Por Esmael Morais

Malafaia não consegue título de cidadão honorário em Curitiba

Publicado em 30/04/2013

O líder evangélico Silas Malafaia, um dos responsáveis pela derrota de José Serra em 2012, levou bucha na Câmara Municipal de Curitiba; os vereadores rejeitaram o título de cidadão honorário ao pastor ultraconservador.

O líder evangélico Silas Malafaia, um dos responsáveis pela derrota de José Serra em 2012, levou bucha na Câmara Municipal de Curitiba; os vereadores rejeitaram o título de cidadão honorário ao pastor ultraconservador.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores de Curitiba rejeitou, nesta terça-feira (30), por seis votos dos 9 membros da comissão, o título de cidadão honorário ao polêmico pastor Silas Malafaia.

A proposta de homenagem partiu da vereadora Carla Pimentel, do Partido Social Cristão (PSC), mas a paternidade do projeto de honraria também era disputada pelo vereador Chico do Uberaba, do PMN (que está ingressando no PSC).

“Soube agora que a Câmara rejeitou o título de cidadão honorário a Malafaia!!! à“tima notícia. Vale a luta dos movimentos sociais!!!! Viva!!!”, comemorou pelo Facebook Elza Campos, presidenta nacional da União Brasileira de Mulheres (UBM).

Nos últimos dias, o Grupo Dignidade, entidade de defesa da causa LGBT, pediu a retirada do projeto da Câmara de Vereadores.

Nesta terça, antes de saber da rejeição ao título para Malafaia, o presidente do Grupo Dignidade, Toni Reis, encaminhou ao legislativo municipal proposta alterando o regimento interno acerca da concessão de honrarias.