Paulo Bernardo muda o discurso e agora defende a regulação da mídia

do Brasil 247

Sob forte pressão de Rui Falcão e do diretório nacional do PT, Paulo Bernardo - que foi retratado na capa da revista Carta Capital como o ministro do "plim-plim" e do "trim-trim", como se estivesse favorecendo a Globo e também operadoras de telefonia - diz agora que sempre defendeu a regulação; no entanto, afirma que alguns petistas querem censurar os meios de comunicação.

Sob forte pressão de Rui Falcão e do diretório nacional do PT, Paulo Bernardo – que foi retratado na capa da revista Carta Capital como o ministro do “plim-plim” e do “trim-trim”, como se estivesse favorecendo a Globo e também operadoras de telefonia – diz agora que sempre defendeu a regulação; no entanto, afirma que alguns petistas querem censurar os meios de comunicação.

Pressionado pela direção do PT, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, mudou o discurso e defendeu nesta terça-feira a regulação da mídia. Disse que o projeto sobre o tema pode ser apresentado até o final do governo da presidente Dilma Rousseff no próximo ano. Admitiu também usar elementos da proposta que estava sendo formulada no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva pelo ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social Franklin Martins.

Bernardo afirmou que sempre defendeu a regulação, mas afirmou que alguns petistas querem censurar os meios de comunicação.

“O que à s vezes me faz contrapor com meus companheiros, alguns militantes que discutem esse tema, é que algumas pessoas veem a capa da revista e não gostam e querem que eu faça um marco regulatório. Isso não é possível porque a Constituição não prevê esse tipo de regulação para mídia escrita”, disse.

Na Carta Capital deste final de semana, Paulo Bernardo foi retratado como o ministro do “plim-plim” e do “trim-trim”, como se estivesse favorecendo a Globo e também operadoras de telefonia, especialmente a Oi, controlada pelos empresários Carlos Jereissati e Sérgio Andrade.

Bernardo entrou na mira do PT desde que, numa entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, descartou a discussão, pelo governo, de uma Lei de Meios, semelhante à  que foi implantada na Argentina para coibir a excessiva concentração nos meios de comunicação !“ proposta que tem apoio do diretório nacional do partido.

Forte defensor da regulação da mídia, o presidente do PT, deputado Rui Falcão trocou farpas com Bernardo, reconheceu uma derrota momentânea, mas não baixou a guarda.

“à‰ um direito do governo não enviar o projeto por conta da correlação de forças. Mas o partido, como é diferente do governo, vai se associar à s entidades que estão querendo convencer a sociedade de que esse marco é necessário. Tenho a expectativa de que vai acabar saindo.”

Na edição de Carta Capital, o editor Mino Carta também critica a repartição de verbas publicitárias governamentais e aponta suposto favorecimento à s Organizações Globo, que estaria a receber uma “enchente” de recursos.

“Situação contraditória. Ou não? A mídia ataca noite e dia, se for o caso inventa, omite e mente, e nem por isso tem êxito junto à  maioria dos brasileiros. Haja vista os tais índices de popularidade. Se eleições fossem convocadas hoje, Dilma levaria no primeiro turno. à‰ de estranhar, portanto, que o malogrado apar to comunicador fascine graúdos alvejados e goze de mesuras, afagos e contribuições em matéria. Polpudas. Aconselho aos interessados a leitura da reportagem de capa desta edição, sem se esquecer de passar os olhos sobre os números da publicidade governista garantida aos maiorais da mídia nativa. à€ Globo, uma enxurrada de grana. Uma enchente”, diz ele.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Este Paulo Bernardo só pode estar cheirando meia pois a mídia de massa em sua maioria já é regulada pelas elites e governo, mesmo a globo sendo tucano de cara dura por ex em muitos pontos ela é regulada pelo pt, vejam o caso

    das mais de 1,6 milhões de assinaturas contra Renan que correu pelas redes sociais, ela nem tocou no assunto, isso é só um exemplo, eu sugiro que o Paulo procure coisa melhor para fazer como ser contra a proposta do

    governo para que os bens reversíveis (que devem retornar à União após o fim do contrato de concessão das Teles) sejam entregues às operadoras como forma de incentivos para investimentos em infraestruturas de

    telecomunicações e em redes de acesso à banda larga.

  2. Paulo bernardo e medroso .ele não vai enfrentar os jornalões. e gato acuado,que trepa nas arvores para cachorrada não pegar. bernardo tem medo da familia marinho.

  3. P.Bernardo está certo.Quem é maluco beleza é este Rui Falcão que ninguém suporta..

  4. Mas vem cá, esse ministro sabe o que fala? Sei não hem! E por falar nisso, este não é aquele ministro que o Roberto Requião, ex-governador do Paraná, acusou de exigir propina para liberar recursos para a Ferroeste? “Esposo” da também ministra que não faz nada, Papagaia Loira do bico dourado que tem vontade de ser candidata a governadora do Estado? Maaaaaa tamo mesmo fuuuuu e mal pagos com essa gente a frente de ministérios. Alias, porque esse ministro não executa os contratos das teles? Tem algum rabichó preso por aí?

