Dilma anuncia plebiscito por reforma política e novo pacto com 5 itens

do Uol

Em reunião com prefeitos de capitais e governadores, Dilma propõe agenda política com cinco pontos, dentre os quais um plebiscito sobre reforma política para transformar a corrupção em crime hediondo, além de discutir saúde, transporte, educação e responsabilidade fiscal.

Em reunião com prefeitos de capitais e governadores, Dilma propõe agenda política com cinco pontos, dentre os quais um plebiscito sobre reforma política para transformar a corrupção em crime hediondo, além de discutir saúde, transporte, educação e responsabilidade fiscal.

Em reunião com prefeitos e governadores das 27 unidades federativas, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (24), no Palácio do Planalto, em Brasília, que irá pedir um plebiscito popular convocando uma reforma política no país.

Ela anunciou um novo pacto com cinco itens. São eles:

1- pacto por responsabilidade fiscal nos governos federal, estaduais e municipais;

2 – pacto por reforma política, incluindo um plebiscito popular sobre o assunto e a inclusão da corrupção como crime hediondo;

3 – pacto pela saúde: “importação” de médicos estrangeiros para trabalhar nas zonas interioranas do país. A presidente anunciou ainda novas vagas de graduação em cursos de medicina e novas vagas de residência médica;

4 – pacto no transporte público: a presidente afirmou que o país precisa dar um “salto de qualidade no transporte públicos nas grandes cidades”, com mais metrôs, VLTs e corredores de ônibus;

5 – pacto na educação pública: pediu mais recursos para a educação. A presidente voltou a falar que é necessário que o Congresso aprove a destinação de 100% dos recursos dos royalties do petróleo para a educação.

A presidente voltou a comentar a onda de manifestações que ocorre no país há duas semanas. “à‰ preciso saber escutar as vozes das ruas. à‰ preciso que todos, sem exceção, entendam esse sinais com humildade”, disse aos governadores e prefeitos.

Em vários atos pelo país, os manifestantes têm afirmado que não se sentem representados por nenhum partido político e chegaram a hostilizar integrantes de legendas partidárias que participam das manifestações. “O povo, unido, não precisa de partido!” e “Sem partido, sem partido” foram gritos de guerra comuns nos protestos pelo país.

Após os anúncios, a presidente começou, de fato, a reunião com os 27 governadores e 26 prefeitos das capitais.

Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão na última sexta, Dilma disse que anunciaria um pacto com governadores e prefeitos pela melhoria dos serviços públicos. “Esta mensagem [das ruas] exige serviços públicos de mais qualidade. Ela quer escolas de qualidade; ela quer atendimento de saúde de qualidade; ela quer um transporte público melhor e a preço justo; ela quer mais segurança. Ela quer mais. E para dar mais, as instituições e os governos devem mudar. Irei conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes para somarmos esforços. Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos.”

33 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

    É PALHAÇADA MESMO!

    O que mais esta PTZada sabe fazer é enrolar o POVÃO!

    Já apresentaram a Constituição de 1988 a Presidenta?

    Ela já ouviu os Juristas do país?

    E tem dono de BLOG que consegue ver graça nestas publicações!

  2. Dilma e demais politicos sacanas, ladrões, bandidos e ordinários: sumam de nossas vidas enquanto é tempo. Comprem passagens aéreas só de ida pra bem longe daqui.

  3. E esse é o PSDBosta, partido mais ficha suja do Brasil e que alguns votaram contra os 100% dos royaltes para a educação, dos 46 deputados federais do PSDB, 25 votou contra, mais da metade, vejam quem são:
    PSDB
    Alberto Mourão SP Não
    Alfredo Kaefer PR Sim
    Andreia Zito RJ Não
    Antonio Carlos Mendes Thame SP Não
    Antonio Imbassahy BA Não
    Bonifácio de Andrada MG Sim
    Bruna Furlan SP Não
    Bruno Araújo PE Sim
    Carlaile Pedrosa MG Sim
    Carlos Brandão MA Sim
    Carlos Sampaio SP Não
    Cesar Colnago ES Não
    Domingos Sávio MG Sim
    Duarte Nogueira SP Não
    Dudimar Paxiúba PA Sim
    Eduardo Azeredo MG Sim
    Eduardo Barbosa MG Sim
    Emanuel Fernandes SP Não
    Izalci DF Não
    João Campos GO Sim
    Jorginho Mello SC Sim
    Jutahy Junior BA Não
    Luiz Carlos AP Sim
    Luiz Fernando Machado SP Sim
    Luiz Nishimori PR Não
    Mara Gabrilli SP Não
    Marcio Bittar AC Não
    Marco Tebaldi SC Sim
    Marcus Pestana MG Sim
    Nelson Marchezan Junior RS Sim
    Nilson Leitão MT Sim
    Otavio Leite RJ Não
    Paulo Abi-Ackel MG Sim
    Pinto Itamaraty MA Sim
    Raimundo Gomes de Matos CE Sim
    Reinaldo Azambuja MS Sim
    Ricardo Tripoli SP Não
    Rogério Marinho RN Não
    Romero Rodrigues PB Sim
    Valdivino de Oliveira GO Sim
    Vanderlei Macris SP Não
    Vaz de Lima SP Não
    Walter Feldman SP Não
    Wandenkolk Gonçalves PA Sim
    William Dib SP Não
    Zenaldo Coutinho PA Sim
    Total PSDB: 46

