29 de Maio de 2013
por esmael
30 Comentários

Gurgel a Protógenes: “Canalhice intolerável”; algo de podre no reino da Dinamarca?

do Brasil 247
Uma reação dura e furiosa. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, deixou a cerimônia de lado e classificou de “canalhice” as declarações do deputado e ex-delegado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz (PCdoB-SP), de que sua mulher Claudia Sampaio, subprocuradora da República, teria recebido R$ 280 mil do banqueiro Daniel Dantes.

– à‰ intolerável e inaceitável, disse Gurgel sobre a acusação. Ele não informou, porém, se pretende tomar alguma medida jurídica contra o parlamentar, que desfruta de imunidade. Para Gurgel, sobre Protógenes “pesam suspeitas gravíssimas”.

De acordo com o procurador geral, o ataque não é apenas contra sua mulher, mas contra ele também. “Só posso chamar isso, a palavra mais gentil que eu posso encontrar para isso, aliás não seria só minha esposa, seria eu também, é canalhice”, disse.

– Na verdade, não dá para ficar discutindo ou batendo boca com uma pessoa que está sendo investigada, uma pessoa em relação a qual pesam suspeitas gravíssimas e que curiosamente faz essas afirmações logo depois de, em um inquérito que tramita no STF, eu ter requerido uma série de diligências investigatórias. Parece que ele ficou extremamente preocupado com o que poderá ser o resultado dessas diligências requeridas e então reagiu dessa forma intolerável, inaceitável”, afirmou o procurador.

Na última sexta-feira, o ministro José Antonio Dias Toffoli quebrou, a pedido de Gurgel, os sigilos fiscais, bancários e telefônicos de Protógenes Queiroz. Ele é investigado sob a suspeita de ter recebido propina de um ex-sócio de Dantas para investigá-lo na Satiagraha.

29 de Maio de 2013
por esmael
35 Comentários

“Efeito Dilma” eleva PIB paranaense em 2,8% no primeiro trimestre do ano

Os ventos das desonerações promovidas pelo governo da presidenta Dilma Rousseff serviram de força motriz para elevar o Produto Interno Bruto (PIB) paranaense em 2,8% no primeiro trimestre de 2013. à‰ o que diz o deputado federal André Vargas (PT), vice-presidente da Câmara, ao comentar o índice divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes).

Segundo o deputado petista, a redução da conta de luz, do PIS e do Cofins da cesta básica, redução de IPI para automóveis e linha branca, por exemplo, estimularam o crescimento da produção paranaense.

O governador Beto Richa (PSDB), por sua vez, destacou que a agricultura como sempre, contribuiu sobremaneira para esse resultado!, e apontou o Programa Paraná Competitivo, que já atraiu mais de R$ 20 bilhões em investimentos, como fator relevante na geração de riquezas do Estado. Este programa vem alavancando e colocando nosso Estado em destaque no cenário nacional!, disse.

André Vargas ironizou: “Só falta o governador Beto Richa achar que o PIB paranaense cresceu porque a economia do Paraguai cresceu”. Segundo o parlamentar do PT, o recorde de arrecadação de ICMS pelo governo do Paraná também é reflexo do “efeito Dilma”.

O bom desempenho estadual !“ superior á média nacional, que fechou o trimestre com alta de 1,9% no PIB !“ foi ancorado pela impulsão da renda do agronegócio e na vitalidade do mercado de trabalho regional, avalia o diretor-presidente do Ipardes, Gilmar Mendes Lourenço.

Ele explica que o Estado colheu uma safra de verão recorde em 2013, que passou de 23 milhões de toneladas, representando acréscimo de 30% sobre a produção anterior. As variações mais expressivas foram nas lavouras de soja (45%) e milho (9%).

A combinação entre os preços internacionais ainda favoráveis dos alimentos e a forte elevação da produção de grãos produziu efeitos multiplicadores dinâmicos nas cadeias produtivas direta e indiretamente atreladas ao setor rural!, afirmou o diretor-presidente do Ipardes, Gilmar Mendes Lourenço.

INDÚSTRIA E COMà‰RCIO

Na indústria, os segmentos de química, máquinas e equipamentos e alimentos, que tem forte ligação com a atividade agropecuária, tiveram altas de 12%, 4,9% e 2,1%, respectivamente. Mesmo com este resultado, a produção industrial paranaense exibiu queda de 4,6% nos três primeiros meses do ano. Isto pode ser imputado, em grande medida, á base de comparação bastante elevada no ano passado, particularmente para a indústria gráfica, quando o setor manufatureiro regional es

29 de Maio de 2013
por esmael
8 Comentários

“Decisão no STJ vai inviabilizar Google, Blogger, Facebook e Twitter no Brasil”, denuncia deputado

O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em decisão inédita, determinou ao Google a retirada do ar de qualquer conteúdo imediatamente após ser notificado pelo detentor do direito. A medida é de alto impacto porque abre precedente para uma enxurrada de pedidos que podem inviabilizar diversos serviços de internet no Brasil. O alerta é do deputado federal João Arruda (PMDB-PR), presidente da Comissão Especial do Marco Civil da Internet.

