7 de Maio de 2013
por esmael
9 Comentários

Velha mídia apostou na derrota do Brasil na OMC e perdeu

do Brasil 247Vai ser preciso muita miopia factual, como dizer que a Organização Mundial do Comércio é um organismo irrelevante, para minimizar a importância da vitória do embaixador brasileiro Roberto Azevêdo sobre oito candidatos e, na rodada final, nesta terça-feira 7, o mexicano Herminio Blanco, num plenário composto por representantes de 159 países.

No dia a dia da OMC, em Genebra, os países têm de prestar contas de suas políticas de exportação, importação e subsídios, expõem seus conflitos em detalhados panels oficiais, são rotineiramente julgados e podem receber multas bilionárias ou recuperar prejuízos espetaculares. Irrelevantes, ali, nem mesmo as poltronas em que os embaixadores comerciais do mundo todo se sentam para combinar suas estratégias, formatar alianças, eleger adversários e somar apoios.

Impulsionada a partir de uma atitude pessoal e enérgica da presidente Dilma Rousseff, como apurou 247, a vitória de Azevêdo derruba mitos ora fabricados, ora amplificados pela mídia tradicional pátria, segundo os quais o Brasil é um País comercialmente fechado, sem liderança no chamado concerto das nações, aferrado a causas perdidas e sempre, portanto, ultrapassado pela supremacia do Hemisfério Norte, nos acordos EUA-União Europeia, dentro dos organismos multilaterais.

O momento decisivo da vitória brasileira, saudada, como era de se esperar, em nota oficial do governo brasileiro, aconteceu há menos de dois meses. O ambiente foi a sala da presidente da República no terceiro andar do Palácio do Planalto. Pela imprensa, a presidente Dilma Rousseff ficou sabendo que o embaixador Azevêdo estava avançando na disputa para se tornar diretor-geral da OMC, batendo os primeiros adversários. Chamou, então, o chanceler Antonio Patriota para obter informações oficiais. Sem obter um relato que considerasse completo, Dilma convocou o próprio Azevêdo à  Brasilia, para saber diretamente dele o que estava, enfim, acontecendo de concreto. Na reunião com ele, da qual participou, além do chanceler, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, Dilma dirigiu-lhe uma pergunta direta.

– O que o sr. precisa para ir adiante?

– Voar muito e três assessores, respondeu, objetivamente, o quadro do Itamaraty que há oito anos desempenha funções estratégicas no corpo da OMC.

Imediatamente, na versão ac

7 de Maio de 2013
por esmael
30 Comentários

Richa insiste pagar R$ 3 bilhões pela privatização de 171 serviços essenciais no Paraná

Cássio Taniguchi foi guru ideológico dos ex-governadores José Roberto Arruda (DF) e Jaime Lerner, agora "ilumina" a gestão neoliberal de Beto Richa (PSDB).

Cássio Taniguchi foi guru ideológico dos ex-governadores José Roberto Arruda (DF) e Jaime Lerner, agora “ilumina” a gestão neoliberal de Beto Richa (PSDB).

Isso mesmo, caro leitor. Você não leu errado. Privataria tucana é assim mesmo. Pretende-se pagar até mesmo para privatizar. No caso do Paraná, o governador Beto Richa (PSDB) quer torrar R$ 3 bilhões do erário, nos próximos 25 anos, para que empresas privadas administrem 171 serviços públicos essenciais. Leia mais

7 de Maio de 2013
por esmael
89 Comentários

Inspirado nas missões chavistas, Brasil articula contratação de 6 mil médicos cubanos

via Opera MundiA contratação de médicos estrangeiros faz parte das discussões de integrantes dos ministérios da Saúde, da Educação e das Relações Exteriores, além da Casa Civil. A discussão não se limita à  vinda de profissionais cubanos e se estende à  busca de parcerias com Portugal, por exemplo. Nesta segunda-feira (6) o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, mencionou a articulação de um acordo para a contratação de 6 mil médicos cubanos.

No começo do ano, a presidente Dilma Rousseff se reuniu com integrantes da FNP (Frente Nacional de Prefeitos), de quem recebeu um abaixo-assinado que pedia a contratação de médicos de Portugal para atender nas prefeituras. No final de abril, a ministra-chefe de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, mencionou a intenção do governo de buscar médicos estrangeiros para os locais carentes do país.

A articulação para a contratação de médicos cubanos é conduzida pelos governos do Brasil e de Cuba, com o apoio da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde). Os detalhes, segundo Patriota, e o chanceler cubano Bruno Eduardo Rodríguez Parrilla, ainda estão em fase de negociações. O assunto foi tema de reunião ontem em Brasília.

Patriota e Rodríguez não informaram como será a concessão de visto !“ se será definitivo ou provisório. Segundo o chanceler brasileiro, há um déficit de profissionais brasileiros na área de saúde at

7 de Maio de 2013
por esmael
9 Comentários

Deputado João Arruda anuncia a Lei Maria da Penha da internet

O deputado federal João Arruda (PMDB-PR) elaborou um projeto de lei visando conter agressões sofridas pelas mulheres na internet. Geralmente, elas têm sua intimidade violadas por ex-companheiros.

