Outra vez, governo deixa professores sem salário no Paraná; perseguição ou incompetência?

Tucanos Beto Richa e seu vice Flávio Arns, secretário da Deseducação, aos poucos, vão destruindo a educação; outra vez, deixaram os professores PSS sem salário; perseguição ou incompetência? Haverá reação ou não?

Tucanos Beto Richa e seu vice Flávio Arns, secretário da Deseducação, aos poucos, vão destruindo a educação; outra vez, deixaram os professores PSS sem salário; perseguição ou incompetência? Haverá reação ou não?

Nunca antes na história dos Recursos Humanos tinha tantos erros na folha de pagamento de professores. Havia acontecido no começo deste ano — este blog têm uma opinião sobre isso — e agora tornou a se repetir. Por que os equívocos só atingem o magistério? Por que Flávio Arns (PSDB), digníssimo vice-governador e secretário da Deseducação? Por quê?

A seguir, eu reproduzo texto da Gazeta do Povo acerca do erro do governo que deixou milhares de mestres sem salário:

Erro no pagamento de professores PSS no PR será consertado na terça

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) informou nesta quinta-feira (11) que o erro cometido ao pagar professores contratados pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS) em março de 2013 será consertado com uma folha complementar na próxima terça-feira, 16 de abril. Segundo a Seed, uma falha no sistema de transmissão de dados para a folha de pagamento dos professores processou apenas o valor retroativo ao mês de fevereiro, fazendo com que os docentes recebessem menos do previsto no mês de março.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP Sindicato) informou que cerca 8 mil docentes contratados pelo PSS foram afetados pelo problema. De acordo com a APP, o erro no sistema da Seed deixou também cerca de 100 professores do quadro próprio da rede estadual com alterações no pagamento.

A Seed, no entanto, não confirmou o número de professores do PSS com salário defasado e nem a alteração de salários dos professores concursados apontados pela APP. Além de procurar a Seed e os Núcleos Regionais de Educação, os professores com dúvidas podem recorrer à  Ouvidoria da Secretaria pelo 0800 419192 ou [email protected].

Comentários encerrados.