Pela criação do 40!º ministério de Dilma Rousseff

Se o governo federal aumentasse o orçamento do programa Bolsa Família e diminuísse o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte a velha mídia, e o mesmo O Globo, cravaria essa: Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério os barões da mídia deste país.

Se o governo federal aumentasse o orçamento do programa Bolsa Família e diminuísse o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte a velha mídia, e o mesmo O Globo, cravaria essa: Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério os barões da mídia deste país.

Não gosto de números quebrados. Prefiro números redondos. Sempre 10, 20, 30, 40… Nada de 9, 19, 29, 39… Por isso defendo que a presidenta Dilma Rousseff crie o 40!º ministério na Esplanada. Nada a ver com conto árabe de Ali Babá. Quero deixar isso claro.

A velha mídia não quer que a presidenta instale o 40!º ministério. Faz da quantidade de ministros sua nova barricada. Diz que custam R$ 58,4 bilhões para movimentar essa máquina. A conta é d’O Globo, que estampou isso na capa.

O jornalão até compara com os valores que o erário destina ao programa Bolsa Família: R$ 24,9 bilhões em 2013.

O diabo é que se aumentar o Bolsa Família e reduzir o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte o mesmo O Globo vai cravar essa: Governo Dilma incentiva a vagabundagem no país!. Por isso não dá para levar a sério a velha mídia.

Quem poderia ser o quadragésimo ministro de Dilma? Ainda não sei. Penso em fazer uma enquete. Estou sem palpite, mas acho que poderia ser um índio. Não tem índio no governo, só cacique.

No governo de Dilma já tem negro, gay, mulher, mas ainda não tem índio. Seria mais uma política afirmativa se um “selvagem” fosse nomeado para o 40!º ministério.

20 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to mention I’m all new to blogging and site-building and really enjoyed you’re page. More than likely I’m going to bookmark your website . You absolutely come with incredible well written articles. Cheers for revealing your webpage.

  2. O que faz um pastor da Igreja Universal no Ministério da Pesca?

  3. O problema Esmael não o número de Ministérios, mas sim o retorno que estes dão à população/sociedade brasileira. Poderíamos ter 200 ministérios, desde que tivéssemos saúde, educação, segurança, emprego, etc, etc em ordem.

    Pergunta: A tua vida melhorou um vírgula pela criação deste 40° ministério? Pergunta na padaria da esquina se o negócio melhorou depois que foi criado o 40° ministério?

    Resumo: o 40° ministério é totalmente desnecessário.

  4. Puta que pariu mais uma affff aí mata o velho, há uma especulação de grandes caciques por tras disso e na verdade os caciques de gravatas que usarão os pobres indios de laranjas afff.

  5. Gostaria muito que as pessoas que leem este blog e que obviamente possuem um nivel elevado de esclarecimento conseguissem discutir uma politica que fosse boa para as pessoas. É impressionante como a ideologia cega as pessoas , e de ambos os lados . Se de um lado vemos um governo do estado caindo de incompetencia e falta de seriedade. Um governador que já perdeu o rumo e vai sangrar o tesouro do estado para tentar se manter no poder , do outro temos um governo federal desastroso , onde a ideologia do socialismo e a ética já foram esquecidos. Ladrões , corruptos e incompetentes em ambos os lados .
    E aí , os poucos esclarecidos que poderiam gerar um espirito critico, ficam se degladiando justificando um erro de seu lado, alegando que o do outro foi pior.
    Isso facilita a vida dessa cambada ! Em breve teremos um estado destruido dentro de um pais destruido . Por que ? porque os poucos privilegiados que tem noção da realidade, preferem se agarrar incondicionalmente as suas convicções ideologicas , sem perceber que aqueles que defendem não mereceriam nada alem de desprezo.
    Lamento ver gente de bem de um lado , defendendo tucanos sem nenhum compromisso com o Brasil e de outro adeptos do PT defendendo um bando de canalhas que hyá muito tempo não representam mais o espirito que criou este partido.
    Triste… muito triste.

