Richa nada fala sobre subsídio e frustra 13 prefeitos da região metropolitana de Curitiba

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o de Pinhais, Luizão Goulart, tentam pegar o "bagre ensaboado" Beto Richa na questão da manutenção do subsídio à  tarifa única.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e o de Pinhais, Luizão Goulart, tentam pegar o “bagre ensaboado” Beto Richa na questão da manutenção do subsídio à  tarifa única.

O governador Beto Richa (PSDB) reuniu na manhã desta segunda-feira (6), no Palácio Iguaçu, 21 prefeitos para ato de sanção de lei isentando do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) o óleo diesel usado no transporte coletivo cujos municípios com mais de 140 mil habitantes.

O evento de hoje, contudo, frustrou os 13 municípios da região metropolitana de Curitiba que esperavam o anúncio pelo governador da manutenção do subsídio à  tarifa única de R$ 2,85. Na noite da última sexta-feira (3), chegou-se a cogitar que o tucano teria uma “bala de prata” para o imbróglio; se ele tem, deixou para usá-la mais adiante.

O presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Luiz Goulart (PT), prefeito de Pinhais, também considerou importante a isenção do ICMS, mas alertou que é preciso não confundir esta isenção com subsídio!. O que essa isenção significa é que o valor do subsídio necessário para os municípios pode ficar um pouco menor!, afirmou.

Paralelamente à  isenção de Richa, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), havia anunciado também na última sexta que bancaria a integração do transporte na região metropolitana, por pelo menos 30 dias, renunciando o ICMS das empresas de ônibus.

A decisão do prefeito Gustavo Fruet de bancar o custo da integração metropolitana por mais 30 dias, afirma Luiz Goulart, representou um alívio para todos os prefeitos das cidades que participam da Rede Integrada de Transporte.

Isso dá um fôlego para que se continue a negociar. Foi uma decisão providencial porque o convênio termina amanhã e nem prefeitos, nem usuários e nem empresas sabiam o que poderia acontecer. à‰ uma situação que não pode mais continuar por muito tempo!, afirmou.

A questão do subsídio à  tarifa única virou uma espécie de “batata quente” que à s vezes cai nas mãos de Richa e à s vezes nas mãos de Fruet. Por ora, está nas mãos do prefeito de Curitiba. Até o mês que vem.

14 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Vamos cobrar agora a desoneração de impostos federais que incidem sobre as tarifas, tributos estes que podem reduzir diretamente até 25% do valor do transporte público. O Estado está fazendo sua parte para reduzir a tarifa, e o governo federal, fará a sua?

    Vamos lá Gleisi Hoffmann, faça alguma coisa pelo povo que te elegeu senadora, se tem algum sonho político pela frente é bom começar a trabalhar, pois só de falatório o povo está cheio.

  2. O projeto do metrô é uma furada, melhor fazer o desalinhamento nas canaletas. E se a Dilma quiser, a grana que era pro metrô pode ir pro desalinhamento da Pça do Japão até o Pinheirinho, afinal, ela quer ganhar o governo do estado aqui ou não?

    Agora, que o trânsito desta cidade tá uma m…todo mundo tá vendo e sentindo. Será que tem Secretário na pasta do trânsito ou ele só tá dando expediente no CREA?

  3. quando ele era candidato a prefeito eu escrevi muitas vezes que ele NAO SABE ADMINISTRAR O SITIO LA EM TIJUCAS , QUANTO MAIS UMA CIDADE.

  4. Magoados e derrotados faz parte, mais e preciso se conformar!

  5. Deveria ser obrigatório passar RG e CPF para comentar neste blog, alguns ”bobalhões” pensariam 2x antes de escrever asneiras.

  6. O negócio é desmanchar a rede integrada e pronto, esse breve futuro ex-governador já provou que é um falso e não gosta do povo.