Arruda disse que ele e seu correligionário, deputado estadual Gilberto Martin (PMDB-PR), se inspiraram no drama vivido pela jornalista paranaense Rosemary Leonel, mostrado recentemente no programa Globo Repórter, que teve fotos e vídeos espalhados pelo ex-namorada na internet.

Em vigor desde 2006, a Lei Maria da Penha aumentou o rigor das punições a agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar.

O que sofri foi um assassinato moral. Um assassinato psicológico, um assassinato emocional!, conta a jornalista Rosemary Leonel.

“Eu terminei o relacionamento com ele, quando eu terminei ele falou que ia me destruir: “Se eu não fosse dele eu não seria de mais ninguém””, lembra.

Na época ela era colunista e apresentadora de televisão no Paraná, perdeu o emprego, perdeu amigos, perdeu o chão.

à‰ irreparável pra mim, pros meus pais, pros meus filhos, pros filhos deles. à‰ uma ferida aberta, nunca vai fechar. Você saber que os seus filhos vão ter vergonha de você por toda a vida!, conta Rose.

Com informações do portal G1

7 de Maio de 2013
por esmael
5 Comentários

Delúbio recorre ao STF e pede absolvição por formação de quadrilha

da Agência Brasil

Os advogados do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares entraram hoje (7) com novo recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) dentro da Ação Penal 470, o processo do mensalão. Por meio de embargos infringentes, a equipe do advogado Arnaldo Malheiros Filho pede a absolvição de seu cliente do crime de formação de quadrilha, que resultou em pena de dois anos e três meses de prisão.

Os embargos infringentes são um tipo de recurso previsto no Regimento Interno do STF. Ele permite novo julgamento quando houver pelo menos quatro votos pela absolvição. A admissão do recurso ainda será debatida pela Corte, pois muitos ministros acreditam que a ferramenta foi suprimida pela legislação comum. Antes de julgar esse recurso, a Corte ainda deverá analisar os embargos declaratórios, que tentam esclarecer pontos omissos ou contraditórios da decisão.

Ao todo, Delúbio foi condenado a oito anos e 11 meses de prisão e multa de mais de R$ 325 mil. Ele também foi considerado culpado do crime de corrupção ativa, que resultou em pena de seis anos e oito meses de prisão. A defesa não contesta essa condenação, concentrando esforços apenas na anulação da pena por quadrilha. Caso isso ocorra, Delúbio poderá cumprir pena em regime inicialmente semiaberto.

Os advogados retomam vários argumentos dos quatro ministros do STF que votaram pela absolvição do ex-tesoureiro do crime de formação de quadrilha: Ricardo Lewandowski, Antonio Dias Toffoli, Cárme

7 de Maio de 2013
por esmael
11 Comentários

Ducci responde tucano: “Ciúme de homem é muito feio”

Ducci sai do casulo, desfila ao lado de Richa, e sugere que articula uma frente partidária, na proporcional, com o PCdoB. Será que prospera?

Ducci sai do casulo, desfila ao lado de Richa, e sugere que articula uma frente partidária, na proporcional, com o PCdoB. Será que prospera?

O médico Luciano Ducci, em campanha à  Câmara Federal pelo PSB, rebateu informação de orelha seca deste blog, tucano, segunda a qual o ex-prefeito da capital estaria comandando “de facto” a Secretaria de Estado da Saúde (clique aqui para relembrar). Leia mais

7 de Maio de 2013
por esmael
19 Comentários

Brasil emplaca diretor-geral da OMC; a oposição vai protestar?

da Agência Brasil, com 247A Organização Mundial do Comércio (OMC) elegeu nesta terça-feira (7) o novo diretor-geral da entidade. O escolhido é o embaixador brasileiro Roberto Carvalho de Azevêdo, de 55 anos. O brasileiro disputou com o mexicano Herminio Blanco, de 62 anos. O novo diretor-geral assume o cargo em 31 de agosto substituindo o francês Pascal Lamy. A eleição foi disputada até o último minuto. O número de votos obtido pelo brasileiro só deve ser revelado mais tarde.

Azevêdo teve apoio do grupo Brics (Brasil, Rússia, àndia, China e àfrica do Sul), além dos países de língua portuguesa e de várias nações da América Latina, da àsia e da àfrica. Desde 2008, ele é representante permanente do Brasil na OMC. Azevêdo está diretamente envolvido em assuntos econômicos e comerciais há mais de 20 anos.

O embaixador brasileiro, que é diplomata de carreira, foi chefe do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, de 2005 a 2006, e chefiou a delegação brasileira nas negociações da Rodada Doha da OMC, sobre liberalização de mercados.

Ontem (6) a União Europeia e a Croácia, que têm 28 votos, fecharam o apoio ao mexicano. Mas os negociadores brasileiros mantiveram o otimismo, pois o processo eleitoral na OMC não envolve apenas o voto. à‰ necessário negociar um acordo que agrade a maioria, eliminando ao máximo o índice de rejeição.

Na eleição da OMC, cada um dos 159 países que integram o órgão vota no nome de sua preferência. Para vencer, é preciso ter um mínimo de 80 votos e obter o consenso entre as nações. A escolha é feita em três etapas.

