagem entenderam! essa linguagem? Veremos amanhã, dia de novo protesto em Curitiba.

Prefeito Gustavo Fruet disse nesta tarde que verificará a possibilidade de redução na tarifa técnica, valor pago à s empresas de transporte; será que as lideranças do movimento pela redução do preço da passagem entenderam! essa linguagem? Veremos amanhã, dia de novo protesto em Curitiba.

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), anunciou há pouco a revogação do aumento na tarifa de ônibus. De R$ 3,20 voltou para R$ 3 depois de protestos violentos na capital paulista.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), é um dos únicos de capitais que ainda não reduziu o preço da passagem. Em março, o pedetista reajustou a tarifa de R$ 2,60 para ou atuais R$ 2,85 e a domingueira de R$ 1 para R$ 1,50.

Fruet deverá se pronunciar nesta quinta-feira 20, horas antes de novo protesto pela redução da tarifa. Manifestantes reivindicam o mesmo valor de março.

O PT promete amanhã posicionar-se pela redução da tarifa. Vereadores e deputados têm se mostrado mais sensíveis aos apelos da rua. O prefeito está isolado politicamente nesta questão.

Diante disso tudo, o blog renova o apelo: #ReduzFruet.

Comentários encerrados.