Empresários dizem que não apoiarão “intempestivo choque de gestão! do governador Beto Richa

G7, o poderoso grupo que representa 100% da economia paranaense, critica choque de gestão! tardio proposto pelo governador Beto Richa; segundo empresariado, se tucano tivesse feito o ajuste antes, no início do mandato, cortando gastos e não contratado os comissionados, não ultrapassaria o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal e poderia receber empréstimos do governo federal; agora,  aos 48 minutos do segundo tempo, não daremos aval!.

G7, o poderoso grupo que representa 100% da economia paranaense, critica choque de gestão! tardio proposto pelo governador Beto Richa; segundo empresariado, se tucano tivesse feito o ajuste antes, no início do mandato, cortando gastos e não contratado os comissionados, não ultrapassaria o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal e poderia receber empréstimos do governo federal; agora, aos 48 minutos do segundo tempo, não daremos aval!.

O governador Beto Richa (PSDB) convocou para amanhã, à s 10 horas, no Palácio Iguaçu, uma reunião com o chamado G7 !“ grupo do qual fazem parte as seguintes entidades do mundo produtivo paranaenses: Fecomércio, Faep, ACP, Faciap, Fiep, Ocepar e Fetranspar.

Na pauta da reunião, segundo apurou o blog, o tucano vai fazer um balanço político da reunião que teve com a presidenta Dilma Rousseff, ontem, e propor cortes de investimentos, demissões e outros ajustes na máquina pública estadual.

Nós vamos ouvir tudo atentamente, mas não daremos aval a cortes em investimentos!, confidenciou a este blogueiro um do dirigentes do G7, que preferiu o anonimato até a prosa desta quarta.

A lógica na cabeça de Richa, especula o empresário que falou ao blog, funciona mais ou menos assim: Dilma divide o ônus da crise com governadores e o governador quer dividir o ônus com o setor produtivo; por isso pediremos que nos inclua fora dessa!, desabafa.

O influente membro do G7 vai mais além: O governador Beto Richa deveria ter feito isso [ajuste ou choque de gestão] antes. Se tivesse cortado gastos e não contratado os comissionados, não ultrapassaria o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal e poderia receber empréstimos do governo federal. Essa proposta é intempestiva!, lembra.

31 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Então o Requião trancou o CU do Governo e não deixou fazerem festa com o dinheiro do povão.

  2. A resposta do Pina, escatológica.
    Ocos e mancos os comentários do curto de inteligência.
    Sua ignorância é um das consequências da falta de investimento em Educação.
    Na escola, só prá comer merenda e brigar na saída.

    • Este Blog tem me ensinado a ser mais calmo e não dar tanta importância para idiota.

    • O pete band aids ai é figura de blog só de reaças.
      Com esse nome deve ser filho de turco misturado com iaque do tibet.

    • Heheheheheheheheheheh, tem gente q a massa cerebral encefálica é na cavidade abdominal.
      E o intestino delgado grosso, é na caixa craniana.
      É VADERRETO GRINGO DO DEMO!! PORQ VC Ñ VAI ENXUGAR GELO CARA?
      Rrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsr BETO RIXA 10 X ALI BABA 000!!

  3. Nunca é tarde para começar a arrumar a casa.
    O empresariado embora sempre concentrado em suas atividades, não deixa passar ao largo o comportamento do Governo.
    Exemplo disso tem sido as manifestações do Nobre Campanholo, que vem tocando em algumas feridas da nossa economia e infraestrutura.
    O pedágio é uma barbaridade e se é verdade que nada pode ser feito para desfazê-lo na forma como foi concebido, também não é aceitável que o executivo mantenha com as concessionárias um relacionamento íntimo, como se tudo estivesse as mil maravilhas, revelando-se um verdadeiro deboche.
    Não somos trouxas, sabemos onde está o mal feito e como somos explorados.
    O pedágio é um modelo de negócio que pode ser útil para a sociedade, só que aqui não é, e a FIEP já não aguenta mais o disparate.

  4. Um empresário, dentre os sete, falou em off para o Esmael. Estranho, muito estranho.
    Quanto aos comentários do Ernesto, do Pina, escatológicos, ocos e mancos, como sempre.

    • Não é novidade para ninguém que o FIEP não anda de bem com esse governo: a FIEP quer a CPI dos Pedágios e não se sabe por que o Governo e a maioria dos deputados é contra? Na verdade todo$ $abem porque $ão contra e$ta CPI. Outra pergunta: por que todos os puxa sacos do Beto Richa não se apresentam com seus nomes verdadeiros? Acho que no fundo eles tem vergonha de se identificarem como simpatizantes desse governo medíocre e mentiroso pautado pela bravata e negociata.

