Depois da “cura gay”, vem aí projeto para curar corrupto no Brasil

Charge de Paixão - Gazeta do Povo (PR).

Charge de Paixão – Gazeta do Povo (PR).

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, presidida pelo famigerado pastor Marco Feliciano (PSC-SP), aproveitando-se do desfoco político, aprovou esta semana o projeto de lei conhecido como cura gay!, pelo qual psicólogos podem propor tratamento para homossexualidade.

O presidente do Grupo Dignidade, Toni Reis, diz que a medida aprovada na Comissão representa um retrocesso obscurantista que ameaça um princípio democrático estruturante de nossa Constituição Federal: a laicidade do Estado. Ele também afirma que a “cura gay” tem a ver com fundamentalismo religioso.

Uma empresária da alta burguesia curitibana entra em contato para dizer que todos os animais, racionais ou não, já nascem homossexuais e cita seu cãozinho de estimação. “No entanto, ele [o cão] não é doente nem precisa de cura”.

Se o assunto é polêmico, a moça ainda faz questão de adicionar mais gasolina na fogueira: “Ora, por que não aparece um deputado ‘macho’ propondo um projeto de lei para curar os corruptos deste país?”, pergunta indignada.

Todo apoio deste blog à  causa LGTB e contra a agenda fascista no Congresso Nacional, que estimula o ódio e ameaça a liberdade de todos.

Quem precisa de cura é corrupto.

Comentários encerrados.