26 de junho de 2013
por esmael
22 Comentários

Elitista, prefeito de Londrina fecha Restaurante Popular que servia refeições a R$ 1,50

do blog de Zé Otávio A notícia de fechamento do Restaurante Popular Leonel Brizola é uma bomba sobre a cabeça da população mais carente, sobretudo os idosos, já que é uma política pública que oferece de mil refeições de qualidade diariamente a um preço de R$ 1,50 apenas.

Não há desculpa para o fechamento. Falar em questões burocráticas, documentação, tudo isto é insensibilidade de um governo que não olha o lado humano. O prefeito Kireeff, que está em Brasília, precisa se virar para reabrir o restaurante. à‰ preciso atitude. A população não pode esperar cinco meses como foi dito em entrevista por alguns membros da Secretaria de Agricultura.

Kireeff, além de não respeitar os milhares de londrinenses que frequentam diariamente o Restaurante Popular, está mostrando profundo desconhecimento da luta da cidade para ter este aparelho público de alimentação.

Espero que o prefeito ao voltar de Brasília tome atitude. Se não, vai ficar mais uma vez marcado que seu governo está em descompasso com a realidade da população.

Problema na documentação do Restaurante Popular era conhecida desde janeiro

Segundo o jornalista Lino Ramos, no Jornal da Manhã, da Rádio Paiquerê, hoje pela manhã, desde janeiro, a Prefeitura tinha conhecimento do problema da documentação da empresa que tocava o Restaurante Popular. Ou seja, há pelo menos cinco meses, o problema era conhecido e somente agora quando o contrato com a Ação Social do Paraná (ASP) está finalizando, resolveram se mexer. A rapidez da administração neste caso é assustadora.

26 de junho de 2013
por esmael
11 Comentários

“Prefeito Gustavo Fruet deixa estátua fugir em Curitiba”

Eu jurava que as tartarugas é que precisam de cuidado especial para que não fujam de seus donos. Mas, em Curitiba, uma estátua de tigre “fugiu” do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Está é uma das versões para o sumiço da obra do artista paranaense João Turin, obra intitulada Luar do Sertão, que sempre “vigiava” a rotatória da Avenida Cândido Abreu, quase que em frente à  Prefeitura de Curitiba. Acho que o tigre fugiu com medo das manifestações!, também brinca um taxista. Leia a reportagem de Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento, do portal da Banda B, para descobrir o real paradeiro da “estátua fujona”:

Sumiço de estátua de tigre na rotatória do Centro Cívico intriga curitibanos

Onde está a estátua do tigre feita pelo artista paranaense João Turin, obra intitulada Luar do Sertão, que sempre “vigiava” a rotatória da Avenida Cândido Abreu, quase que em frente à  Prefeitura de Curitiba? Esta pergunta intriga os curitibanos e alguns ouvintes já ligaram à  Banda B, na manhã desta quarta-feira (26), para saber o que aconteceu. A reportagem foi atrás da resposta e descobriu.

Para acalmar aos mais preocupados e acabar com o mistério, a Prefeitura de Curitiba informou que a obra foi retirada pela Fundação Cultural para uma restauração já programada, em uma parceria com uma empresa terceirizada. Sem saber disto, quando a reportagem da Banda B foi ao local conferir o sumiço da estátua, o povo já tinha os culpados e as deduções.

Acho que o tigre fugiu com medo das manifestações!, brincou um taxista. Deve ter sido a atitude de algum vândalo durante os protestos!, destacou um gari que trabalha quase que diariamente na região.

O que ficou evidenciado pela reportagem é que muitos sequer sabiam da presença da estátua. Eu te confesso que nunca tinha percebido que havia um tigre ali. Agora que a gente percebe que tem um lugar vazio. Tomara que não tenham roubado!, destacou uma funcionária pública, sem saber que na verdade a estátua estava recebendo um “banho de loja”.