A decisão do STJ está amparada no notice take down, que na tradução livre do português significa “notificação e retirada”, e está relacionado aos direitos de propriedade intelectual. “Só que isto precisa mudar. A internet tem que ser livre. Se alguém se sentir prejudicado, deve agir por demanda judicial, é isto que defendemos”, afirma João Arruda.

Pela iniciativa do STJ, ficarão inviabilizados sites como Google, Blogger, Facebook, Twitter e outros. Sempre que o dono de um direito autoral solicitar a retirada de algum material a um provedor, isso deverá ser feito de forma imediata, caso contrário, passam a responder solidariamente com o dono do veículo que publicou o material sem autorização.

João Arruda disse que as empresas querem que fique tudo como está e alertou que este pode ser o único ponto falho do Marco Civil da Internet, lei que está sendo amplamente discutida desde 2009 e já passou por diversas audiências públicas em todo o país.

“Eles querem que aprove o Marco Civil da Internet por que vai formalizar isto. Como está no Marco? Tudo por ação judicial, que nós defendemos. Só que o relatório final abriu uma exceção, que é a lei dos direitos autorais, que ainda vai ser discutida numa nova comissão”, diz.

Só direito de uso

Para ilustrar esta situação que precisa mudar, o deputado cita o caso de um livro impresso, onde o comprador pode dar ou emprestar livremente. “Agora, você compra um livro virtual, pela internet, este livro não é teu, você não pode emprestar ou dar para alguém. Você tem direito de uso pessoalR

29 de Maio de 2013
por esmael
12 Comentários

Mantega vê ‘crescimento de qualidade’ do PIB

da Rede Brasil AtualEm pronunciamento na manhã de hoje (29), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, comemorou a aceleração do Produto Interno Bruto (PIB) em relação ao ano passado demonstrada nos dados divulgados pelo IBGE sobre o primeiro trimestre. A avaliação vai de encontro à  visão predominante no mercado, que esperava um crescimento maior do que os 0,6% registrados no primeiro trimestre em relação ao quarto trimestre de 2012. O destaque para Mantega foi o crescimento de 3% nos investimentos após quatro quedas seguidas em 2012, o que aponta para um crescimento de maior qualidade! na economia brasileira.

O PIB brasileiro cresceu 1,9% no primeiro trimestre em comparação a igual período de 2012. Sobre o último trimestre do ano passado, a alta foi de 0,6%, abaixo do esperado. Em 12 meses, houve expansão de 1,2%, segundo os resultados apurados pelo IBGE. A preços de mercado, o PIB somou R$ 1,11 trilhão.

No primeiro trimestre do ano passado, tivemos um crescimento menor, de 0,1% em relação ao trimestre anterior. Esse ano começamos com 0,6%, o que aponta que economia está em ritmo de crescimento de 2,2%!, afirmou o ministro, durante entrevista coletiva em Brasília. Temos melhora sobretudo dos investimentos. O forte crescimento deles puxou a economia, deixando para trás o consumo, que cresceu menos. E um crescimento de qualidade na economia brasileira demonstra que os estímulos que temos dado para os investimentos desde 2011 estão surtindo efeito.!

O ministro admitiu que deve revisar para baixo a previsão de crescimento do PIB para o ano, hoje em 3,5%. No entanto, seguiu reforçando o lado positivo dos dados. Não posso olhar só pa

29 de Maio de 2013
por esmael
13 Comentários

Governo nega mudanças na direção da Caixa Econômica Federal

da Agência BrasilA Presidência da República informou hoje (29) que são falsas as especulações de mudanças na direção da Caixa Econômica Federal (Caixa), surgidas após o boato sobre o fim do Programa Bolsa Família. Milhares de pessoas correram ás agências bancárias para resgatar o benefício, o que provocou tumultos em 12 estados.

São falsas as especulações de mudanças na direção da Caixa Econômica Federal. A diretoria é formada por técnicos íntegros e comprometidos com as diretrizes da Caixa, com seus clientes e com os beneficiários de programas tão importantes para o Brasil como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida!, informa a nota da Secretaria de Comunicação da Presidência da República.

