12 de maio de 2013
por Esmael Morais
169 Comentários

Vereador de Curitiba quer ônibus cor-de-rosa só para mulheres

à”nibus exclusivos para as mulheres seriam pintados de rosa; a proposta do vereador Rogério Campos já ganhou apelido: "Panterão"; a ideia é evitar abusos nas latas de sardinhas!; será que vinga?

à”nibus exclusivos para as mulheres seriam pintados de rosa; a proposta do vereador Rogério Campos já ganhou apelido: “Panterão”; a ideia é evitar abusos nas latas de sardinhas!; será que vinga?

O vereador Rogério Campos, do PSC, partido de Ratinho Júnior, vai apresentar nesta segunda-feira (13), a partir das 9 horas, no plenário da Câmara de Curitiba, a proposta de criação da frota de à”nibus Feminino!. ... 

Leia mais

12 de maio de 2013
por Esmael Morais
21 Comentários

Fiep promete combater novo aumento do pedágio no Paraná

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, não quer nem ouvir falar em novo aumento de pedágio nas rodovias do estado. Para o empresário e dirigente da entidade ligado ao mundo produtivo, as tarifas estão com muita gordura e têm espaço para redução no preço.

Neste mês de maio, entre os dias 20 e 29, quando a Fiep comemora a Semana da Indústria, Campagnolo deverá fazer um pronunciamento oficial em cadeia de rádio e televisão, em horário nobre, criticando os aumentos das tarifas públicas como pedágio e água (a Fiep acredita que a conta de água tinha que baixar, mas o governo do estado reajustou em abril passado).

O presidente da Fiep acredita que a tarifa do pedágio vitamina o “Custo Brasil”, o que deixa os produtos paranaenses mais caros e a competitividade mais baixa. A entidade pretende, inclusive, lançar um “pedagiômetro” online, via satélite, para auditar as concessionárias e o governo do estado.

Neste domingo (12), o jornal Gazeta do Povo trouxe a informação de que o pedágio terá novo aumento no trecho da BR-277. A Fiep diz que é contra. Essa briga promete.

A seguir, eu reproduzo reportagem de Katia Brembatti na Gazeta do Povo:

Um ponto cego no posto do pedágio

As tarifas de pedágio na BR-277, na ligação entre Guarapuava e Foz do Iguaçu, subirão acima do reajuste anual já previsto para 2013, caso a revisão do contrato de concessões que está sendo discutida há dois anos não chegue a um acordo.

à‰ o que diz um documento assinado pelo governo estadual e pela concessionária Ecocataratas em dezembro de 2011, sem que o conteúdo da negociação tenha sido amplamente divulgado. A inclusão de uma obra !“ a duplicação de 14,4 quilômetros no trajeto entre Medianeira e Matelândia, no Oeste do Paraná !“ entre as obrigações da concessionária resultou no acréscimo de 3,82% ao reajuste anual das tarifas praticadas nas cinco praças da empresa já no final deste ano. Outro aumento de 3,82% está previsto para dezembro de 2014.

A possibilidade !“ Leia mais

12 de maio de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Mãe Dilma é a aposta do marqueteiro João Santana para 2014

do Brasil 247Depois de enfrentar seus dois primeiros anos no Palácio do Planalto com a economia andando de lado, a presidente Dilma Rousseff já sabe que 2013 será mais um período de baixo crescimento. As previsões econômicas, que antes convergiam para mais de 3%, hoje se situam ao redor de 2,5%, com viés de baixa. Como disse o ex-ministro Antonio Palocci ao jornal Valor Econômico, num raro depoimento à  imprensa desde sua saída do governo, a economia mundial “deu uma congelada”, o que trouxe reflexos negativos para o Brasil.

Do ponto de vista econômico, a presidente Dilma deverá encerrar seu primeiro mandato com uma média de crescimento inferior à  do ex-presidente Lula e não muito distantes da que foi entregue por FHC em seus oito anos, ao redor de 2,4%. A economia, portanto, que foi um trunfo para o PT nas eleições de 2006 e 2010, já não renderá os mesmos dividendos em 2014.

