Gustavistas planejam tomar o PDT

De olho no futuro, tropa de elite do prefeito Gustavo Fruet considera a tomada do PDT de Curitiba como a principal batalha depois das eleições de 2012; gustavistas ficaram magoados com o diretório do partido depois da rejeição, por unanimidade, de moção de apoio ao prefeito.

De olho no futuro, tropa de elite do prefeito Gustavo Fruet considera a tomada do PDT de Curitiba como a principal batalha depois das eleições de 2012; gustavistas ficaram magoados com o diretório do partido depois da rejeição, por unanimidade, de moção de apoio ao prefeito.

Correligionários do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, planejam comandar de cabo a rabo! o diretório municipal do PDT.

A maioria do atual diretório foi herdada de gestões anteriores. Fruet preside a sigla na capital, mas ainda não tem o corpo do partido seguindo suas orientações políticas.

O estopim para o plano de ataque! dos gustavistas foi a rejeição, por unanimidade do diretório municipal pedetista, de moção de apoio ao prefeito no último 1!º de abril (clique aqui para relembrar).

A determinação é para o alto, médio e baixo escalões da prefeitura se alistarem no PDT e filiarem o máximo de pessoas.

Comentários encerrados.