Fruet e Mirian assinam convênio para uso compartilhado da sede da UPE

Prefeito Gustavo Fruet assina decreto que deixa para UPE a concessão de uso do Palácio dos Estudantes; dirigentes e ex-dirigentes da entidade participaram da cerimônia, à s vésperas do congresso estadual da entidade. Foto: Maurilio Cheli/SMCS.

Prefeito Gustavo Fruet assina decreto que deixa para UPE a concessão de uso do Palácio dos Estudantes; dirigentes e ex-dirigentes da entidade participaram da cerimônia, à s vésperas do congresso estadual da entidade. Foto: Maurilio Cheli/SMCS.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) e a vice Mirian Gonçalves (PT) assinaram, nesta quinta-feira (16), um convênio com a União Paranaense dos Estudantes (UPE) que autoriza o uso compartilhado da sede histórica da entidade, em Curitiba, com a Fundação Cultural de Curitiba.

O “Palácio dos Estudantes”, como se chama agora o casarão da UPE terá a retaguarda da prefeitura da capital, conforme decreto municipal– o que vai garantir seu funcionamento permanente, sem problemas com vandalismos e abandonos.

A primeira preocupação é com a segurança da região, evitando que se transforme em um local abandonado. Também queremos revitalizar essa que é uma das casas mais bonitas e tradicionais de Curitiba, que está no bairro São Francisco, região que passa a ter uma atenção especial do poder público. Queremos devolver para a comunidade um espaço bonito, evitando que ele seja degradado, e garantir que a UPE tenha espaço para sua sede estadual!, disse o prefeito, durante a solenidade.

O evento também contou com a participação do deputado estadual Antônio Anibelli Neto (PMDB), dos secretários municipais Marcos Cordiolli, Ricardo Mac Donald, Fábio Scatolin, diretores da entidade estudantil e do médico José Ferreira Lopes, o Dr. Zequinha, ex-dirigente da UPE na década de 60.

Iniciamos um ciclo de reconstrução de um polo cultural em Curitiba, que já foi muito forte e também referência para a região do São Francisco e para a capital, que é o casarão da UPE, com toda a sua história. Queremos voltar a “bombar” culturalmente nosso casarão!, disse Rafael Bogoni, presidente da UPE.

A UPE realiza congresso estadual neste final de semana em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais (clique aqui para relembrar).

Com informações Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba.

6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Uma decisão coerente por parte da PMC. Já está provado que a UPE não tem condições de manter o casarão. O uso compartilhado com a FCC garante a preservação do patrimônio público.

  2. Iniciamos um ciclo de reconstrução de um polo cultural em Curitiba, que já foi muito forte e também referência para a região do São Francisco e para a capital, que é o casarão da UPE, com toda a sua história. Queremos voltar a “˜bombar”™ culturalmente nosso casarão”, disse Rafael Bogoni, presidente da UPE.

    Coincidentemente o que também está bombando é o consumo de bebidas alcoólicas e drogas na região do São Francisco.

  3. ESPERO QUE CUIDEM E PRESENVEM ÀQUELE IMÓVEL, TENHO SAUDADES…

  4. Da hora isso so acho que está na hora da Upe cuidar mais do Casarão tb porque nos últimos anos eles mesmo deixaram chegar numa situação lastimável pela história daquela casa!

  5. Cuidado!!! Os soldados do Arnaldo Jabour se leventam contra o Golpe “Comunista” que será dado em 2014. Vejam abaixo….

    http://www.hariovaldo.com.br/site/2013/05/16/golpe-comunista-2014-a-reacao-vira-dos-shoppings/#more-7809

  6. Recebem um prédio histórico como sede e o transformam em covil de viciados, destruindo o que há no prédio. Que depois abandonam e vira abrigo de Bêbados, Mocó de viciados e um perigo para a vizinhança.