    http://josefranciscoartigos.blogspot.com.br/2013/06/oposicao-de-direita-votou-contra.html

    E ainda esses safados vem falar que exigem mais educação, pra poder exigir, tem que estar ao lado da educação votando favorável e não contra. PSDbostas não gostam do Brasil, essa é a verdade.

  4. Plebiscito é recurso de ditadores e caudilhos. Hitler fez plebiscito para destruir a democracia. Que reforma política será? A abolição do sistema representativo e o estabelecimento de sovietes populares? A presidência seria coletiva em regime de rodízio, num presidium-politburo moderno? Propostas lulopetistas são propostas da raposa para assumir integralmente o galinheiro

  5. Esse é PT, das mentiras, falácia e demagogia

    O chefe de redação da revista Carta Capital, Mino Carta, membro do apparatchik de Lula, diz explicitamente que para o bem do povo e dos sinais de mudanças, a Presidente Dilma deveria demitir os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, e da casa civil, Gleisi Hoffmnann.

    Para a Revista Veja, Bernardo critica o PT e diz que militância “˜fala besteira”™

    André Vargas é FAKE.
    O comportamento de algumas excelências durante as manifestações em Brasília mostra não apenas que essa turma não entendeu nada, como ainda faz o possível para faturar em cima dos episódios.

    André Vargas extrapolou todos os limites: uma das manchetes de seu blog diz:

    – André Vargas se posta em frente ao Congresso Nacional diante de milhares dos manifestantes.

    Numa foto de Vargas com cara de justiceiro mambembe e um vídeo, produzido por sua assessoria, lógico, na sacada do Salão Negro, a uma distância de cerca de cem metros da multidão. Detalhe: entre Vargas e o local do protesto havia pelo menos uns 300 policiais.

    Mas o texto da pseudo-reportagem informa: “André Vargas, no auge das manifestações (“¦), tomou uma atitude digna e corajosa”. O blog poderia ter lembrado a participação do nobre deputado nos protestos de segunda-feira passada, quando o Congresso foi invadido. Mas passou batido.

    Na ocasião, Vargas cercou-se de seguranças e resolveu ir até à Chapelaria, local da concentração dos manifestantes. Mal pisou do lado de fora do Congresso, Vargas foi recebido com uma vaia uníssona, que o convenceu a retornar ao seu gabinete rapidamente, sem dar uma palavra.

    Nem todo dia é possível bancar de herói.

  6. Sobre essa tal de “responsabilidade fiscal nos governos federal, estaduais e municipais”, isso já existe…Eles tem desejo de gastar dinheiro a rodo e nos depenam com pesadíssima carga de impostos…Aí eles fazem o que querem, dão emprego pros seus amigos e nós nos ferramos, nos matamos de trabalhar para sustentar esse bando de folgado… Então eles não gastam mais do que arrecadam, tem responsabilidade fiscal… Eles precisam é ter responsabilidade de saciedade arrecadatória, responsabilidade de fazer bom uso dos impostos arrecadados sem pedir mais a cada instante…

    • Folgados, apartidários e comissionados.

      Não vote em governador que enche a máquina pública de comissionados que mama nas tetas!

  7. Nova constituinte pode ser inconstitucional. Pois, não há previsão no direito de constituinte específica para um tema. Esses temas da reforma política podem ser feitos por lei ordinária e com emenda à constituição.

    Vejam o vídeo em que o novo ministro do STF diz que a proposta de constituinte específica pode ser inconstitucional: http://www.youtube.com/watch?v=ipaYn19QrMw&feature=player_embedded

    Quem já estudou direito constitucional e o tema Poder Constituinte Originário, vai entender o que o ministro está querendo dizer. Quando se convoca uma assembleia constituinte, não deve ter tema algum, pois o poder constituinte originário é ilimitado e soberano. Assim, nessa constituinte seria possível debater todos os temas que a assembleia gostaria de ter nessa nova carta política.

    Portanto, quando se convoca uma constituinte, o debate nela não terá tema específico, ou seja, será colocada na ordem jurídica uma nova constituição fazendo com que a anterior perca todo o seu valor.