  7. CHAMA O ANAO DO LALA SCHINNAIDER,QUE ELE ESTA PRONTO PARA RESOLVER O PROBREMA.DO TRANSPORTE

  8. Esmael e demais quando este blog fala que, “”¦ tentam pegar o “bagre ensaboado” Beto Richa na questão da manutenção do subsídio à tarifa única.” Me reporto ao militarismo com está máxima que diz, “quem é peixe (quando se destaca negativamente no meio do efetivo) corta-se a cabeça, limpa-se, assa-se e come-se tudo inclusive o rabo!”
    E quem vai fazer estas quatro ações cortar, limpar, assar e comer no sentido político nas eleições de 2014 para governador em Curitiba e Região Metropolitana esse “peixão neoliberal” serão os eleitores pobres, humildes e trabalhadores, usando o arpão da opinião pública que faz tempo já pegou ele na rede!

  9. E o metrô de Curitiba? Será que o Requião tem razão ao afirmar que o ex-psdb Fruet é um imobilista??? Projeto pronto e verba garantida, o bom moço não se mexe!!!!!!! Vá ser incompetente assim no inferno.
    Até agora o tucaninho tudo fez para confirmar a fama que é bom mesmo em proferir discursos moralistas baratos na câmara dos deputados, mas tirar a bunda da cadeira e se mexer, nada!
    Fica esperando esmola do playbeto, chorando o leite derramado, enquanto o isto o trânsito em Curitiba continua um inferno.
    É desanimador, mas já imaginava, votei no Fruet apenas para tirar o nulo do Ducci.

    • O Fruet tem toda a razão em não tocar o projeto do metrô do Ducci para a frente, pelo simples motivo que o projeto é muito ruim, caro e não iria resolver em nada os problemas do transporte coletivo de Curitiba.

      • ATÉ QUANDO o Prefeito vai postergar a abertura da caixa preta da URBS? Até quando vai manter os diretores da Era Ducci? até quando vai se preocupar apenas com o subsidio que seria apenas a ponta do iceberg? Até quando vai confiar em Diretor que não tem experiência em transporte público municipal e, pior, que confia e permite que diretores de DUCCI conduzam reuniões relevantes e ainda tem a coragem de dizer que os empresários têm direito a aumento sem auditar planilha decorrente de licitação feita pelo Richa? até quando vai deixar que o Secretário Massa JR demonstre entender mais do transporte coletivo do que o Diretor que nomeou? o anseio de mudança propiciou sua eleição logo não seria um risco muito grande frustar os eleitores Curitibanos??? quando perceberá que o alto custo tarifário decorre da licitação feita por Richa que não buscou a menor tarifa e ainda permitiu que não surgissem outros prestadores mantendo aqueles que se consideram donos do serviços há décadas?

    • O metro e fácil de fazer, e fácil de falar, e como as obras da copa que transformou na maior roubalheira da historia por todo o Brasil, começando pelo estadio do atlético aqui no Parana, vão iniciar o Metro e o dinheiro vai acabar varias vezes, e a obra vai paralisar varias vezes, quem conhece uma obra de metro subterrâneo não deseja ela para sua Cidade, ações judiciais que interrompe os trabalhos e paralisam até por vários anos como aconteceu em São Paulo e Rio e Janeiro, devido a prejuízos causados a terceiros, no Rio de Janeiro uma obra de metro ficou paralisada durante 10 anos, desculpe a palavra, aquele Cu gigante virado pro céu, pergunte para os moradores vizinho do traçado de Curitiba, o que eles acham do risco, que estão correndo, muitos nem vão poder entrar nas suas casas, coisas que vai acontecer durante anos, Curitiba tem espaço físico para metro de superfície e aéreo com construções rápida e mais barata, sem falar na malha ferroviária da região metropolitana já existente, que pode ser melhorada para implantação de trens Metropolitanos, quanto ao metro subterrâneo do Luciano Ducci, eu gostaria de não precisar de morar em Curitiba, só para não ver essa cagada. Sera uma burrice muito grande se o Gustavo Fruet tocar uma ideia dessa enfrente, quem tem pressa come cru!