8 de junho de 2013
por Esmael Morais
10 Comentários

Datafolha: Economia derruba pela 1!ª vez popularidade de Dilma

do Brasil 247Pela primeira vez desde a posse, em janeiro de 2011, a popularidade da presidente Dilma Rousseff caiu. Pesquisa feita pelo Instituto DataFolha apurou que 57% da população avalia o governo como ótimo ou bom, contra 65% em março. Em escala semelhante, subiu o percentual dos brasileiros que consideram que a inflação vai subir, saindo de 45% em março para 51% agora. Essa relação mostra que a aprovação ao governo Dilma está diretamente ligada à  situação da economia.

Dilma continua, porém, como favorita à  eleição presidencial de 2014, com 51% de intenções de voto. Um de seus principais adversários, porém, o senador Aécio Neves, do PSDB, subiu quatro pontos percentuais, chegando agora a 14% das intenções de voto. Com essa marca, ele aperece em terceiro lugar na corrida marcada para o próximo ano, atrás da ex-ministra Marina Silva. Ela surge com os menos 16% de intenções de voto da pesquisa anterior. Mais atrás, no quarto posto, aparece o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, com 6%. A pesquisa foi realizada nos dias 6 e 7 de junho.

Foram feitas 3.758 entrevistas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia mais

8 de junho de 2013
por Esmael Morais
8 Comentários

Jornalista da Folha aponta falha na biografia não autorizada de Dirceu

do Brasil 247 A jornalista Mônica Bergamo, colunista da Folha e profissional de imprensa mais influente do País, com 281,2 mil seguidores no Twitter, apontou um erro sério de apuração no livro “Dirceu”, a biografia não autorizada de José Dirceu, escrita por Otávio Cabral, editor da revista Veja. Ela nega ter sido convidada pelo ex-ministro para acompanhar sua prisão, que poderia ter sido decretada por Joaquim Barbosa, no fim do ano passado.

“Otávio Cabral, de Veja, diz que entrevistou 63 pessoas. Não me entrevistou. E deu uma informação completamente errada citando meu nome”, disse Mônica, em seu Twitter.

Cabral citou Mônica Bergamo ao falar de uma reportagem escrita por ela, quando Dirceu vivia seu momento mais tenso. E insinua um suposto conluio entre o ex-ministro e a jornalista. Ela, por sua vez, diz que, como a prisão era esperada, atuou jornalisticamente e foi à s 5h da manhã bater no interfone de Dirceu, que permitiu sua subida. Assim Bergamo descreve o encontro:

Dirceu tem momentos de tensão à  espera da polícia

Mà”NICA BERGAMO – COLUNISTA DA FOLHA

O interfone tocou ontem à s 5h30 da manhã na casa do ex-ministro José Dirceu, na Vila Mariana, em São Paulo.

Um de seus advogados, Rodrigo Dall’Acqua, e a Folha pediam para subir.

O porteiro hesita. “Como é o seu nome? Ele [Dirceu] não deixou autorização para vocês subirem, a gente não chama lá cedo assim.” Ele acaba tocando no apartamento do ex-ministro, ninguém atende. Dall’Acqua liga para o advogado José Luis Oliveira Lima, que está a caminho. Telefonemas são trocados, e Dirceu autoriza a subida.

Na saída do elevador, o ex-ministro abre a porta de madeira que dá para o hall. Por uma fresta, pede alguns minutos para se trocar.

Abre a porta.

Pega a Folha entre vários jornais sobre uma mesa. Comenta algumas notícias. Nada sobre a possibilidade de Joaquim Barbosa, presidente do S Leia mais

8 de junho de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Em tempos tucanos, Paraná não tem transparência alguma

Clique na imagem para acessar o Portal da Transparência.

Clique na imagem para acessar o Portal da Transparência.

