Sem candidatura própria, bancada estadual do PMDB pode ser reduzida a apenas 4 deputados no Paraná

Hoje, o partido tem maior bancada com 13 parlamentares

Com ou sem candidatura própria, Alexandre Curi poderá ser novamente o campeão de votos no PMDB.

Com ou sem candidatura própria, Alexandre Curi poderá ser novamente o campeão de votos no PMDB.

Deputados e dirigentes do PMDB calculam que a bancada estadual, na Assembleia Legislativa do Paraná, poderá ser reduzida de 13 para apenas quatro deputados.

A direção nacional do partido já avisou os parlamentares que compõem de sustentação ao governo de Beto Richa que não haverá coligação com o PSDB. Ou os peemedebistas lançam candidatura própria ou se coligam com o PT de Gleisi Hoffmann.

Diante desse dilema político, os atuais deputados estaduais começam fazer as contas. Segundo um desses experientes matemáticos!, sem um candidato próprio do naipe do senador Roberto Requião, por exemplo, a bancada só vai reeleger 4 peemedebistas na Assembleia Legislativa.

Fenômeno parecido ocorreu com o PSDB nas eleições de 2012, em Curitiba, na disputa pela Câmara Municipal. Os tucanos também tinham 13 cadeiras, mas como não lançaram candidato próprio na majoritária (apoiaram Luciano Ducci, do PSB), ficaram reduzidos a apenas 4.

Os únicos deputados com possibilidades de reeleição no PMDB, sem um puxador de votos na majoritária, em 2014, de acordo com esse mesmo matemático!, que também é deputado, pela ordem de votação seriam: 1- Alexandre Curi; 2- Nereu Moura; 3- Artagão de Mattos Leão; e 4- Luiz Cláudio Romanelli.

E os demais deputados? Todos eles dançariam, sem música.

Comentários encerrados.