Femotiba vai à s ruas contra fim do subsídio ao transporte coletivo

Publicado em 25 abril, 2013
Compartilhe agora!

Tropas de Fruet e do PT planejam levar à s ruas debate sobre subsídio à  tarifa de ônibus na região metropolitana de Curitiba. Femotiba, agora sem Feltrin, é a primeira entidade a se alistar para o combate campal.
Tropas de Fruet e do PT planejam levar à s ruas debate sobre subsídio à  tarifa de ônibus na região metropolitana de Curitiba. Femotiba, agora sem Feltrin, é a primeira entidade a se alistar para o combate campal.
A Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba) fará seu primeiro teste nas ruas, no começo de maio, sem o seu criador e presidente Edson Feltrin, morto em janeiro deste ano. A entidade agora é conduzida pelos “à“rfãos do Feltrin”, grupo formado por militantes e dirigentes do PDT da capital.

A Femotiba elegeu como principal bandeira a luta pela manutenção do subsídio à  tarifa do transporte coletivo na região metropolitana. Pela internet, a organização lançou uma petição pública (acesse clicando aqui) para exigir que o governador Beto Richa (PSDB) continue pagando parte da passagem do ônibus.

As manifestações de rua fazem parte da estratégia da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) para sensibilizar Richa. Ontem à  noite (24), 20 prefeitos se reuniram sob a liderança do presidente da agremiação, Luizão Goulart (PT), prefeito de Pinhais. Gustavo Fruet (PDT), de Curitiba, também esteve no encontro.

Compartilhe agora!

Comments are closed.