Confronto no Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná; ouça o relato

Clima tenso no Centro Cívico. Ontem, o Palácio Iguaçu sofreu tentativa de invasão.

Clima tenso no Centro Cívico. Ontem, o Palácio Iguaçu sofreu tentativa de invasão.

O Palácio Iguaçu está sendo atacado por vândalos. Cerca de 30 indivíduos lançam paus, pedras e rojões contra policiais, profissionais da imprensa e contra os próprios manifestantes. Ouça o relato do repórter Derick Fernandes, que acompanha protesto.

Cerca de 200 policiais lançam bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo.

Segundo Derick, são cerca de 15 mil pessoas no entorno do Centro Cívico, onde fica a sede do governo do estado.

Ouça o áudio:
[audio:https://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2013/06/palacio_atacado.mp3]
Clique aqui para fazer o download do áudio.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Beto Richa se escondeu dos manifestates. O povo quer saber por que ele mandou o Rossoni engavetar a Cpi dos Pedagios.

  2. Esse arruaceiros são pessoal da extrema direita, estão tentando denegrir o legítimo movimento popular…

  3. Na Arena da Baixada tbem, noticie compelto

  4. Será que agora aquela vagaba que organizou essa selvageria esta satisfeita? O povo já tinha se manisfestado de forma ordeira e pacifica na quarta feira, já tinha feito as suas reivindicações , já estava sendo atendido em algumas, mas a vagaba que quer se promover a qualquer custo e que apóia os skatistas passando por cima das nossas crianças, e dos nossos idosos em cima das calçadas quer mais. Se acontecer uma tragédia, será que a vagaba vai ser responsabilizada?? Acho a manifestação muito justa e necessaria, mas tudo tem limite, o povo ta sendo usado e induzido a selvageria.

  5. Datafolha: pesquisadora amedronta entrevistada, diz jornalista

    Rede Brasil Atual

    “O site Viomundo reproduz texto extraído do Facebook do jornalista Gilberto Nascimento:
    “Há cerca de uma hora, na esquina de casa, vi uma mulher abordando outra para perguntar o que achava das manifestações e quebra-quebra no país e se era a favor do que vinha acontecendo.

    Como o assunto me interessou, parei e fiquei um pouco próximo para ouvir do que se tratava. A mulher que perguntava tinha um crachá branco e azul, com o nome do Datafolha.

    Minha surpresa foi quando a pesquisadora indagou em quem a mulher votava e se ela gostava da Dilma e do Lula. A entrevistada respondeu que votava e continuaria votando no PT.

    Aí, a tal pesquisadora respondeu: “Fala baixo, você pode apanhar”. Cheguei perto e questionei: “como pesquisadora, a senhora não pode interferir nas respostas”. A suposta representante do Datafolha disse que só estava avisando “porque gente do PT estava apanhando ontem na Paulista”.

    Respondi novamente: “a senhora quer amedrontar a entrevistada? Quer que ela mude de opinião?”. Peguei o nome da entrevistadora no crachá e disse que iria informar o instituto.

    Pelo visto, é assim que se colhe a opinião do povo nas ruas. E preparem-se: nas próximas horas pode sair uma nova pesquisa dizendo que o povo não quer mais a Dilma e o PT no poder.”
    Enviada por: Nogueira Junior / 20:06 0 Comentários

  6. Esmael, quem está financiando esses 30. Aí têm boi na linha.

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2013/06/21/tijolaco-denuncia-os-videos-da-extrema-direita/