Não há previsão de quando a estátu

26 de junho de 2013
por esmael
6 Comentários

Sérgio Souza relata PEC que acaba com voto secreto de deputados e senadores

O senador Sérgio Souza (PMDB-PR), aquele que não faz barulho, é relator da Proposta de Emenda à  Constituição (PEC) n!º 20/2013 que põe fim ao voto secreto do parlamentar na Câmara e no Senado. A proposta é de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), que altera os artigos 52, 55 e 66 da Constituição Federal para estabelecer o voto aberto, fulminando com o voto oculto.

A PEC tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado e terá parecer favorável do senador, tão logo seja incluída na pauta de votações. Se for aprovada, ela será votada pelo plenário do Senado e depois seguirá para a Câmara dos Deputados.

Não há sentido em ocultar o voto do parlamentar nas sessões da Câmara dos Deputados, do Senado e do Congresso Nacional. A população precisa tomar conhecimento de como votou o político que ele ajudou a eleger. Nada mais justo que este cidadão possa fiscalizar suas ações e posturas através do voto aberto!, afirmou Sérgio Souza.

Hoje, a Constituição Federal prevê voto secreto nos casos de aprovação de chefes de missão diplomática de caráter permanente; exoneração, de ofício, do Procurador-Geral da República antes do término do seu mandato; a perda de mandato do parlamentar; e derrubada de veto presidencial.

26 de junho de 2013
por esmael
58 Comentários

Beto Richa promoveu farra publicitária de R$ 240 milhões com resultado zero

Richa e Fruet torram dinheiro em propaganda com resultado duvidoso; tucano e pedetista, com mesmas agências, apresentam mesma publicidade e mesmo formato; a farra continua...

Richa e Fruet torram dinheiro em propaganda com resultado duvidoso; tucano e pedetista, com mesmas agências, apresentam mesma publicidade e mesmo formato; a farra continua…

Os donos de agências de propagandas prometem organizar uma homenagem ao governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), pela quebra de um recorde histórico: torrou em doze meses a espetacular quantia de R$ 240 milhões. Lembro aos mais desavisados leitores que essa dinheirama não saiu do bolso do tucano, mas de todos os paranaenses, pois se trata de recurso público. Leia mais

26 de junho de 2013
por esmael
19 Comentários

CPI da Urbs ou do Tranporte Público? Chicarelli esclarece: “à‰ da Urbs”

Prefeitura de Curitiba tenta blindar Urbs, a empresa que gerencia o transporte coletivo, ao recusar o nome de "CPI da Urbs"; governistas dizem que comissão se chama "CPI do Transporte Público"; Chicarelli, pai da proposta, esclarece: "é CPI da Urbs".

Prefeitura de Curitiba tenta blindar Urbs, a empresa que gerencia o transporte coletivo, ao recusar o nome de “CPI da Urbs”; governistas dizem que comissão se chama “CPI do Transporte Público”; Chicarelli, pai da proposta, esclarece: “é CPI da Urbs”.

A tropa de choque do prefeito Gustavo Fruet (PDT) entra em campo, na véspera da instalação da CPI da Urbs, com objetivo de blindar a empresa que gerencia o transporte coletivo em Curitiba. Em síntese, o oficialismo luta para manter a “caixa-preta” da Urbs lacrada. Leia mais

26 de junho de 2013
por esmael
47 Comentários

Dilma promulga sua própria PEC 37

Em tempos de Copa das Confederações, a presidenta Dilma Rousseff colocou embaixo das canelas da velha mídia, que canta vitória; Sindicatos de Polícia, como do Sindepol da Paraíba, satisfeitos, dizem que lei promulgada pela Presidência da República apenas confirma a PEC 37 engavetada.

Em tempos de Copa das Confederações, a presidenta Dilma Rousseff colocou embaixo das canelas da velha mídia, que canta vitória; Sindicatos de Polícia, como do Sindepol da Paraíba, satisfeitos, dizem que lei promulgada pela Presidência da República apenas confirma a PEC 37 engavetada.

Discutir com a velha mídia é o mesmo que jogar xadrez com um pombo. Ela sapateia no tabuleiro, desarranja todas as peças e sai com o peito estufado, proclamando vitória. Leia mais