  6. E a PTzada ainda tem cara de pau para querer criticar o governador Beto Richa, em cada ministério desse o governo federal pendura quantos CUmpanheiros mesmo? Quantos milhões são necessários para manter toda essa tropa instalada em Brasília?

    É bem como dizia minha falecida vovózinha, “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

  7. Pior que a ‘velha mídia’ é a conivência e omissão da nova. Blogueiros que, não sei porquê, acham bonito estas safadezas de 40 ministérios, estádios de futebol, Copa, juros altos (ainda estão altos), negociações para aprovações de privatizações (portos) e outros ‘interesses’, corrupção, etc.
    O PT mudou o Brasil… Mas para pior… Um país onde vale o oportunismo, a desonestidade e a vagabundagem.
    Um país onde há um Estatuto do Idoso que não vale nada. Onde não há casas de repouso públicas mas há para drogados.
    Liguei para duas casas de repouso e o preço mensal dado foi de 1.530,00 numa e 1.900,00 noutra. Uma exploração. Velho não tem valor. Melhor idade é mídia de uma rede de farmácias.
    Quer dizer, uma pessoa que contribuiu sua vida toda vale menos que um ‘chapado’ quando se trata de assistência social.
    Governo podre.

  8. SABE O QUE MAIS ME ENTRISTECE ESMAEL?
    É VER ATÉ VC FAZENDO ESSAS PROVOCAÇÕES.
    COMO SOCIALISTA QUE VC SE DIZ SER, DEVERIA SEGUIR OS PASSOS DE UMA DAS ÚNICAS PESSOAS QUE MERECE ADMINIRAÇÃO NO SEU PARTIDO….O MIN. DO ESPORTES ALDO REBELO.
    VC ENOJA OS BRASILEIROS COM ESSA POSIÇÃO….QUE CHEGA A SER UMA PROVOCAÇÃO AOS TRABALHADORES.

  9. Tudo bem Esmael, mas com índio dos EUA não dá né?

  10. Podíamos começar a ter, com a 40ª pasta, um Ministério das Comunicações de verdade.

  11. A administração pública no Brasil está virando bagunça, é a festa de contratação de funcionários em cargo em comissão dos governadores do PSDB, o governo federal aumenta a despesa pública cada vez mais…Sabe qual o resultado disso?

    Aumento de impostos, cada vez mais, nunca pagamos tantos impostos nesse páis. Qual é o problema disso?

    Perda do dinamismo da economia. Temos quedas nos investimentos produtivos, como fábricas, porque nossos produtos são taxados em excesso, aí melhor trazer da China e de outros países.

    Ou paramos essa farra, ou param as nossas esperanças de ser um grande país no futuro. Se continuarmos assim, o capital nacional escorrega e tudo se vende. Somos sérios candidatos a termos patrões chineses e adeus a nossas cargas horárias semanais de 40 ou 44 horas, poderemos ter que tabalhar 70 horas por semana, como eles chegam a fazer.

    Então pessol temos que botar ordem na casa..

  12. Eram 22, 24 no tempo do FHC. Lula criou mais dezena e meia.
    Aposto que nem Dilma, nem ninguém declina os nome dos ministérios e pior ainda, dos seus respectivos ocupantes.

  13. 40 Ministérios Sr. Esmael???? Me diz, com toda sinceridade, qual governante consegue administrar algo 40 Ministérios???? Ao Invés de enxugar a máquina, reduzindo gastos e custos, a D. Dilma faz crescer esses gastos. e você é favor?? Que absurdo, e ainda criticam os outros. Dilma(Lula) e os 40 ladrões de 1 escalao fora os demais parasitas, Quanto daria pra equipar Hospitais, Construir Creches, Escolas, ou até mesmo aumentar os atedidos pelo Bolsa-Esmola??? ë Nojento ver alguém estimular isso. Você devia rever sua posiçao.

    • Cuidado… Não se esqueça que o seu ÍDOLO aqui no Paraná é recordista de cargos comissionados na história do governo do estado.

      • Manter a estrutura e os funcionários das atuais 39 pastas do governo Dilma Rousseff, instaladas na Esplanada dos Ministérios e em outros prédios espalhados pela capital, custa pelo menos R$ 58,4 bilhões por ano aos cofres públicos.