Na segunda-feira (27), o presidente da Caixa, Jorge Hereda, negou que erros no sistema da instituição tenham provocado a liberação antecipada do pagamento do Bolsa Família. Segundo ele, o banco não informou antes a antecipação da data de saques devido a uma imprecisão de informações.

No sábado (25), a Caixa, em comunicado, disse ter liberado os saques antecipados do programa na véspera do início dos boatos, no dia 17, em função de melhorias no cadastro de informações sociais. Hereda argumentou que a informação equivocada ocorreu em uma situação de crise.

O PSDB no Senado protocolou, no mesmo dia, na Procuradoria-Geral da República, representação para que o órgão investigue se a Caixa cometeu algum crime no episódio dos boatos do fim do Programa Bolsa Família. Na representação, os tucanos

29 de Maio de 2013
por esmael
15 Comentários

Pancadaria na Câmara de Cornélio Procópio; ouça o pior momento

“Vossa Excelência não seja covarde. Se vossa excelência é bipolar não tenho culpa”, disse o presidente da Câmara de Cornélio Procópio, Edmar Gomes Filho (PSB), na sessão de ontem à  noite (28), dirigindo-se ao vereador Fernandinho Peppes (PMDB). Depois de muito bate-boca, corte de palavra, empurra-empurra, agressões, gritaria, vaias, dedo nos olhos, chute nos países baixos, etc., o legislativo procopense decidiu arquivar denúncias contra os vereadores Bruno Magalhães (PV) e Rodrigo Marconcin (PCdoB). Foi preciso a intervenção da polícia para conter os ânimos. As informações são do blog de Odair Matias e da Rádio Cornélio:

Seguranças contratados e assessor do Presidente partiram para violência contra manifestantes ontem, na pior de todas as reuniões da história recente da Câmara Municipal.

A sessão da Câmara Municipal de Cornélio Procópio da noite desta terça-feira, 28, foi encerrada antes do previsto, em consequência de tumulto nas galerias e no plenário, onde uma pessoa foi agredida e uma máquina fotográfica deste repórter foi furtada.

Nos últimos dias, o legislativo abriu um procedimento administrativo para apurar irregularidades cometidas pelos vereadores Bruno Magalhães (PV) e Rodrigo Marconcin (PCdoB) com a nomeação do vereador Luís Carlos Amâncio (PSDB) como relator da sindicância.

Terminando

29 de Maio de 2013
por esmael
24 Comentários

Veja essa: Governador Beto Richa vira nome de cemitério no Paraná

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), foi “homenageado” ontem (28) por estudantes, professores e funcionários da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), do campus na cidade de Campo Mourão, região Noroeste do Estado, a 477 km de Curitiba.

Estudantes da Unespar (Universidade Estadual do Paraná)/Fecilcam (campus Campo Mourão) realizam protesto contra decisão do governador nesta segunda-feira (27). Manifestantes converteram o campus em “cemitério Beto Richa”, onde, segundo eles, “o governador pretende sepultar a autonomia universitária e a democracia”.

O protesto na Unespar/Fecilcam foi contra a decisão do governador tucano de transferir a sede da reitoria da Unespar para Paranavaí, contrariando a decisão do Conselho Universitário, que decidiu pela cidade de Curitiba.

Os alunos acenderam velas, criaram um pequeno cemitério, e realizaram um funeral simbólico que, segundo os organizadores, simboliza a morte da autonomia universitária e da democracia. Ambas asseguradas pela constituição.

O cemitério simboliza a morte da universidade. A universidade sendo desrespeitada. Isso leva ao fim da democracia no ensino!, explicou um aluno que participava da organização do protesto.

Os alunos ainda fizeram uma procissão pelas dependências da faculdade carregando um pequeno caixão em luto à  autonomia universitária.

Entenda o caso

O Conselho Universitário da Unespar, após ampla discussão e por votação, definiu no ano de 2011, Curitiba para abrigar a reitoria. No entanto, em 08 de março de 2013, o governador Beto Richa anunciou a cidade de Paranavaí como sede da reitoria. A medida contraria a decisão democrática dos conselheiros que integram o órgão máximo deliberativo da universidade.

A decisão do COU pautou-se em argumentos estratégicos em termos de administração e economicidade de recursos públicos, na concepção de uma universidade multicampi e multiregional e foi exaustivamente debatida entre os membros do Conselho.

Além dos campi, a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) também manifesta-se contra a decisão do governo, inclusive, encaminhou um ofício ao governador, Beto Richa, apresentando os motivos pelos quais apoia a luta da comunidade da Unespar.

Com informações da Adunicentro.