Lobby de ruralistas na Câmara aprova reabertura da Estrada do Colono

Moradores alegam que reabertura do caminho levará desenvolvimento à s regiões Sudoeste e Oeste

Estrada do Colono foi fechada definitivamente há 12 anos.

Estrada do Colono foi fechada definitivamente há 12 anos.

Os moradores das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná comemoram ontem (3) a aprovação, na Câmara, do projeto que prevê a reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono, no Parque Nacional do Iguaçu.

O autor do projeto é o deputado Assis do Couto (PT-PR) e a proposta foi relatada pelo deptuado Nelson Padovani (PSC-PR).

Os ambientalistas protestam contra a reabertura da estrada, a exemplo da deputada Rosane Ferreira (PV-PR), para quem se trata de “um retrocesso ambiental, interrompendo a recomposição da floresta de Mata Atlântica, abre um perigoso precedende para que outros parques nacionais sejam modificados”.

Agricultores e comerciantes de Serranópolis do Iguaçu, na região Oeste, e de Capanema, no Sudoeste do Estado, acompanharam a sessão munidos de faixas e cartazes pedindo a aprovação. A reunião teve também a presença do deputado federal Penna (PV-SP), presidente da Comissão do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados.

O presidente da comissão especial, deputado federal Eduardo Sciarra (PSD-PR) ficou satisfeito com o resultado e está otimista com a possibilidade de receber a aprovação dos senadores.

A reabertura da Estrada do Colono é um sonho acalentado há anos pela população de dois municípios hoje entregues ao esquecimento e que enxergam na Estrada do Colono a redenção econômica das duas regiões.

O projeto agora seguirá para o Senado para apreciação de uma nova comissão. Se receber aprovação em todas as esferas outro desafio dos líderes será defender a reformulação do Plano de Manejo, tornando a estrada passível de exploração turística e tráfego. A Estrada do Colono, de 17,6 quilômetros, é a ligação mais curta entre as regiões Oeste de Sudoeste do Paraná.

Com informações de Vandré Dubiela, do jornal O Paraná, de Cascavel.

Comentários encerrados.