Em nota, Salamuni anuncia comissão para revisar superaposentadorias na Câmara de Curitiba

Vereador Paulo Salamuni (PV).

Vereador Paulo Salamuni (PV).

O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni (PV), por meio de nota de esclarecimento enviada a este blog, informou nesta segunda-feira (29) que designou uma “comissão específica” com objetivo de acabar com eventuais distorções nas aposentadorias.

A Câmara informa que os valores pagos nas superaposentadorias são oriundos de gestões anteriores, calculados a partir do plano de cargos e salários dos servidores, de forma que a mesa executiva não tem o poder de interferir [nos valores dos benefícios].

Este blogueiro informou na manhã de hoje que a Câmara concedeu superaposentadorias entre R$ 16 mil e R$ 26,7 mil – o teto salarial que tem como parâmetro os vencimentos do prefeito Gustavo Fruet (PDT).

A seguir, eu publico a íntegra da nota de esclarecimento da Câmara Municipal de Curitiba:

Prezado Esmael Morais, boa tarde.

Com relação à  nota Câmara de Curitiba concede superaposentadoria de R$ 26,7 mil!, publicada hoje (29) em seu blog, esclarecemos:

– O valor da aposentadoria não é determinado pela Comissão Executiva da Câmara Municipal de Curitiba, mas, calculado a partir do plano de cargos e salários dos servidores, de forma que a Executiva não tem o poder de interferir neste valor. Como todas as aposentadorias concedidas pela Câmara Municipal estão dentro do que estipula a legislação, cabe à  Comissão deferir os pedidos de aposentadoria.

– Os atos de aposentadoria são assinados pelos três vereadores membros da Comissão Executiva, Paulo Salamuni, presidente; Ailton Araújo, 1!° Secretário; e Serginho do Posto, 2!° Secretário.

– Visando acabar com essas eventuais distorções nas aposentadorias, construídas ao longo das gestões anteriores, a Comissão Executiva designou uma comissão específica para reestruturar o plano de cargos e salários dos servidores da Câmara de Curitiba.

Vale destacar que, todas as decisões da Comissão Executiva e da Presidência da Câmara Municipal de Curitiba primam pela transparência e visam o interesse público em primeiro lugar.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Ai essa Câmara Municipal e essa maldita mania de criar comissão para absolutamente tudo. No final vira só um encontro entre bons e velhos amigos.
    Deprimente.
    Saudade de trabalho sério nesse circo.

  2. A poucos dias as redes de jornais, noticiaram que a ALPR está sendo obrigada a rever os “benefícios” dados a funcionários pelas leis passadas e que tem gente que ganha salários fora da carreira que ocupa. É o mesmo caso da CMC, tem gente ganhando muito e muitos ganhando muito pouco na PMC. Agora é hora do MP-PR também mandar uma comissão para a CMC e levantar o pulo da lebre para pegar estes MARAJÁS e acabar com está corrupção e falta de vergonha na cara. Direito adquirido é o que se ganha de forma honesta e não desonesta como parece ser está APOSENTADORIAS DE MILIONÁRIOS EM COMPARAÇÃO AS APOSENTADORIAS DOS DEMAIS FUNCIONÁRIOS.
    Isso é caso de polícia.

    • Não existe direito adquirido com contratos ilicitos. E para que o contrato seja licito, ele não pode envolver objeto ilegal… como esta apropriação indébida do patrimonio público…

      Ou, agora, o judiciário concorda com o enriquecimento ilicito dos funcionários???

  3. Assino em baixo o que NETÃO escreveu, e ainda completo com a seguinte frase. Se é legal eu não tenho certeza destas aposentadorias, mas tenho certeza que são imorais. Pois funcionários na ativa e de mesmo nível médio vão se aposentar com menos de 10% da valor que está senhora recebe. É um absurdo isso, e até digo que tem mais coelho nesta toca escondendo o rastro para não ser denúnciado. O grupo destes apadrinhados políticos é grande e já gerou um debate interno na PMC sobre isso. Para mim é uma vergonha está situação. Todos tem os mesmos direitos, já que a isonomia é a lei que impera na PMC, quando se busca um salário melhor e o RH assim responde. Agora quero ver eles explicarem isso! CADE A ISONOMIA NAS APOSENTADORIAS. SE ELA GANHA TODOS OS OCUPANTES DO MESMO NÍVEL DEVEM GANHAR QUANDO SE APOSENTAREM, CASO CONTRÁRIO É CASO DE POLÍCIA E MP PARA INVESTIGAR ESTÁ POUCA VERGONHA.

  4. To cansado desta história de gestões anteriores, caixa estourado de gestões anteriores. Não existe câmara anterior e Curitiba anterior, vocês que são poder hoje podem muito bem não assinar. Me diga: SE assina concordando com a decisão da gestão anterior, que diferença há entre uma e outra?

  5. o Salamuni era muito melhor como pedra do que esta sendo como vidraça, ele como presidente fazendo as vontades da Josete esta sendo muito fraco.
    Salamuni nãofaça eu perder o meu voto !!!

  6. Se existe leis imorais é porque houve e há vereadores imorais que aprovam estas leis. Tem que ter vergonha na cara e alterar essa lei para as futuras gerações. Se não for corrigido estas distorções daqui 30 anos ainda haverá essas injustiças. Seja HOMEM DE VERDADE SALAMUNI, respeite o direito adquirido daqueles que já se beneficiaram pelas leis que VOCÊ ajudou a votar, mas corrija isso agora para que seus netos e bisnetos não passem vergonha no futuro. Sandor Mendes, 67 anos, aposentado do judiciário, R$ 11.187,00 por mês após 30 anos de trabalho.

  7. Ô Salamuni, menos, quem se preocupa com centavo, perde o milhão e tu vai bater no direito adquirido, não gaste vela com defunto ruim, seu eleitorado não quer que voce enverede pelo caminho da demagogia, continue fazendo o feijão com arroz que está muito bom, esse negócio de se preocupar com salários e aposentadorias dos seus pares soa inveja, a história existe para ser apreendida com ela e não só para efeito meramente informativo. Não conheço nenhum político que tenha prosperado querendo reduzir benefícios de seus iguais. Pare, pense e reflita você tem se mostrado acima dessa bóia requentada. JUÍZO.

  8. É só enrolação, essa gente vai continuar recebendo as super aposentadorias até o fim da vida…ou fim do mundo…

  9. quando se cria uma comissão é pra não resolver nada, é uma pena o salamuni não ter pulso firme para dizer não e delegar a uma comissão que não vai resolver nada que fossem à justiça e se a justiça der parecer favorável era outros quinhentos.

  10. E MAIS UMA CPI QUE NÃO VAI DAR EM NDA. NEM EM PIZZA. A REDONDA TÁ MTO CARA. O QUE MAIS ENVERGONHA É UMA TÉC. CONTABIL DA CMC, NIVEL MÉDIO, SE APOSENTAR COM MAIS DE 22.000 REAIS, ENQUANTO UM SERVIDOR DA PMC, CONTADOR DE CARREIRA, COM 35 ANOS DE TRAB. NÃO CHEGA NEM A 4.000 REAIS/MÊS BRUTO. DÁ PRA SER FELIZ?

  11. Essa etica do pv não é diferente dos outros partidos. o dinheiro é um mal ,muito necessario!