        Esta verba, que está prevista no Orçamento Geral da União de 2013 para o custeio da máquina em Brasília, é mais que o dobro da que foi destinada ao maior programa social do governo, o Bolsa Família, que custará R$ 24,9 bilhões este ano.

        A maior despesa nesse bolo é justamente com os salários dos funcionários, tanto os de Brasília quanto os espalhados país afora: o Executivo federal fechou a folha de pagamentos de 2012 em R$ 156,8 bilhões. O número de ministérios passou de 24, em 2002, para 39 este ano.

        Ou seja, 15 novos ministérios, criados apenas como cabide de emprego, sem função ou quase nenhuma.

    • Acho que esse não é o espírito da coisa, ou melhor, da notícia. A crítica da grande imprensa não está escondida, ela não é implícita, está sim escancarada, mas não vou tentar explicar nada, já desisti, não funciona, esse povo não entende nunca. Não percebem comparações, ironias, ou qualquer figura de linguagem, ou se percebem, é só quando lhes convém.

    • Refrescando a memória de um comissionado que não olha o seu próprio rabo:
      “A derrota eleitoral do ex-prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB), que buscou a reeleição em outubro passado, mas não conseguiu sequer passar para o segundo turno, provocou a migração de pelo menos 162 funcionários de confiança da gestão dele para o governo do Estado, comandado pelo aliado e padrinho político Beto Richa (PSDB).

      O número foi obtido pelo UOL com base em informações do próprio governo do Estado e num cruzamento feito pela reportagem entre a lista de funcionários com cargos em comissão da Prefeitura de Curitiba, em dezembro de 2012, com dados cadastrados no Portal da Transparência do Paraná, que tem como base a folha de pagamentos da administração estadual em 2013.

      Cargos em comissão são empregos públicos temporários, preenchidos por indicação política, não por concurso. O cruzamento revelou que 68 comissionados pela prefeitura de Ducci foram nomeados para cargos do mesmo tipo (mas não, necessariamente, de salários iguais) na administração do governador tucano.

      Desses 68, a maioria (51 pessoas) não tem nenhum vínculo com o serviço público e teria de deixar a prefeitura de qualquer forma, mesmo que não recebesse cargos no governo do Estado. Outros 14 são funcionários de carreira da prefeitura que acumulavam cargos em comissão sob Ducci e agora em 2013 foram cedidos à administração Richa. Por fim, três pessoas funcionárias de carreira do governo do Estado, que estavam cedidas à prefeitura, voltaram ao Estado.

      Questionado a respeito pela reportagem, o governo apresentou outros números. Informou que 108 funcionários de carreira da prefeitura foram cedidos ao governo mediante ressarcimento ““ todos eles também ganharam cargos em comissão no Estado. Excluídos deste rol os 14 servidores de carreira que a reportagem localizou no cruzamento de dados, para evitar uma provável duplicidade, tem-se ao menos 162 funcionários içados da prefeitura de Fruet para o governo de Richa.
      Servidores ocultos

      O número, porém, pode ser maior. A reportagem localizou ao menos um ex-comissionado na prefeitura trabalhando no governo do Estado sem que, contudo, seu nome conste do Portal da Transparência. O caso pode ser isolado, mas também pode indicar que existam outras pessoas em situação semelhante.

      Além disso, o Portal da Transparência não oferece ao cidadão a possibilidade de rastrear os servidores contratados em caráter temporário, também por indicação política, e não por concurso, por empresas mistas cujo principal acionista é o governo do Estado, que fazem parte da chamada administração pública indireta.

      Muitos cabos eleitorais de Ducci, exonerados de seus cargos na prefeitura para trabalhar na campanha eleitoral do ex-prefeito, em meados de 2012, não constam da lista de comissionados de dezembro do ano passado ““ mas podem ter sido abrigados na administração estadual.