    • Muito Obrigado! por ter lido o meu comentário, eu sempre leio os seus, uma verdadeira merda.

    • Peter Bad Harthes.
      Muito Obrigado! por ter lido o meu comentário, eu sempre leio os seus, uma verdadeira merda.

  5. FORA DO FOCO.
    Para aqueles que sempre pediu a CPI da URBS inclusive eu, o negócio é o seguinte se acaso aparecer alguma maracutaia, o crédito sera dos 8 anos que antecedeu o Gustavo Fruet, porque o Fruet já pegou esse prato pronto, como eu estava dormindo nesses últimos oito anos, quem são os caras? que estava no comando da nave? ou melhor da “CAIXA PRETA” que o Fala Sério tanto fala.

  6. Como esta o CU dele já aprovaram?

  7. SENDO BETO RICHA REPRESENTANTE POLÍTICO DA EXTREMA DIREITA NEOLIBERAL NÃO TER O APOIO DE EMPRESÁRIOS É ” CHEGAR NO FUNDO DO POÇO COM UMA PÁ NA MÃO PARA CAVAR MAIS!”

    Esmael e demais se confirmando que a lógica na cabeça do oblato da extrema direita (des) governador Beto Richa, segundo o poderoso empresário é : “Dilma divide o ônus da crise com governadores e o governador quer dividir o ônus com o setor produtivo; por isso pediremos que nos inclua fora dessa”, já é um dos maiores e mais terríveis sinais da total decadência política que um governante no estilo dele pode sofrer!
    E por que?
    Porque a bem vinda e querida proposta de Reforma Política é o espelho da desmoralização absoluta da atual idéia de representação política!
    Os empresários já perceberam a necessidade jurídica e certa dessa iniciativa. Necessária, porque o caminho para fazer essa reforma está viciado e a proposta não chegaria inteira no Congresso Nacional!
    Resumindo PSDB desmoralizado e enfraquecido!
    O que falta ao (des) governador Beto Richa é aumentar a transparência! Ou seja, para os empresários confiarem no “Playboy Neoliberal” uma auditoria nas contas do estado não seria nada mal! Isto para sabermos a informação dos critérios, valores e custos dos financiamentos concedidos, em especial os empréstimos a empresas paranaenses para investimentos. Para melhorar a gestão pública da atual e falida administração estadual seria bom uma redução pela metade do número de secretarias e a diminuição dos milhares de cargos comissionados. Além disso, deveria haver a revisão da dívida do estado e a mudança do fator de correção dessa dívida para que os recursos pagos em juros possam ser investidos em serviços para a população. Que tal, até o final do ano de 2014, portanto, até o final deste parado e atrapalhado mandato que haja o pagamento ou o perdão total da dívida dos municípios e os recursos possam ser aplicados diretamente por esses entes do estado em setores predeterminados ou pré-acordados com o governo estadual, como mobilidade urbana, saneamento, saúde, educação e segurança.

  8. choque de gestão com cássio taniguchi e cia no desgoverno beto é piada.

  9. Ocorre que esse governo é uma verdadeira baderna, sem projetos, governo do estado se apropria de programas do gov. federal pra tentar tirar dividendo eleitoreiro, mas agora já é tarde, só falta 1 ano para as convenções, acreditam que o Paraná ainda está com 2 pendências no Cauc? Se o estado não resolver, o tal do empréstimo não vai sair para o Paraná. Daí não adianta vir com papo furado que o Paraná é o 5º que mais arrecada e o 23º que recebe recursos do gov. federal, esse papo é pra gestor chorão que não tem capacidade de resolver os problemas do seu governo. Até a data de hoje dia 25/06 as pendências do Paraná são:
    4.2) Aplicação Mínima de recursos em educação
    4.3) Aplicação Mínima de recursos na saúde
    http://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/transferencias_voluntarias_novosite/situacao.asp?cod=PR&op=3

  10. Bateu desespero no homem, gastou dinheiro do contribuinte à toa, deu pros amigos em troca de apoio político…
    Tem que ir lá e cobrar desse sujeito porque aumentou os impostos do estado em demasia, estrangulando a produção industrial no estado… O desemprego está começando aqui, tem empresa fechando… O destino do micro e pequeno empresário no estado é delicado, o destino é fechar mesmo, não há como pagar tanto imposto…
    O Paraná sendo destruído, todos os dias…

  11. Se ele vai falar com os empresários sobre a reunião que teve com a DILMA é melhor alguém levar as gravações da reunião presidencial para evitar que ele distorça os fatos a seu favor, Isso é um bagre ensaboado.