Por isso mesmo, o marqueteiro João Santana constrói a imagem da presidente em torno de uma outra imagem: a de “mãe Dilma”. A mãe zelosa que ataca o chamado Custo Brasil não apenas com o olhar voltado para o setor produtivo, como no caso da Medida Provisória dos Portos, mas também dirigido à  população em geral. Assim, serão exaltadas conquistas de seu governo voltadas para o orçamento doméstico, como a redução das tarifas de luz e das taxas de juros incidentes sobre os financiamentos bancários. Outro ponto importante, a desoneração da cesta básica, também mereceria destaque, não fosse o fato de estar sendo parcialmente anulada pela inflação dos alimentos.

A propaganda política também tenderá a trocar o “mais”, que dificilmente será entregue num período conturbado como o atual, pelo “melho Leia mais

12 de maio de 2013
por Esmael Morais
19 Comentários

Tucanos censuram Ratinho Júnior

A Agência Estadual de Notícias, site oficial do governo do Paraná, censurou ontem (11) o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano (SEDU), Ratinho Júnior, líder do PSC e um dos auxiliares de Beto Richa (PSDB) com maior visibilidade na mídia.

Em uma matéria de mais de 4 mil caracteres, Ratinho Júnior não mereceu sequer uma citação “en passant”.

Na galeria com 34 fotos do evento que formalizou o subsídio ao ônibus na região metropolitana, o blog precisou de uma lupa para localizar Ratinho Júnior. Pelo jeito, Josef Goebells das araucárias vai defenestrar o fotógrafo pela tamanha desatenção.

Há dois meses, quando entrou no governo tucano, Ratinho era mais festejado e prestigiado. Não tinha dia que não aparecia nos despachos oficiais da Agência de Notícias. Agora, a ordem é esconder o pequeno camundongo.

A censura tucana não é recente no Paraná. Disso este blogueiro sabe bem. O apresentar Carlos Massa, o Ratinho, pai de Júnior, durante a campanha eleitoral de 2012, chegou a taxar a trupe de Richa de “cuecas de seda” quando quiseram censurá-lo nos palanques de seu próprio filho.

A censura a Ratinho Júnior, desta vez, tem a ver com ciúmes do governador. O secretário da SEDU, que levanta antes das 6 da manhã, estava aparecendo mais que Richa. Não é à  toa que Ratinho anunciou antes que o próprio tucano o subsídio de quase R$ 40 milhões à  integração do transporte na região metropolitana.

O governador e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), até apareceram na matéria e nas fotos da Agência de Notícias, mas quem faturou graúdo politicamente foi Ratinho Júnior. O moço não gosta de dormir de touca.

Resta saber: Ratinho Júnior vai ficar calado diante da censura tucana imposta a ele? O rapaz tem brio? Sim ou não?

A seguir, publico a íntegra da matéria divulgada na Agência Estadual de Notícias:

Richa aumenta subsídio para R$ 76,6 milhões e garante integração

O governador Beto Richa anunciou neste sábado (11/05) a ampliação do subsídio ao transporte de Curitiba e Região Metropolitana, que passa a ser de R$ 76,6 milhões por ano. Os recursos garantem a integração do sistema e a tarifa baixa!, afirmou Richa em solenidade realizada no Palácio Iguaçu para a assinatura do novo convênio com a Prefeitura de Curitiba, que é gestora da rede integrada da capital e mais 12 cidades da região.

A maior parte do subsídio, R$ 53,3 milhões, virá por meio de repasse do Governo do Estado para a Prefeitura de Curitiba. A outra parte, de R$ 23 milhões, vem da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel, conforme lei assinada por Richa na última segunda-feira. Antes deste novo convênio e da isenção do ICMS, o subsídio para Curitiba e RMC era de R$ 63 milhões.

Nosso compromisso é com as pessoas, e estes valores que estamos liberando demonstram o respeito da nossa equipe de governo com os usuários do transporte coletivo na Região Metropolitana de Curitiba, que passam a ser beneficiados com duas ações do Estado!, afirmou Richa.

< Leia mais