Dilma diz que não se curvará à  especulação e não mudará economia

do Brasil 247

Ao contrário da expectativa criada hoje sobre o mercado, em razão de rumor publicado no jornal Valor Econômico, presidente Dilma Rousseff não tem qualquer intenção de lançar um pacote fiscal na sexta-feira, apurou 247; meta de 2,3% de superávit primário será mantida sem contingenciamento orçamentário; governo considera estar com credibilidade em dia; IPO da BB Seguridade, licitação do Pré-Sal, aumento da produção industrial em abril e perspectiva de inflação em nova queda em junho fortalecem equipe econômica; "Situação real que o país vive é de inflação sob controle e de contas públicas sob controle", disse Dilma em discurso pela manhã no Palácio do Planalto; ela comparou os pessimistas ao personagem Velho do Restelo, de Luís de Camões, que predizia problemas: "O Velho do Restelo não pode, não deve e não terá a última palavra no Brasil".

Ao contrário da expectativa criada hoje sobre o mercado, em razão de rumor publicado no jornal Valor Econômico, presidente Dilma Rousseff não tem qualquer intenção de lançar um pacote fiscal na sexta-feira, apurou 247; meta de 2,3% de superávit primário será mantida sem contingenciamento orçamentário; governo considera estar com credibilidade em dia; IPO da BB Seguridade, licitação do Pré-Sal, aumento da produção industrial em abril e perspectiva de inflação em nova queda em junho fortalecem equipe econômica; “Situação real que o país vive é de inflação sob controle e de contas públicas sob controle”, disse Dilma em discurso pela manhã no Palácio do Planalto; ela comparou os pessimistas ao personagem Velho do Restelo, de Luís de Camões, que predizia problemas: “O Velho do Restelo não pode, não deve e não terá a última palavra no Brasil”.


O principal jornal de economia do Pais, Valor Econômico, joint venture dos grupos Folha e Globo, criou um “chapéu” !“ expressão ou palavra-chave que se lê sobre um título para designar um assunto jornalísticos !“ chamado “Crise na Economia”. Na própria Folha, o principal editorial de hoje afirma que a política econômica “se baseia em improvisação”. No concorrente Estadão, a página dos editoriais se inicia com a manchete “Em busca da credibilidade perdida”, sob a qual a primeira frase do texto afirma: “O governo decidiu agir para limpar a sua imagem”.

O problema destas opiniões e análises é que, segundo o governo, estão erradas desde a raíz. Não há, para a presidente Dilma Rousseff, qualquer descontrole em relação aos fundamentos da economia. Eventos como o IPO do BB Seguridade, a procura internacional pelas licitações do Pré-Sal, os dados divulgados ontem pela Confederação Nacional da Indústria, a respeito de crescimento recorde em dois anos na produção industrial, e a curva de emprego positiva nos últimos oito meses fazem o governo crer que as sementes plantadas estão dando frutos.

Essa avaliação foi confirmada, entre o staff da presidente, pelo índice declinante da inflação de maio em relação a abril e por projeções que apontam o índice de junho como inferior ao de maio. Além disso, como destacou o ministro Guido Mantega, da Fazenda, em entrevista à  Folha, também hoje, a previsão é de aumento da arrecadação, o que permitiria o alcance da meta de 2,3% do PIB como superávit primário sem a necessidade de contingenciamento orçamentário.

Na manhã de hoje, em cerimônia no Palácio do Planalto, em torno do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, Dilma lançou mão da imagem do personagem Velho do Restelo, de Luís de Camões, para classificar os pessimistas !“ o personagem só predizia problemas. “Muitos velhos do restelo apareceram nas margens das nossas praias”, afirmou a presidente. “Mas hoje, o velho do restelo não pode, não deve e não terá a última palavra no Brasil.”

Antes, a presidente fez uma análise da economia que não incluiu a necessidade de nenhuma mudança forte de rumo. “A situação real que o País vive é de inflação sob controle e de contas públicas sob controle”, cravou a presidente. “Não há a menor hipótese que o meu governo não tenha uma política de governo de combate à  inflação. Todos os que apostam nisso são os mesmos que apostaram que ia haver um problema sério com fornecimento de energia no País. Que sumiu e desapareceu de todos os jornais, porque não era real”.

A presidente classificou a torcida contra como “movimentos localizados e especulativos que duram um tempo, mas que fazem mal ao País. A previsão disso foi uma leviandade. A inflação não está sem controle, e o governo tem todas as condições para impedir que isso aconteça”.

Quem espera por um pacote fiscal no curtíssimo prazo não terá o que deseja.

19 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Rock demora mas quando volta, volta carregado de besteira. A gestão tucana foi marcada pelo início da quebradeira nos EUA e na Europa e que logicamente atingiu o Brasil.
    O PT não reconhece, mas surfou em cima da prancha do Plano Real que ele tanto xingou e ainda tira proveitos de aprovação popular, por causa das políticas sociais inventadas por Dona Ruth, que, aliás, não as queriam eternas, permanentes, mas para dar uma sacudida nos chamados exluídos da faixa de produção.
    Do jeito que tá ai, faz lembrar filosofia do Luiz Gonzaga: Uma esmola prum cabra sadio, doutor, humilha o cidadão ou o vicia na vagabundagem. O que acontece. Quem não viu os bem nutridos, bem vestidos nas bocas do caixa da Caixa para receberem as bolsas depois da cagada do anúncio que elas iriam acabar?