O processo de eleição para a OMC começou no final de março, com nove candidatos. Na segunda fase, encerrada no dia 25, ficaram cinco. No final de abril, a OMC comunicou que tinham passado à  fase final apenas os candidatos do Brasil e do México. Os presidentes do Brasil, Dilma Rousseff, e do México, Enrique Peà±a Nieto, participam diretamente da

7 de Maio de 2013
por esmael
15 Comentários

“MP desfigurada não serve ao Brasil”, diz Gleisi Hoffmann

do Brasil 247 Numa tentativa de evitar novas mudanças no texto da Medida Provisória 595, que trata do novo marco regulatório dos portos, a ministra-chefe da Casa Civil mandou recado por meio de uma entrevista: “A MP desfigurada não serve ao Brasil. Nós teremos dificuldades de implementá-la”, disse a petista, ao conversar com o jornalista Gerson Camarotti, do G1.

Outra tentativa da ministra é ainda resgatar a versão original da medida, da forma como saiu do Palácio do Planalto. O texto foi aprovado no Congresso pela comissão especial mista criada para avaliar a matéria, mas acabou sofrendo mudanças significativas. “Eu acredito que com esse debate, num bom tom, no convencimento, a gente consiga reverter”, acrescentou.

A força-tarefa do governo em defesa da MP tem como principal atuante a presidente Dilma Rousseff, que em seus últimos discursos apelou ao Congresso pela aprovação da medida. Durante evento em Uberaba, Minas Gerais, Dilma ressaltou que a matéria é “essencial” para o País e disse acreditar na “sensibilidade” do Congresso ao analisá-la.

Nesta segunda-feira, em São Paulo, sua fala foi na mesma linha: afirmou que o novo marco regulatório do setor portuário será “essencial para quebrar monopólios e garantir a eficiência da logística no País” e pediu “consenso” sobre o tema. Tanto Dilma quanto Gleisi não cogitam a hipótese de veto. “Os partidos do governo, de sustentação, principalmente o PT e o PMDB, têm esse compromisso. Portanto não me cabe falar em veto”, disse a ministra.

Mudanças podem custar a cabeça de Eduardo Braga

Enquanto o governo faz de tudo para tentar aprovar a medida sem mais mudanças !“ e ainda revertê-la para o texto original !“ o Planalto não tem falado a mesma língua com o relator, o senador Eduardo Braga (PMDB-AM). A postura do peemedebista é de flexibilizar

7 de Maio de 2013
por esmael
27 Comentários

Jornalismo ou vingança pessoal?

Na Assembleia, fala-se que os donos do jornal Gazeta do Povo estariam movidos por "vingança pessoal" contra desafetos; a ira do jornalão contra Curi seria seletiva, pois o parlamentar é o articulador da campanha de Fábio Camargo à  Tribunal de Contas do Estado.

Na Assembleia, fala-se que os donos do jornal Gazeta do Povo estariam movidos por “vingança pessoal” contra desafetos; a ira do jornalão contra Curi seria seletiva, pois o parlamentar é o articulador da campanha de Fábio Camargo à  Tribunal de Contas do Estado.

O veterano jornalista Sylvio Sebastiani, 84 anos de idade, já viu de tudo e conhece o mundo político como poucos. Pelo Facebook, ele coloca em dúvida os objetivos do jornal Gazeta do Povo, que na edição desta terça-feira (7) estampou na capa a seguinte manchete: “Justiça bloqueia R$ 164 mi de deputados e ex-diretores da Alep”. Leia mais

7 de Maio de 2013
por esmael
15 Comentários

Afif no ministério aproxima PSD da candidatura de Gleisi Hoffmann

Efeito colateral: presença do PSD no governo Dilma ajuda projeto eleitoral de Gleisi no Paraná; deputado Sciarra é cotado para a vice na chapa petista.

Efeito colateral: presença do PSD no governo Dilma ajuda projeto eleitoral de Gleisi no Paraná; deputado Sciarra é cotado para a vice na chapa petista.

Aos poucos, vai caindo a ficha dos inquilinos do Palácio Iguaçu. A confirmação ontem (6) de Guilherme Afif Domingos no ministério da presidenta Dilma Rousseff, além significar a fidelização de mais 55 deputados à  base governista, também representa a aproximação do PSD aos palanques regionais do PT. à‰ caso do Paraná, onde os petistas colocarão o nome da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para enfrentar o governador tucano Beto Richa em 2014. Leia mais

7 de Maio de 2013
por esmael
15 Comentários

Faísca atrasada, PT avalia 100 dias na gestão Gustavo Fruet

Gustavo Fruet participará de evento petista de balanço de "100 dias" de gestão; será que os "companheiros" farão críticas ao pedetista? Será?

Gustavo Fruet participará de evento petista de balanço de “100 dias” de gestão; será que os “companheiros” farão críticas ao pedetista? Será?

A direção municipal do PT de Curitiba vai realizar, no próximo dia 13 de maio, um encontro para avaliar a participação do partido nos 100 primeiros dias na gestão do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Leia mais