Leia as manchetes da velha mídia nesta terça-feira

Jornais do Paraná

APGazeta do povo: Explosões em Boston deixam EUA em alerta contra o terror

Jornal Metro: Terror em Boston

Jornal do estado: maratona da morte em Boston

Jornal de Londrina: Jovens, os dois extremos da violência

Folha de Londrina: Compra de carro financiado cresce 17%

O Diário: MP investiga uso de diplomas falsos

Diário dos Campos: Quantas crianças vão morrer à  espera de UTI?

Jornal da manhã: Beto amplia o subsídio do ônibus para 21 cidades

Tribuna do interior: CM abre campanha de vacina contra a gripe; meta é imunizar 14,3 mil

O Paraná: Demora na liberação de licenças compromete novos investimentos

Jornal Hoje: Contra a violência infantil Câmara cria Lei Rafaela

Gazeta do Iguaçu: Prefeito garante funcionamento do hospital municipal de Foz

Diário do Noroeste: Falta de médicos prejudica atendimento no PA, diz secretário de Saúde

Umuarama Ilustrado: Dengue volta a matar na região e avança na cidade

Tribuna do Norte:Escolas estaduais racionam merenda em Apucarana

Jornais de outros estados

Globo: O terror volta aos EUA

Folha: Atentados deixam 3 mortos e ferem mais de 130 nos EUA

Estadão: Atentado nos EUA

Correio: terror volta a assombrar os EUA

Valor: Governo abre espaço para política fiscal mais branda

Estado de Minas: à“dio sem limites

Zero Hora: O terror revivido

2 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O começo da construção do Império Globo de Comunicações.

    “Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”

    A frase exata é levemente diferente, ainda que seu significado seja o mesmo: “Aqueles que não podem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”. Ela foi escrita por George Santayana, pseudônimo de Jorge Agustín Nicolás Ruiz de Santayana y Borrás, um filósofo, poeta e ensaísta espanhol que fez fama escrevendo em inglês.

    O aforismo aparece em A Vida da Razão, livro publicado em 1905. Mais precisamente no volume I, ali no capítulo XII, bem neste seguinte parágrafo: “O progresso, longe de consistir em mudança, depende da capacidade de retenção. Quando a mudança é absoluta, não permanece coisa alguma a ser melhorada e nenhuma direção é estabelecida para um possível aperfeiçoamento; e quando a experiência não é retida, como acontece entre os selvagens, a infância é perpétua. Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo”.

    E é aí que a gente explica a frase usando um exemplo bem clichê: muitos políticos fazem atrocidades, roubam dinheiro público e falam absurdos. Todo mundo reclama, mas, chegam as eleições, o povo esquece de tudo e novamente coloca o número do candidato nas urnas.

    Esse “problema de memória” existia em 1905, continua existindo hoje e provavelmente sempre vai existir. Triste!

    http://www.viomundo.com.br/denuncias/sidney-skiante-a-historia-que-nao-pode-continuar-secreta.html

    e,t “˜O povo que esquece sua história esta condenado a repeti-la”™.

  2. Gazeta do Povo: Explosões em Boston deixam EUA em alerta contra o terror.

    A frase abaixo é profética…….

    “A escuridão não pode expulsar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso.”

    Martin Luther King