  5. Repito o que comentei acerca dessa matéria do 247 no Facebook.

    Mentira! Cortina de fumaça! Paulo Bernardo fala no abstrato de regulação, e rapidamente deriva o foco contra seu próprio partido e para a questão da censura. Ou seja, PB repete a estratégia da midia monopolista de criar confusão entre regulação e censura de conteúdo! É um manipulador, um agente a serviço dos interesses dos oligopólios midiáticos. Se ele leva “algum” de troco pra fazer isso, não se tem como saber (no momento), mas se tem tal postura é por opção ideológica. Um neoliberal infiltrado nas hostes da esquerda.

    Por seu turno, o presidente nacional do PT diz: “É um direito do governo não enviar o projeto por conta da correlação de forças. Mas o partido, como é diferente do governo, vai se associar às entidades que estão querendo convencer a sociedade de que esse marco é necessário.”

    Não se deixa de reconhecer que a correlação de forças no Congresso não é nada simples para tentar passar ali uma Lei de Meios, a frio, isto é, sem grande mobilização popular pressionando pela aprovação da lei. Correto que o PT (assim como fazem outros partidos progressistas, como o PCdoB) se disponha a somar nessa mobilização e conscientização.

    Entretanto, o governo tem instrumentos para fomentar esse debate, tem como criar interesse no seio do povo e incentivar uma mobilização que ajude no debate sobre o direito constitucional à comunicação. O Governo, porém, se recolhe e se abstém, preferindo a condição de eterno refém da mídia monpolista e – pelas gordas verbas que dá para a Globo e oligopólios congeneres – sofrendo da síndrome de Estocolmo.

  6. Papo furado…duvido que desse aí saia algum tipo de regulaçao ou ate mesmo que nossa internet melhore sob a direcao de PB….

  7. Acho que todo bloguista tinha que colocar o ,cpf, e-mail e o nome dos caras que fazem comentário.

    • Concordo plenamente com você, Silvania inclusive o meu nome esta completo, aqui tem um tal de Fala Serio que tem mais uma meia duzia de nomes esquisito, e como e bravinho o mocinho, o nome já e uma auto afirmação! tem dias que ele da pancada ate no dono do Blog.

    • Vc ñ acha nada dona silvania!!! Ja q vc acha essa ideia tao brilhante??
      Comesse por por vc mesma!
      CPF da silvania……………………………….
      RG da silvania……………………………….
      n° do titulo da silvania………………….
      Certidão de casamento da silvania…………………….
      Certidão de nascimento da silvania……………………
      Certidao de antecedentes criminais da silvania……………
      Certidao de riquesa, ou pobreza da silvania……………
      Oq a silvania comeu no café da manhã??………………
      Oq a silvania comu no almoço???……………………..
      Oq a silvania comeu no jantar??……………………
      oq a sivania?…………………………

  8. pode ter certeza, quando chega as eleições, Paulo bernardo começa aparecer em tudo, achando mil defeito, criticando, fazendo palhaçada etc, ainda mais , a ministra é candidata,, só nessa época ele aparece em ctba, o pior ele acha o dono do paraná, e a ministra.

  9. Esse ministro cheirou Cueca, tá maluquete da cabeça eu não confio nem um pouco em pessoas com síndrome de camaleão, muda lado, de opinião, de cor toda hora, os Brasileiros estão precisando de gente responsável e de pulso forte no Governo, tem que enquadrar esse bando de partido parasita que estão mamando nos ministérios do Governo Federal, vão votar com o governo no congresso ou entrega os cargos, ficam de viadagem para votar o marco regulatório, um bando de Partido no Governo que não serve para nada, ou melhor se serve do Governo, outra coisa que ninguém entende, a Rede Globo o Câncer do Brasil, pega a maior fatia da publicidade do Governo Federal, e frita o Governo 24 horas com informação dissimulada, o dinheiro que o Governo da para Rede Globo daria para manter uma tv estatal, já passou da hora de se pensar nisso, chega de trairagem, Politico Traira, Partido Traira, Ministro Traira, eu não queria jamais estar na pele da Presidente Dilma haja estomago para aguentar tanta sacanagem e falsidade, eu fico puto da vida, tenho vontade de mudar pro meio do mato, não ouvir radio, tv,e nem ler jornais. Paulo Bernardo abra seu olho, ou fica do lado do povo ou vão levar ferro na próxima eleição.Se agora que o Governo tem 80% de aprovação do povo não fizer as reformas necessárias pode esquecer que jamais sairão do papel.

  10. Sério, esse papinho de que querem censurar a imprensa não cola, basta ver que a mídia é regulada nos principais paises do ‘primeiro mundo’ e em muitos deles por entidades independentes.