Pela criação do 40!º ministério de Dilma Rousseff

Se o governo federal aumentasse o orçamento do programa Bolsa Família e diminuísse o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte a velha mídia, e o mesmo O Globo, cravaria essa: Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério os barões da mídia deste país.

Se o governo federal aumentasse o orçamento do programa Bolsa Família e diminuísse o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte a velha mídia, e o mesmo O Globo, cravaria essa: Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério os barões da mídia deste país.

Não gosto de números quebrados. Prefiro números redondos. Sempre 10, 20, 30, 40… Nada de 9, 19, 29, 39… Por isso defendo que a presidenta Dilma Rousseff crie o 40!º ministério na Esplanada. Nada a ver com conto árabe de Ali Babá. Quero deixar isso claro.

A velha mídia não quer que a presidenta instale o 40!º ministério. Faz da quantidade de ministros sua nova barricada. Diz que custam R$ 58,4 bilhões para movimentar essa máquina. A conta é d’O Globo, que estampou isso na capa.

O jornalão até compara com os valores que o erário destina ao programa Bolsa Família: R$ 24,9 bilhões em 2013.

O diabo é que se aumentar o Bolsa Família e reduzir o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte o mesmo O Globo vai cravar essa: Governo Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério a velha mídia.

Quem poderia ser o quadragésimo ministro de Dilma? Ainda não sei. Penso em fazer uma enquete. Estou sem palpite, mas acho que poderia ser um índio. Não tem índio no governo, só cacique.

No governo de Dilma já tem negro, gay, mulher, mas ainda não tem índio. Seria mais uma política afirmativa se um “selvagem” fosse nomeado para o 40!º ministério.

Comentários encerrados.