  2. Há sim uma crise financeira a nível global.
    Os especuladores trocam de local de investimento com muita facilidade.
    Mas uma coisa todos vocês devem observar:
    – o crescimento do mercado interno.
    É o mercado interno que sustenta o país.
    Os exportadores não distribuiem renda de forma equitativa, Seus lucros vão para a especulação.
    Uma dica para os Curitibocas da região do Água Verde ao Santa Cândida:
    vão passear no sábado no bairro do Xaxim e vejam o movimento das lojas de material de construção. Contei no páteo (ou melhor nos tres páteos) de uma loja a bagatela de 162 automóveis estacionados. Todos de felizes proprietários que se encontravam na loja comprando material de construção.
    Isto sim representa a condição atual da economia brasileira.
    Deixem os grandes grupos chorarem as baixas de seus lucros e que levem seus capitais especulativos para onde quiserem.
    O governo vem fortalecendo o mercado interno e isso dá sustentação.
    É necessário exportar? É claro, mas se utilizando da regra mais humana possível: EXPORTAR EXCEDENTES.
    O que os curitibocas não suportam é ver o pessoal dos bairros (em sua opinião periferia) ter a mesma condição de vida do que eles.
    Uma amiga curtiboca (do batel) me revelou uma indignação gritante:
    – Credo, viajei para Miami e nunca tinha visto tanta gente “feia” nos aereoportos. O feia que ela se referiu seria o que os curitiboquinhas chamariam de pobres.
    Os grandes grupos econômicos podem encher as burras da velha mídia para cacetear o governo federal, mas não vão calar a voz daqueles que esperaram 500 anos para ver a luz do sol.

  3. Mas parem de reclamar criançada, está sobrando dinheiro de todos os lados, pois sobra pro pT desviar, sobra pra perdoar divida de paises devedores, tão reclamando do que? O Brasil está uma maravilha, a saúde uma belezura, segurança nem se fala e a educação… bem a educação aqui é de primeiro mundo. kkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Dilma eu gosto de você e te admiro…Mas deixar de colocar o dinheiro nos bancos pra jogar no mercado imobiliário é a mesma especulação…
    Você e os nossos queridos governadores elevaram a carga tributária demais da conta, exageraram. Porque os empresários e investidores iriam colocar o dinheiro em atividades produtivas? Pra recolher impostos?
    Aqui no Paraná então é um exagero, elevação de impostos, taxas e retorno para o povo praticamente zero…A arrecadação só dá conta de pagar os comissionados…

  5. Tucanaeada vocês quebraram o Brasil 3 x, quem são vocês para cobrar alguma coisa.

    • Somos aquelas que estão de saco cheio deste governo Medíocre e sem rumo!

      Fazer campanha de “mobilia” as custas do trabalhador que corre todo dia para conseguir ganhar seu pão é fácil né ……..

  6. Correm boatos que colocarão o tucano do Henrique Meireles. ô desgraça.

  7. Pois é, Paulo, o pessoal está enxergando o que muitos não sentem pelo tato. Que a opção do PT pelos pobres mantém 13 milhões de brasileiros no compromisso com a reeleição de dona Dilma. “O governo petista tem raiva dos empresários e das empresas que tem lucros, daqueles que desejam o desenvolvimento e o progresso. Altos impostos, emaranhado de leis trabalhistas e fiscais, excesso de burocracia, corrupção, inflação, projetos do PAC empacados, além do caos na infraestrutura, mostram mesmo que a opção do PT é pelo atraso e pelo discurso ideológico. Tire a razão, Paulo, do dr. Cláudio Slaviero, ex-presidente da ACP, de quem tirei esse pedaço do texto de hoje na segunda página da GP.

  8. atenção pessoal do PSDB, o blog de vcs (f.c) é outro.

    • Opa, não sabia que este blog só participa a PTzada? Mas se sairem daqui os do outro lado acaba o blog. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  9. Ela vai se curvar sim e muito em breve, ou terá sua reeleição prejudicada. Não adianta, o PT hoje reza a cartilha dos grandes banqueiros, latifundiários e gente que antes eles combatiam, a tão famosa “Elite” brasileira e para conseguir uma reeleição Dilma vai se ajoelhar para esta classe que suga o país.

  10. País da Enganação, De um Governo Mentiroso que depois diz… “Eu Não Sabia”.

    A um ano da Copa, obras de infraestrutura já perderam R$ 4 bi para obras dos estádios.

    http://copadomundo.uol.com.br/noticias/redacao/2013/06/12/a-um-ano-copa-diminui-de-tamanho-mas-orcamento-cai-bem-pouco.htm

  11. rsrsrsrsrsrsrsrsrs

    O que esperar de uma “piada administrativa” de Brasilia!

    O interessante que só ela e o Mantega estão certos!

  12. Esse pt vai acabar com o Brasil

    • Vai acabar não,já acabou com o Brasil de tantas desigualdades emque só ricos se beneficiavam do governo!!!!