      Rastreá-los, porém, só seria possível com uma listagem de funcionários em comissão da prefeitura anterior ao início da campanha eleitoral. Oficialmente, o governo do Estado diz não ter uma lista (nem ao menos o número) de detentores em cargos em comissão exonerados da prefeitura após o fim do governo Ducci e contratados por Richa.

      Além dos 108 servidores de carreira da prefeitura chamados para ocupar cargos na administração pública, o governo informa que cedeu 12 de seus funcionários concursados para a nova administração de Curitiba, comandada por Gustavo Fruet (PDT), que terão cargos em comissão e salários pagos pelo município.

      O governo do Paraná diz manter 4.626 pessoas em cargos em comissão ““ o equivalente a 1,2% dos 203.466 servidores públicos ativos. Além disso, 1.736 cargos em comissão (ou 40% do total) são ocupados por pessoal concursado do próprio Estado.
      Os salários

      Assim como diz não ter um número global de quantos são os comissionados egressos da prefeitura de Ducci, o governo do Estado não informa qual o custo deles aos cofres públicos.

      É possível, entretanto, ver no Portal da Transparência os salários das 68 pessoas que foram comissionadas na prefeitura e foram indicadas para postos no Estado. Dois deles, secretários de Estado, recebem o terceiro maior salário pago pela administração pública para cargos em comissão – R$ 18.706,19, ou 70% do que recebe o governador do Paraná.

      Também para o primeiro escalão do governo do Estado foram o ex-secretário de Assuntos Metropolitanos de Curitiba de Ducci Horácio Monteschio, agora diretor-geral da Secretaria da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, e a ex-presidente do Instituto Municipal de Turismo Juliana Vosnika, que comanda o Paraná Turismo desde o início de janeiro.

      A maioria dos comissionados que migraram da prefeitura (33 pessoas) recebem salários de nomenclatura DAS-5 e 01-C, que têm salários que vão de R$ R$ 3.149,71 a R$ 5.812,13. Outros 12 recebem até R$ 7.925,69 mensais do cargo DAS-2, e cinco até R$ 10.435,45, por terem recebidos cargos de matrícula DAS-1. No caso de servidores de carreira da prefeitura ou do Estado, estes valores se somam ao salário-base do servidor.
      Gastos no limite

      Levantamento realizado há alguns dias pelo jornal “Gazeta do Povo” mostrou que, entre 2012 e 2013, o governo do Estado aumentou em 10% o número de servidores comissionados no seu quadro de funcionários. Com isso, subiu em 15% o gasto com cargos em comissão, que saltou de R$ 16,2 milhões para R$ 18,6 milhões mensais ““ os dados são da Secretaria da Administração e Previdência.

      O governo do Paraná encerrou 2012 gastando 46,67% da receita líquida corrente com a folha de pagamento. Assim, ultrapassou o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal ““ que é de 46,55%.”
      http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/04/30/governo-do-parana-da-cargo-a-162-aliados-de-prefeito-derrotado-a-reeleicao-de-curitiba.htm

  14. Dilma e Esmael: “os cães ladram e a caravana passa”!

  15. Seria o Alibabá uma mulher?
    O tempo dirá!

    • Quote:

      “O diabo é que se aumentar o Bolsa Família e reduzir o número de ministérios, pode anotar aí, no dia seguinte o mesmo O Globo vai cravar essa: “Governo Dilma incentiva a vagabundagem no país”. Por isso não dá para levar a sério a velha mídia.”

      Já vi defesas ideológicas muito melhores do que esta…

      Dizer que a presidente Dilma pauta suas ações com receio do que o Globo publica, é uma heresia!

      Até o presente momento, fora o interesse puramente ELEITOREIRO, nada justifica a proliferação de Ministérios no governo Dilma.

      Mas é preciso esclarecer também que o eleitorado de Dilma e Lula pouco se importa com isto… Quem se incomoda somos nós, leitores sérios e preocupados com a FARRA dos CARGOS e MINISTÉRIOS no governo DILMA…

      São poucos os que lêem jornais e blogs dotados de consciência ética e política, que repudiam mensaleiros e seus companheiros militantes…

      A massa votante neste “grupo” de políticos não lê jornais, se limpa com eles…