    Mas, esse tema é cheio de doutrinas e por isso, é uma discussão que pode ir longe no STF ou tribunais superiores. Talvez, até o Vice-presidente da República, Michel Temer que é um estudioso do direito constitucional, o qual já escreveu até um livro( Elementos de Direito Constitucional, que está da 24a edição) poderia se pronunciar a respeito.

  8. Pelo amor de Deus, por ora, limitem-se a fazer o melhor feijão com arroz possível, e párem de dar sopa para o azar, digo para os golpistas. A Verdade é que ficou muito claro que o golpismo-ditatorial, FDP, que ainda está muito longe de estar morto e sepultado neste país, tomou de assalto das mãos da juventude paulistana e golpeou o movimento e protesto pacíficos pró-redução da tarifa de ônibus em Sampa, e, oportunisticamente, o transformou nessa grande confusão nacional que aí está, um golpe por ora sufocado, frustrado, a ser destrinchado, com a separação entre trigo (o protesto pacífico) e joio (golpismo-ditatorial). E o grande erro ficou lá atrás, quando o avô de Aécio e Sarney, por loucura pelo Poder, anistiaram e não puniram os golpistas e assassinos da famigerada ditadura militar, ou seja, pouparam os lobos lá atrás e condenaram os cordeiros a serem golpeados novamente no futuro. Caso já estivessemos sob a égide da Meritocracia Eleitoral, como propõe A Revolução Pacífica do Leão (RPL), com a democratização das eleições sem direito a reeleição para o mesmo cargo, essas rivalidades histéricas teatrais e espetaculares, inúteis para o povo que entra nas mesmas de gaiato, entre oposição, situação e golpismo, seria resolvida através de concurso público padrão, todos sentados cada um numa cadeirinha tendo à sua frente uma mesinha e sobre ela um vasto caderno das questões mais intrincadas deste país, e competindo com eles, em condições de igualdade, todos os demais cidadãos e cidadãs deste país que desejarem se tornar autoridades para os cargos hoje eletivos. Não obstante tudo, exceto risco de golpe que não é novidade neste país, não há nada de tão grave e nem tão urgente neste pais tipo sangria desatada, por ora, que não possa ser resolvido em amplo debate democrático e em eleições políticas livres em 2014, plenamente aberta a todas as tendências, sem cercos. É nesse sentido tb, que, a nosso ver, o Congresso tem que arregaçar as mangas e trabalhar ao invés de ficarem fazendo discursos babacas evidenciando as suas mazelas,fraquezas e instigando eventuais golpistas. Deixem a Mulher trabalhar, e concluir bem o seu mandato, que não está deixando nada a desejar em relação mundo ordinário. O buraco aberto é mais embaixo e mais amplo, não está na ordinariedade, e sim no extraordinário que nem Ela e nem o congresso podem resolver agora. Párem de fazer tempestade em copo d’água, párem de babaquices, trabalhem, abram-alas, destranquem o caminho para as mudanças sérias e profundas a serem analisadas e votadas pelo povo brasileiro, nas urnas, na próxima eleição. É esse o papel revolucionário da ora que compete ao governo e congresso. Querem que desenhe ?

  9. É isso, uma ótima resolução. Manda de volta às ruas a decisão política mais importante e deixa claro que as dificuldades não podem ser resolvidas pelo executivo federal, é preciso que o legislativo, o judiciário e os poderes estaduais também assumam a bronca. Cadê o Piso Nacional da Educação que na maioria absoluta de estados e municípios ainda não foi posto em vigor?: Dinheiro tem, se não tem o MEC se propõe a completar desde que acha justificativa, destino dos recursos e implantação de plano de carreira.

    • Judiciário é uma caixa preta, é tão ou mais corrupto que os outros poderes.

      Famílias ficam encasteladas lá por gerações…

  10. Arriou, né…

  11. Pacto para reforma política incluindo aí um Plebiscito só terá validade se contemplar em primeiro plano o VOTO FACULTATIVO. Duvido que nossos políticos tenham coragem de lutar por esta bandeira. Não vale considerar só financiamento público de campanha ou liberar a boca de urna no dia da eleição.

  12. Que tal um plebiscito para redução da maioridade penal?

    • Dennis Guarapuava, eu sou contra, pois sou a favor que toda criança nascesse em berço esplêndido como o teu,( e não ficasse o dia inteiro na internet como tu)
      se ocupasse em estudar e apreender alguma profissão, para que tivesse esperança no futuro, e ajudasse esse pais a se desenvolver, garoto prodigo como você com certeza terá um futuro de chupa cabra de recursos públicos, por meio dos famigerados cargos comissionados.

    • Que tal um plebiscito para a redução de salário do seu prefeito marajá em Guarapuava hein?