Comentarista deste blog, que se identifica como “Trabalhador”, envia informação acerca do “Portal Transparência” do governo do Paraná. Segundo ele, a lista com 4.314 nomes de servidores ocupando cargos em comissão — sem necessidade de concurso público — simplesmente sumiu da internet. Isto mesmo, a lista tomou Doril e sumiu.  ... 

Leia mais

8 de junho de 2013
por Esmael Morais
11 Comentários

PT expulsa vereadora do autosequestro no Paraná

Ana Maria de Holleben.

Ana Maria de Holleben.

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, reunido neste sábado (8), em Curitiba, por unanimidade, decidiu pela expulsão da vereadora Ana Maria de Holleben, do município de Ponta Grossa, devido ao autosequequestro forjado no dia 1!º de janeiro de 2013. ... 

Leia mais

8 de junho de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Fruet contrata “arma secreta” de Richa. Agora vai?

O lema de Bohdan, pupilo de Pessuti e 'arma secreta' de Richa, é "se hay gobierno soy gobierno".

O lema de Bohdan, pupilo de Pessuti e ‘arma secreta’ de Richa, é “se hay gobierno soy gobierno”.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), de acordo com analistas de conjuntura, amplia cada vez mais seu poder de fogo político. Ele acaba de contratar Bohdan Mitcheko, do PTB, pupilo do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), para ocupar um cargo na administração regional do Pinheirinho com salário de dar inveja aos membros do PT e PDT, que entregaram curriculum, mas ainda aguardam nomeação.  ... 

Leia mais

8 de junho de 2013
por Esmael Morais
37 Comentários

A decadente Veja faz de Zé Dirceu um monstro e alerta o STF

do Brasil 247Para a revista Veja, a prisão de José Dirceu, assim como seu aniquilamento e a destruição completa de sua biografia, é uma questão de honra. Não fosse assim, a revista não teria recorrido aos serviços do bicheiro Carlos Cachoeira para tentar seguir !“ ilegalmente !“ todos os seus passos no Hotel Naoum, em Brasília. Da mesma forma, a revista não teria feito uma capa com fogos de artifício, quando o Supremo Tribunal Federal definiu as penas dos réus da Ação Penal 470.

Dirceu é um alvo especial para a revista porque ocupa um papel simbólico na história da esquerda brasileira. Transformá-lo em bandido, em personagem inescrupuloso ou numa espécie de monstruosidade moral é uma maneira, também, de criminalizar a própria esquerda.

à‰ nesse contexto que se insere a biografia não autorizada “Dirceu”, escrita pelo jornalista Otávio Cabral, editor de Veja. Até algumas semanas atrás, divulgava-se que o livro não seria mais lançado, diante dos receios da editora LeYa. Agora, “de surpresa”, o livro chega à s livrarias pela Record e também à  capa de Veja desta semana, cuja imagem é simbólica: o “monstro” pragmático Dirceu tira a máscara do “herói” sonhador, que ele usara na juventude. Abaixo disso, chamadas impactantes como num thriller policial: “Uma biografia não autorizada conta a transformação do jovem militante em um exímio manipulador político, homem de negócios e condenado que SEQUESTROU – TEVE MÚLTIPLAS IDENTIDADES – CHANTAGEOU LULA.

Uau! Quanta maldade reunida num só personagem!

Sobre o livro em si, poucas revelações bombásticas, a julgar pelo que está contido na reportagem de Veja. Uma das revelações é a de que, enquanto viveu no Paraná com Clara Becker e assumiu a identidade do empresário “Carlos Henrique”, Dirceu não mantinha apenas uma vida dupla, que ocultava da própria mulher. Ele também teria tido uma amante em São Paulo, onde comprava roupas para sua loja, e, portanto, tinha uma “vida tripla”, segundo Veja.

Sobre o sequestro, ele diria respeito ao estudante João Parisi Filho, membro do Comando de Caça aos Comunistas, que teria tentado se infiltrar entre milit Leia mais