Dilma põe Gleisi na vitrine política

Palácio Iguaçu teme "Efeito Ducci" com três candidaturas nas eleições de 2014; hoje, cenário coloca Richa enfrentando Gleisi e Requião; quem seguirá para o segundo turno?

Palácio Iguaçu teme “Efeito Ducci” com três candidaturas nas eleições de 2014; hoje, cenário coloca Richa enfrentando Gleisi e Requião; quem seguirá para o segundo turno?

Se antes a atuação política a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, era quase imperceptível, destacada pela discrição e pautada pela ação intra muros!, agora parece soltando aos poucos o freio de mão puxado.

A presidenta Dilma Rousseff levou a ministra à  vitrine política nos últimos dois meses. Gleisi é pré-candidata ao governo do Paraná em 2014. A superexposição começou com a MP dos Portos e se repetiu ontem durante entrevista coletiva sobre a nova lei dos empregados domésticos.

Gleisi Hoffmann faz todos os movimentos de candidata à  sucessão do governador Beto Richa, motivo que vem tirando o sono dos tucanos no Paraná. Entretanto, há quem aposte na permanência da petista na Casa Civil a pedido de Dilma.

Mas hoje o cenário eleitoral mais palpável para 2014 seria três candidaturas muito competitivas. A saber: 1- Beto Richa (PSDB); 2- Gleisi Hoffmann (PT); e 3- Roberto Requião (PMDB). Quem iria para o segundo turno? Só Deus sabe…

Em Curitiba, nas eleições de 2012, o candidato do oficialismo (prefeito Luciano Ducci, do PSB), não conseguiu avançar nem para o segundo turno. A história pode se repetir no ano que vem? A conferir.

Comentários encerrados.