No Paraná, servidores acampam em frente à  sede do governo contra aumento parcelado

Governador Beto Richa.

Governador Beto Richa.

Dezenas de funcionários públicos deverão acampar nesta segunda-feira (20), em frente ao Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, em Curitiba, para protestar contra o parcelamento do “aumentão” de 6,49% concedido pelo governador Beto Richa (PSDB) na data-base. As entidades representativas dos servidores reivindicavam 13,69%.

Se o governo tucano não foi generoso com o quadro efetivo, por outro lado, foi uma mãe para os que detêm cargos comissionados — aqueles de livre nomeação, sem concurso.

No último sábado (14), horas antes de embarcar para a Europa, Richa pediu a um professor que removesse uma imagem com críticas à  contratação de comissionados e o parcelamento do “aumentão” de 6,49%.

O governador que criou 400 cargos comissionados com salário médio de R$ 4.000,00 cada um, em um ano!¦ Não pode pagar aumento de 6,4% dos profissionais da educação, que não chegam ganhar metade disso!¦ Que vergonha, Paraná!!, era o texto que o tucano pedia para ser removido do Facebook (clique aqui para relembrar)

A preferência de Richa pelos comissionados não é de hoje. Além de quase dobrar a quantidade de funcionários de livre nomeação, o governador concedeu reajustes para essa categoria entre 63% e 128% (clique aqui para relembrar).

Comentários encerrados.