      • Que vontade de mudar para Guarapuava, deve ser uma cidade modelo para o mundo, assim como o prefeito, comissionados, e vereadores, tem um bom salario, é sinal de riqueza que causa ciumes em muita gente, A saúde, a Educação, o lazer e empregos naquela cidade, deve também ser uma maravilha e se não for não é culpa dos políticos locais, só pode ser do PT, QUE EM 10 ANOS esta acabando com o Brasil, que levamos 500anos para ser construído, segundo a ótica, de Tucanos, Demos, Limpinhos, e outro salvaguardas.

  13. por que ela e os outros governantes já fizeram isso que é o básico para qualquer governante .

  14. Blá, blá, blá e nada de prático. Santa hipocrisia petista. Novas vagas de medicina ??…a Universidade Federal de São Carlos, curso de medicina, acabou de sair de uma greve de 82 dias por falta de estrutura para se ter um curso decente. leiam:
    http://noticias.terra.com.br/educacao/ufscar-apos-greve-de-82-dias-alunos-de-medicina-pedem-fim-do-curso,03d80a0c04f1f310VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

    • Falta estrutura SIM! Porém, a falta de estrutura não elimina a falta de profissionais. Falta estrutura e médicos, um problema não elimina o outro, ou seja, são dois problemas para serem resolvidos.
      Blá, blá, blá? Hipocrisia? Qualquer pessoa com o mínimo de consciência política sabe que os problemas tributários, na saúde, educação, segurança pública, infraestrutura, transporte coletivo, entre outros problemas, são apenas consequência da crise política. Enquanto concessionárias de pedágio, banqueiros, empreiteiras, grandes empresários financiarem campanhas políticas, a população não vai ter representantes políticos. Nossos Deputados e Senadores representarão os financiadores de suas campanhas eleitorais, não a população. No Brasil não existe fidelidade partidária, nossos partidos não possuem fundamentos ideológicos, navegam conforme a direção do vento. Não podemos aceitar nenhum tipo de corporativismo, seja ele, de estudantes, médicos, políticos, etc. Fróide, vc é um completo idiota, um bajulador do desgoverno de Beto Richa e escreve MUITA BOBAGEM! Se um plebiscito sobre reforma política (a MÃE de todas as reformas) for hipocrisia, então os vândalos estão certos ao depredarem o patrimônio público e privado.

      • Reforma política NÃO É blá, blá, blá! É sem dúvida nenhuma a maior urgência do nosso país, afinal, como bem explanou o Marques, todos os problemas derivam da crise política, inclusive e principalmente a corrupção, a má qualidade dos serviços públicos e a falta de representatividade política da população.

        • Blá, blá, blá. Estão falando em reforma política há mais de 10anos. Só vai ter o dia em que o eleitor brasileiro anular uma eleição com uma enxurrada de voto NULO. Não faz o menor sentido você votar em um candidato a vereador, deputado ou senador e eleger outro que vc não tem a mínima idéia de quem seja (efeito tiririca), por conta de um quociente eleitoral que 90 % da população não tem idéia do que seja. Você vota num senador e quem assume é um suplente que ninguém ouviu falar (1/4 do Senado).

  15. A bandeira é do Lula!

    http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,lula-propoe-tornar-corrupcao-crime-hediondo,479256,0.htm

    Lula propõe tornar corrupção crime hediondo
    09 de dezembro de 2009 | 13h 06

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou e envia hoje ao Congresso um projeto de lei que caracteriza como hediondos os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, peculato e concussão. “Pode ser que não resolva, mas pelo menos a gente começa a passar para a sociedade (a ideia de) que não há impunidade. Está muito forte na cabeça das pessoas que o cara que rouba um pão vai preso e que o que rouba R$ 1 milhão não vai preso”, disse o presidente, durante discurso na reunião realizada em um hotel de Brasília pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pela Organização das Nações Unidas (ONU) para marcar o Dia Internacional contra a Corrupção.
    ======================================================

    Tucano é contra corrupção da boca pra fora, de preferência a dos outros, as suas abafa e engaveta com ajuda do mp amigo…

    • Concordo H.92 mas essa coisas não vão pra midia só vão o que eles querem que o povo pense, ai o o ex presidente manda uma proposta dessa pro congresso e não vira em nada mas dai falam em mensalão (não que eu seja a favor desses caras) ai toda midia cai de pau.
      O pior ladrão é aquele que continua na ativa e sobre proteção dos barões da midia e do MP da justiça etc.

      • Esses estão se borrando com o possível plebiscito, reforma política sem eles e seus interesses nada democráticos? Ah, rapaz, estão estrebuchando de raiva.

        Agora quero ver esses oportunistas lidarem com “a voz da rua”!

        • De que adianta plebiscito se os assuntos não resolvem os problemas do país e corrupção passa a ser crime hediondo,fica só no nome pois se não se executa as leis continua tudo do mesmo jeito. Criar leis é fácil,queremos ver é a execução das mesmas.