Ferrovias poderão receber até R$ 1,5 bi no Paraná, diz Sérgio Souza

Sérgio Souza discute com presidente da EPL, Bernardo Figueiredo, o corredor ferroviário Mato Grosso do Sul !“ Paraná; senador é autor de emenda parlamentar ao Plano Plurianual (PPA), destinando R$ 1,5 bilhão para implantação do corredor ferroviário Guarapuava - Paranaguá.

Sérgio Souza discute com presidente da EPL, Bernardo Figueiredo, o corredor ferroviário Mato Grosso do Sul !“ Paraná; senador é autor de emenda parlamentar ao Plano Plurianual (PPA), destinando R$ 1,5 bilhão para implantação do corredor ferroviário Guarapuava – Paranaguá.

O senador Sérgio Souza (PMDB-PR) reuniu-se semana passada com o presidente da Empresa Brasileira de Planejamento e Logística S.A. (EPL), Bernardo Figueiredo, para acompanhar ações relacionadas à  implantação do corredor ferroviário Mato Grosso do Sul !“ Paraná, composto pelos trechos de Maracaju (MS) a Engenheiro Bley (Lapa-PR) e de Engenheiro Bley a Paranaguá (PR).

Foram discutidos detalhes relacionados à  licitação das concessões ferroviárias, dentro do Programa de Investimentos em Logística para Rodovias e Ferrovias do Governo Federal, em ambos os trechos, de aproximadamente 1.100 quilômetros, que deverá ocorrer em meados de agosto deste ano. Antes, serão realizadas audiências públicas promovidas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para ambos os trechos.

Sérgio Souza destacou importância das audiências públicas a serem realizadas pela ANTT antes do lançamento dos editais para que possam der discutidos os principais pontos de concordância e discordância das comunidades envolvidas, o que deve ocorrer ainda no mês de junho de 2013.

O senador sugeriu que a Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), seja uma alternativa para a realização dos estudos e projetos ambientais necessários para a implantação das ferrovias.

à‰ muito importante que possamos dar agilidade à  execução dos projetos necessários para a implantação dessa ferrovia, recuperando o tempo perdido e trazendo competividade para a economia do Estado!, afirmou Sérgio Souza.

Sérgio Souza é autor de emenda parlamentar ao Plano Plurianual (PPA), destinando R$ 1,5 bilhão para implantação do corredor ferroviário Guarapuava – Paranaguá. O senador recebeu também do presidente Bernardo o comprometimento de que o ramal de Paranaguá a Pontal do Paraná fará parte do edital de licitação a ser lançado no segundo semestre deste ano.

A União prevê aporte de R$ 91 bilhões em ferrovias e a concessão de 10 mil quilômetros de ferrovias em 25 anos em todo o Brasil. Segundo a EPL, atualmente 90% das cargas no país são movimentadas por rodovia, devido a deficiência da malha ferroviária, que é centenária.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A Argentina já meteu o pé na porta e mostrou quem governa por lá. Bons tempo quando todos andavam na mesma direção. Que falta de ……. .

  2. Prometer é fácil…

  3. O dia que o governo federal tiver o comando de todos os ministérios, então sim teremos desenvolvimento, porque cada um faz o que quer e não presta conta de seus atos. É um país de muita conversa e projetos, mas na prática nada acontece.

    • Isso vai ser Dificil, senão Impossível, lembre-se que hoje há 39 ministérios, fora as Agencias e outros órgãos com ocupantes em Nivel de Ministro.
      É Ingovernável, Há Ministérios que penetram nas atribuições de outros, e é por isso que a coisa fica emperrada.

  4. Parece ser trabalhador esse senador, tomara que não nos decepcione…

  5. Agora é que o Paulo Bernardo lava a égua!

  6. Não,mil vezes não!!
    Dinheiro público para empresa privada??
    Vá se catar senador!!!

  7. SENADOR, SAIA DE PERTO DESSE LOBISTA DA ALL. NÃO SUJE O SEU NOME COM ESSE PILANTRA.

  8. Parece que este senador, é o unico que traz alguns trocados para o estado do Paraná, os outros come e dorme, nas nossas custas.

    • Isso é apenas chamariz pré eleitoral…..Não vai acontecer antes de 2014.. Já são mais de 13 anos de PT… e agora? Vespera de ano eleitoral vem com essa??? Esse pessoal pensa que TODO povo é burro!!

  9. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK