Cuba garante que seus médicos são capazes; profissionais paranaenses reagem à  importação

da Agência Brasil, via Brasil 247

Governo cubano rebate argumentos dos que se posicionam contra a importação de profissionais de saúde do país; em Cuba, há 25 faculdades de medicina, todas públicas, e uma Escola Latino-Americana de Medicina, na qual estudam estrangeiros de 113 países, inclusive do Brasil; a duração do curso é de seis anos em período integral; revista Veja tratou o caso como invasão de "espiões comunistas", o que foi ironizado pelo chargista Carlos Latuff.

Governo cubano rebate argumentos dos que se posicionam contra a importação de profissionais de saúde do país; em Cuba, há 25 faculdades de medicina, todas públicas, e uma Escola Latino-Americana de Medicina, na qual estudam estrangeiros de 113 países, inclusive do Brasil; a duração do curso é de seis anos em período integral; revista Veja tratou o caso como invasão de “espiões comunistas”, o que foi ironizado pelo chargista Carlos Latuff.

A polêmica gerada pela disposição do governo de contratar cerca de 6 mil médicos de Cuba para trabalhar na atenção primária à  saúde nas regiões mais carentes do país é estimulada, entre outras razões, pela dúvida sobre a formação profissional deles. Mas o governo cubano rebate as dúvidas com números. Em Cuba, há 25 faculdades de medicina, todas públicas, e uma Escola Latino-Americana de Medicina, na qual estudam estrangeiros de 113 países, inclusive do Brasil.

A duração do curso de medicina em Cuba, a exemplo do Brasil, é seis anos em período integral, depois há mais três a quatro anos para especialização. Pelas regras do Ministério da Educação de Cuba, apenas os alunos que obtêm notas consideradas altas em uma espécie de vestibular e ao longo do ensino secundário são aceitos nas faculdades de medicina.

Médicos paranaenses também entram na guerra contra a vinda de cubanos.

Médicos paranaenses também entram na guerra contra a vinda de cubanos.

Médicos cubanos que atuam no Brasil contam que, em Cuba, o estudante tem duas chances para ser aprovado em uma disciplina na faculdade: se ele for reprovado, é automaticamente desligado do curso. Na primeira etapa do curso, há aulas de biomédicas, ciências sociais, morfofisiologia e interdisciplinaridade.

Nas etapas seguintes do curso, os estudantes de medicina em Cuba têm aulas de anatomia patológica, genética médica, microbiologia, parasitologia, semiologia, informática e outras disciplinas. Segundo os médicos cubanos, não há diferença salarial entre os profissionais exceto pela formação !“ os que têm mestrado e doutorado podem ganhar mais.

De acordo com os profissionais cubanos, todos os estudantes de medicina passam o sexto ano do curso em período de internato, conhecendo as principais áreas de um hospital geral. A formação dos profissionais em Cuba é voltada para a chamada saúde da família: os médicos são clínicos gerais, mas com conhecimento em pediatria, pequenas cirurgias e até ginecologia e obstetrícia.

Porém, a possibilidade de contratar médicos cubanos gera críticas e ressalvas de profissionais brasileiros. Mas o governo brasileiro considera que a necessidade de profissionais e de garantia de saúde para toda a população brasileira deve prevalecer em relação à s eventuais restrições aos estrangeiros.

No começo do ano, os prefeitos que assumiram os mandatos apresentaram ao governo federal uma série de demandas na área de saúde. Na relação dos pedidos apresentados pelos prefeitos estavam a dificuldade de atrair médicos para as áreas mais carentes, para as periferias das cidades e para o interior do país.

36 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Depois o Brasil fica putinho quando é barrado em aeroportos internacionais. Ao invés de criticar os médicos estrangeiros deveriam cuidar melhor da população e reclamar com o governo que não dá demanda de médicos para a população, materiais e equipamentos suficientes. E entre nós… A população deveria também tomar vergonha na cara e parar de sair fazendo filho que nem coelho, depois não adianta chorar nas filas de hospitais.

  2. Acho importante a vinda deles pois nossos médicos preferem ficar em grandes centros.Se pudesse iria para la também para aprender noções básicas de saúde.

    • Ou você é pouco informada, ou é apenas mais um membro do RedePT13 que está palntando a mesma notícia há dias.

      Os nossos médicos ficam nos grandes centros porque é lá que estão os hospitias, é lá que tem equipamentos, medicamentos e tudo mais que é necessário para se salvar uma vida. Quero ver se você permitiria que seu filho fosse para o Amazonas trabalhar como médico, sofrendo para trabalhar, sem estrutura alguma, sem ter o mínimo necessário para fazer um trabalho digno e humano. Raro é encontrar um equipamento de Raio X que funcione de maneira ideal, imagina um tomografo ou algo mais sofisticado. O médico é responsável pelo seu paciente, mas sem estrutura é impossível se trabalhar de forma adequada, e se o paciente morre e o profissional é penalizado por sua morte?

      Quero ver quanto tempo os tais médicos cubanos ficam na selva ou no deserto, vamos ver quantos virão para as capitais já no primeiro ano aqui no Brasil.

  3. Se são realmente capazes porque relutar em fazer a revalidação do diploma? Qualquer estrangeiro que venha trabalhar no Brasil deve se sujeitar ao mesmo teste que nós brasileiros somos obrigados a fazer. Não entendo a razão do governo federal estar relutante em aplicar a mesma prova para os cubanos, já que reconhecem neles a capacidade de exercer a medicina em território nacional. Imagino que a relutância se de ao fato de apenas 15% dos estrangeiros passarem nesta prova de revalidação do diploma.

    Não sou contra a contratação de médicos de qualquer lugar do mundo, mas desde que sejam submetidos a mesma prova de revalidação que nós.

  4. Hahahahahahahahahahahahahahahah AITA CELSO ROCHA, sabe Celso, o problema ñ é os medicos paranaenses, e nem os Cubanos…
    O grande problema é o PRECONCEITO, de grande parte da sociedade curitibana,e inclusive, com gente de peso, como é o POLITICO NEY LEPREVOSTE, na visao dele um presidente da republica, ñ merece ser tratado por melhores medicos,ele acha q um presidente da republica, tem q ser tratado por medicos calças curtas,MADORES igual alguns medicos preconcituosos de Curitiba, alguns nem todos!!Questoes de infra estruturas, e falta de condiçoes de trabalho q eles tanto alegam, o problema ñ é só federal, ou seja, do governo fedral, mas de todos os governos… Municipais, estaduais e federais, é responsabilidade dos prefeitos ,dos governadores, do conjunto da sociedade como um todo… Eu prgunto;O q o governador esta fazendo para melhorar a infraestruturas do estado??O LUCIANO DUCCI, q é um medico, ele esta trabalhando??Oq ele fez quando prefeito da capital, na area da saude?Uma coisa é serto, proficionais bons e ruins tem em todas as ares…AGORA, GENTE PRECONCEITUOSAS, Ñ SAO PROFICIONAIS, NEM AKI NEM NA CHINA!!!Melhor dizendo, aquele pessoal de jaleco branco q sairam as ruas para protestar contra os medicos cubanos… Eles podem ser qualquer coisa, menos medicos.Até porq o GALDINO tambem usa jaleco branco. Esse papo de dizer q falta infraestrutura, é pura falacia e preconceito, é desculpas mais esfarrapadas do mundo… Pois se a ideia fosse da direitona brava, eles estavao bem quietinhos, como estao nos casos dos pedagios, do tudo aki paraná, da calçada de granito no batel, e nas periferias porcarias… Etc, etc,etc,e tal!!
    O MURO DE BERLIN, JA CAIU HA MUITO TEMPO!!
    Ñ EXITE MAIS PAÍSES DE FRONTEIRAS FECHADAS!
    OS MILHARES DE AITIANOS ACOLHIDOS PELO GOVERNO FEDRAL BRASILEIRO, ELES Ñ DIZEM NADA!!!

  5. Em tempo como bom brasileiro não dá para esquecer o lado irônico da questão:
    Senão vejamos:
    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=656019381079816&set=a.253533091328449.81695.100000152810582&type=1&theater

  6. Esmael e demais a questão não é a falta ou a falta de médicos no interior, mas sim a falta de condição de trabalho. O médico que vai para o interior trabalha 24 hs e coloca em risco o registro do Conselho Regional de Medicina. Muitas vezes os salários são bons, mas os médicos não têm as mínimas condições e se acontecer alguma coisa, terá que se responsabilizar!”
    E segundo quem se manifestou contra a contratação de médicos do exterior o argumento é seguinte: “seis mil médicos devem vir ao Brasil, sem realizarem o Revalida, uma prova técnica de conhecimentos médicos para estrangeiros elaborada pelo Conselho Federal de Medicina! A prova Revalida não é difícil, mas que muitos médicos de fora do país, não passam. ” Cerca de 97% dos acadêmicos formados em outros países reprovam. Se eles virem para cá sem fazer essa prova, que é especifica, quem vai garantir que eles realmente tem conhecimento da área?”
    E daí quem está certo?

  7. Outra pergunta importante. Se não existe equipe multidiciplinar no interior hoje, pode haver um dia dentro desta configuração? Se o governo não paga direito, porque não vejo medico pobre? Se os Doutores não querem ir, deixem aqueles que tem interesse. Essa desculpa que “o governo não nos ajuda” já enjoou. O povo de lá merece ter o melhor atendimento possivel. Só o possivel, por favor, já basta. Este monopolio pela vida das pessoas tem que acabar um dia. Da forma como está, só pago desprezo. Certa vêz tive que consultar com tres médicos para confirmar um diagnóstico errado e depois comprar o remédio sem receita. Graças ao farmaceutico, fiquei curado.

    • Pode-se manter o sistema e para vincular os profissionais é só fornecer infraestrutura e plano de cargos e carreiras para todos os profissionais da saude!essa é a solução…. Realmente nao existe medico pobre, porque nenhum medico vive só de um empreço, muito menos de um unico emprego publico… Para que haja o melhor atendimento ‘possivel” é necessario o minimo de infra estrutura que nao existe.

  8. Acho que tem que importar Jornalistas também. Mas esqueço que este blog aqui é parcial..

  9. O LACRE É O NOSSO BOLSO

    O diretor do Detran, Marcos Trad, tem encontro marcado com deputados e tantos mais que estejam interessados em audiência pública, terça-feira, na Assembleia Legislativa. Ele aceitou o convite para explicar a portaria que, a partir do dia 1.º de junho, exigirá a colocação de um novo lacre nas placas e que, consequentemente, vai avançar mais um pouco no bolso dos proprietários de veículos. O novo lacre consiste numa pecinha plástica que conterá o desenho de um código de identificação do veículo ““ uma espécie de código de barras que poderá fornecer dados supostamente úteis para as autoridades de fiscalização visando a coibir, por exemplo, casos de clonagem de placas.

    A ideia, segundo quem entende do assunto (despachantes, por exemplo), poderia ser aceitável se já não existissem outros meios de controle ““ como os documentos do veículo que devem ser portados pelos motoristas, além dos números gravados no motor e chassi. Além disso, haveria outro problema: o próprio lacre anticlone estaria sujeito a ser também clonado. Logo, seria inútil. O problema que o Sindicato dos Despachantes do Paraná denuncia é outro: trata-se de uma medida que parece servir apenas à cartelização no ramo de fabricação de placas ““ setor empresarial representado por uma associação (Afaplacas) com a qual o Detran firmou convênio. Atualmente, na hora de emplacar o dono do carro tem a opção de pagar pelo par de placas valores entre R$ 60 e R$ 120, conforme o fabricante. Entretanto, a partir da implantação do novo lacre, o preço será único e maior do que os vigentes: R$ 133. Com a desvantagem, ainda, de ser pago à vista por meio de boleto bancário. Hoje, além de preço menor, o dono do carro pode escolher a forma de pagamento que melhor lhe convier (cheque, dinheiro, cartão…), sem ter de enfrentar filas de banco.

    Para os despachantes, a nova exigência tende a agravar um problema que vem sendo sentido no Paraná desde que, no fim de 2011, o governo estadual decretou um “tarifaço” nas taxas do Detran, elevando-as, em alguns casos, em mais de 150%. O resultado, segundo eles, com base em dados colhidos na Secretaria da Fazenda e em relatórios do Denatran, o Detran do Paraná teve sua receita diminuída, na contramão do que pretendia. Além disso, caiu também o número de emplacamentos.

    De 2011 para 2012 (quando o tarifaço começou a valer), a arrecadação do Detran caiu de R$ 478 milhões para R$ 408 milhões; os emplacamentos caíram de 298 mil para 294 mil. A explicação seria uma só: os proprietários de grandes frotas (locadoras e empresas de ônibus e caminhões) passaram a emplacar seus veículos em outros estados, com tarifas menores.

    Em nota, o Detran contesta as informações: diz que a diminuição dos emplacamentos reflete uma tendência nacional e que a arrecadação teria caído em razão de repasses do Detran para o Fundo Estadual de Segurança Pública (Funesp).

    ESSE É O GOVERNINHO DO ESTADO DO PARANÁ!!!
    Temos q convidar estes medicos protestantes, para sairem as ruas protestar contra os pedagios caros,protestar contra os tarifaços do DETRAN/SANEPAR, protestar contra o TUDO AKI PARANÁ, etc, etc…
    Sera q eles topao???

  10. Ha alguns pontos a serem averiguados…

    1)nao deve discutir a formaçao dos medicos cubanos, lá como aqui há medicos bons e ruins.

    2) Porque médico nao pode ganhar bem?? todos devemos nos contentar com pouco??? é errado ter dinheiro?? qntos anos de estudos para formar bons médicos?? qual o teor da responsabilidade da profissao?? nao vale o salario?? ou só politicos e cargos comissionados de todos os governos merecem salarios altos??

    3) Os medicos nao vao para o interior pq nao há estrutura para isso… como salvar vidas se nao há medicaçoes? nao há exames?? nao há equipe multidiciplinar??

    4) Pq nao iniciar plano de cargo e salarios para medicos assim como tem para profissionais da educação e do juridico??

    5) o que medicos cubanos iram fazer no interior sem recursos?? eles fazem milagres???

    6) quem garante q os salvadores cubanos iram permanecer no interior?? eles seram proibidos de irem para as capitais??

    7) porque os salvadores de cubas querem sair do pais deles?? nao esta bom lá??

    8) Porque os doutores de cubas nao podem fazer a prova de revalidaçao de diploma tal como os bolivianos, argentinos e paraguaios??

    espero que alguem responda TODAS as minhas duvidas e de forma clara, sem asneiras ou pitts e sem querer politizar de forma ridicula…lembrando que pensar nao dói

    • Pergunta:
      Se os nossos médicos tivessem que passar pro uma prova parecida com essa a que o estrangeiros precisam se submeter, para ter seu diploma também validado, eles seriam facilmente aprovados?

  11. Os medicos paranaenses querem oq?? Se formam com recursos publicos, em universidades publicas, e ñ querem trabalhar em periferias, nao querem trabalhar no interior do estado???Afinal de contas, quem sao estes medicos???

    • Pra vcs caros leitores da revista de merda VEJA;
      Watch on youtube.com

    • Cara, tu tens mesmo uma boca suja e a mente deve ser ainda pior. O médico paranaense trabalha sim em periferias seu burro, exemplo de que no interior do Estado temos ótimos hospitais, tão bom, ou até melhores que os da capital, mas o problema no Brasil não são os médicos “paranaenses” seu tongo e sim locais isolados como Amazonas, Acre e outros onde por falta de estrutura os profissionais não querem ir e isso vai continuar assim até o governo federal tomar vergonha na cara e em vez de investir bilhões em um mês de copa do mundo, investisse os mesmos bilhões em estrutura a estes locais onde a falta de profissionais é maior.

      Querem que médicos atendam onde não existe hospital? Mas nem mesmo essa turminha comunista de Cuba vai atender por muito tempo, virão para os confins do Brasil trabalhar e assim que der pulam fora, virão para as capitais ganhar dinheiro, pois mesmo sendo comunistas, se mostrar um monte de dinheiro eles correm pra debaixo da aza de quem oferecer mais.

      QUEREM TRABALHAR NO BRASIL? SEM PROBLEMAS, FAÇAM A REVALIDAÇÃO DO DIPLOMA E ESTÁ TUDO CERTO. OU SERÁ QUE 90% NÃO PASSARIA NO EXAME E ESTÃO COM MEDO DISSO?

  12. Que venham os médicos Cubanos, Portugueses, Espanhóis, Marcianos, etc, etc.. Que seja dada a devida atenção ao povo, que ele seja tratado com o respeito que merece.
    Esses dias fui no médico, ele não encostou em mim, não me examinou. Ele sentou na sua cadeira, eu do outro lado, fez 3 perguntas, dei 3 respostas, ele me deu uma receita e se despediu…Essa consulta durou algo de 7 minutos, 1/3 desse tempo se passou com ele procurando a caneta. Quer dizer, poderia ter passado um skype ou e-mail para ele, nem precisaria ter me deslocado e gasto todo o tempo que gastei. Parabéns ao doutor por toda a atenção que me deu, por ter mostrado como sou importante para ele…
    Agora vou fazer uma pergunta mais séria e quero que os do contra os Cubanos me respondam:
    SE NÃO PRECISA TRAZER MÉDICO DE CUBA OU DE OUTRO LUGAR, QUE OS NOSSOS DÃO CONTA, PORQUE ESTOU HÁ MESES AGUARDANDO UMA CONSULTA NO HC PARA O MEU FILHO?

    • De graças a Deus por ainda estar vivo

      • os médicos de cuba nao iram trabalhar nos hospitais das cidades grandes, tais como Hc´s, mas sim nos rincões… e sua consulta esta demorando pq os HC´s nao recebem recursos dos estados e do governo federal para atender toda a população. Você pode não saber, mas existem cotas de atendimento imposta pelo governo federal. se atenderem mais que as cotas, os hospitais não recebem por ela…. e a maioria dos médicos não recebe diretamente do sus, pq 4 reais uma consulta é um insulto né!

        • Dona Dilma aumente a cota do HC, quero meu filho atendido!!!!

          • Não são chamadas de cotas e sim de teto, se o governo federal aumentar o teto em hospitais de todo Basil, garanto que as filas acabam bem rapidinho, mas isso não interessa ao governo federal, já que o SUS é um ralo por onde escoa bilhões em desvios todos os anos.

  13. Tarifaço do Detran, pedágio enriquecendo concessionárias, Tudo Aqui Paraná, educação no estado falida, Conta ùnica. Fora PSDB, o Paraná não precisa de você.

    • Documento do governo federal com balanço das obras da Copa-2014 mostra que os preços dos estádios da competição atingiram a marca de R$ 7,1 bilhões ao final de 2012. Isso representa um crescimento de 163% em relação ao valor previsto pela CBF para as arenas em outubro de 2007, quando o Brasil ganhou o direito de sediar o Mundial.
      7,1 Bilhoes, gastos em estádios na maioria particulares (no final de 2012) Valor já em muito ultrapassado em 2013. muitos deles pra sediar 2 a 3 jogos da Copa.

      • Perdão de dívidas de paises africanos de quase R$ 2 Bilhoes, Transposiçao do Rio Sao Francisco… Abandonada, inicialmente, a obra custaria R$ 4,5 bilhões. Há dois anos, o valor subiu para R$ 6,8 bilhões. Agora, está em R$ 8,2 bilhões Valor em final de 2012. Obra Abandonada

        • Você viu! não querendo misturar alhos com bugalhos, mais e por essas e outras que eu não quero metrô em Curitiba, sera um buracão enorme no chão e outro nas finanças pública.

        • O problema é a fase do planejamento, que é mal feita, chega na hora de executar a realidade é outra…O governo emprega algumas pessoas que não tem competência para exercer a função…Um bom exemplo disso é VOCÊ, o pior funcionário do estado do Paraná..

  14. A Presidente, D. DIRMA, vai a Africa e anuncia que vai perdoar U$ 897,7 milhões que o Brasil emprestou a 12 países de lá, Quase U$ 1 Bi, ou R$ 2 Bi, quantas ações poderiam ajudar o Povo Brasileiro com R$ 2 BI. Esse é o que o PT faz, ao invés de atender o Povo do Brasil…. Perdoa dividas e o povo daqui… que se Fod.. Que morram nas portas dos Hospitais, Presos amontoados porque não há penitenciárias suficientes e dignas, Investimento em saneamento básico. E pior essa Grana toda saiu dos impostos que todos pagam e o Governo do PT, empresta e depois Perdoa, Porque não perdoa as dividas da populaçao do Brasil???? FORA PT

    • Não se esqueça que dos nossos impostos é que saiu o aumento pra vc de 128% de comissionado, isso sim é jogar dinheiro na lata do lixo.

  15. Acho que deveríamos importar jornalistas cubanos também (sem validar diploma, claro),porque tá faltando jornalismo competente por essas bandas.

  16. O Governo Federal, não está aceitando médicos da Bolívia, Vetou a vinda deles, por preferir médicos da Europa, ~Quanto e quem está EMBOLSANDO $$$ nessa???

  17. Os cubanos são um perigo!!!!

    http://www.youtube.com/watch?v=s3PopQp_KMM

  18. São contra os médicos porque são cubano ou porque tem medo de concorrência, ou melhor, por ambos os motivos?

    • São contra os médicos porque são cubano ou porque tem medo de concorrência, ou melhor, por ambos os motivos?Penso que não é por nenhum desses motivos futeis, e sim porque com a vinda de novos médicos, para o governo não seria necessário fazer uma reestruturação no sistema de ensino referente a Medicina e tão pouco, forneceriam um maior números de vagas em universidades públicas e ou federais. Seria um paliativo mais barato ,porém anti-ético e insensato.

  19. O FIES PAGA O CURSO DE FILHINHOS-DE-PAPAI EM FACULDADES PRIVADAS COM DINHEIRO PÚBLICO, MAS NÃO EXIGE QUE ESSES ALUNOS TRABALHEM NA PERIFERIA.
    QUE VENHAM OS CUBANOS ENSINAR A VERDADEIRA MEDICINA POPULAR PARA ESSES CÚ-DOCES.

    • Gente ,problema de cuba não é na medicina,é no beisebol,onde são os melhores lançadores.
      Sabem porque?SE CUBA LANÇA QUERO VER CUBA LANÇAR.