30 de Abril de 2013
por esmael
53 Comentários

Malafaia não consegue título de cidadão honorário em Curitiba

O líder evangélico Silas Malafaia, um dos responsáveis pela derrota de José Serra em 2012, levou bucha na Câmara Municipal de Curitiba; os vereadores rejeitaram o título de cidadão honorário ao pastor ultraconservador.

O líder evangélico Silas Malafaia, um dos responsáveis pela derrota de José Serra em 2012, levou bucha na Câmara Municipal de Curitiba; os vereadores rejeitaram o título de cidadão honorário ao pastor ultraconservador.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de Vereadores de Curitiba rejeitou, nesta terça-feira (30), por seis votos dos 9 membros da comissão, o título de cidadão honorário ao polêmico pastor Silas Malafaia. Leia mais

30 de Abril de 2013
por esmael
30 Comentários

Prefeitos apelam para que governador mantenha subsídio ao transporte na região metropolitana de Curitiba

O prefeito de Pinhais, Luizão Goulart (PT), presidente da a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), em nota oficial, disse nesta terça-feira (30) que o fim do subsídio do governo do estado ao transporte coletivo, previsto para a próxima terça-feira, dia 7 de maio, levará o caos aos 13 municípios que compõem a Rede Integrada de Transporte (RIT).

Segundo o presidente da Assomec, os donos das empresas de ônibus ameaçam paralisar os serviços porque não têm garantias de que receberão e por não saberem quem continuará gerenciando o sistema na Região Metropolitana.

“Esperamos que alguma decisão coerente e justa seja tomada e que o subsídio do Governo do Estado seja mantido, pois os municípios necessitam deste apoio, caso contrário viveremos dias de caos na RMC”, diz trecho da nota oficial assinada pelo prefeito Luizão Goulart.

A seguir, leia a íntegra da nota oficial:

Nota à  imprensa

Em virtude do momento em que se anuncia o fim do subsídio do Governo do Estado ao Transporte Coletivo, levando em consideração que o convênio encerra-se no dia 7 de maio, nós, prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba, demonstramos nossa preocupação com o tema, já que esta decisão irá impactar diretamente no futuro de nossas cidades. Em busca de solução, já participamos de diversas reuniões, solicitamos e propomos alternativas para que a passagem de ônibus não seja encarecida e o sistema continue integrado.

Sabemos que nesta terça-feira (30) representantes da Comec, Sedu (Governo do Estado) e Urbs (Prefeitura de Curitiba) estão realizando reuniões para discutir o que acontecerá com o sistema integrado de transporte nos próximos dias.

As empresas de transporte, através de seu órgão de classe, também discutem nesta tarde qual encaminhamento tomar diante do impasse que se avizinha. Inclusive, consideram a possibilidade de paralisar o transporte de passageiros a partir do dia 08 de maio, caso não haja uma garantia da continuidade de remuneração pelo serviço prestado e sem saber quem c

30 de Abril de 2013
por esmael
20 Comentários

à€ luz de nova pesquisa, Requião diz que oposição vence Richa no Paraná

O senador Roberto Requião (PMDB) comemorou, nesta terça-feira (30), a pesquisa divulgada pelo Instituto Paraná Pesquisa realizada entre os dias 20 e 24 de abril com 1.507 eleitores em 68 municípios paranaenses. O peemedebista avalia que se as eleições fossem hoje a oposição, unida, derrotaria o governador Beto Richa (PSDB) no interior e na capital.

O governador Bebeto desaba fundamentalmente em Curitiba, onde cai rapidamente 18 pontos!, observou.

Se as eleições fossem hoje, Beto Richa perderia para a oposição em Curitiba e na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A ministra Gleisi Hoffmann e o senador Roberto Requião têm 51,56% dos votos contra 32% de Richa. Na RMC, a vitória seria de 55% contra 34%. No interior do Estado, as intenções de voto em Gleisi e Requião somadas também vencem Richa.

Requião contou que esteve no interior do Paraná no último final de semana e que a prefeita Tina Toneti, de Jacarezinho, contou que havia inaugurado o Centro da Juventude iniciado na gestão de Requião e terminado pela prefeitura.

Outro dia vai lá o governador Beto Richa, muda o nome do prédio, retira a placa de inauguração e coloca uma placa com o nome dele!, contou.

Foi o nosso governo que fez o Centro e o crédito seria uma questão de educação e civilidade!, ressaltou o senador.

O pior de tudo isso é que nesta inauguração “pirata” havia deputado do meu PMDB, que trabalhou comigo no meu governo. Isto tudo é terrível. Mas explica o porquê desta queda de popularidade!, avaliou.

Requião lembrou que quando foi governador mudou o nome da Usina de Segredo para Usina Governador José Richa em homenagem ao ex-governador, que construiu a usina. Requião ressalta que finalizou e inaugurou a obra. Mas o mérito de José Richa foi reconhecido.

Não há governo. Quando o governo tem que recorrer a uma falsidade desta de reinaugurar uma obra já inaugurada para colocar uma placa com o seu nome, é porque ele está numa crise absoluta de realizações. O Bebeto está superado. Seu governo acabou!, finalizou Requião.

30 de Abril de 2013
por esmael
24 Comentários

Francischini quer roer o queijo de Ratinho Jr, que pode retomar a independência! em relação a Richa

Ex-candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC pode desistir da vice do tucano

Vereador Chico do Uberaba, de Curitiba, pupilo de Francischini, embarcou na canoa do PSC; alguém tem dúvidas sobre qual será o destino do Batman, parceiro estratégico de Ratinho Junior no horário eleitoral de 2012?

Vereador Chico do Uberaba, de Curitiba, pupilo de Francischini, embarcou na canoa do PSC; alguém tem dúvidas sobre qual será o destino do Batman, parceiro estratégico de Ratinho Junior no horário eleitoral de 2012?

O deputado federal delegado Fernando Francischini (PEN), que nas eleições passadas surgiu no horário eleitoral como se fosse o Batman, orientou seu pupilo, o vereador Chico do Uberaba (PMN), de Curitiba, entrar na canoa do PSC de Ratinho Junior. Ontem à  noite, o parlamentar curitibano se apresentou à  nova sigla. Leia mais

30 de Abril de 2013
por esmael
22 Comentários

Deputada do PV luta para manter fechada a Estrada do Colono

A deputada federal Rosane Ferreira (PV-PR) apresentou um recurso à  Secretaria-Geral da Mesa da Câmara dos Deputados, ontem (29), assinado por 85 parlamentares, para que o projeto de lei 7123/2010, que prevê a reabertura da Estrada do Colono no Parque Nacional do Iguaçu, não seja conclusivo na Comissão Especial criada para discutir a proposta, devendo ir ao Plenário para concluir sua votação.

Para viabilizar a reabertura da estrada, que dividirá o parque ao meio, o projeto propõe alterações que fragilizam a Lei 9985/2000, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). Para Rosane, que apresentou voto contrário à  reabertura da estrada, trata-se de uma proposta de modificação da legislação ambiental para legitimar uma demanda regional e, ao mesmo tempo, uma tentativa de abrir um perigoso precedente com graves consequências para a conservação da biodiversidade no País!.

Segundo informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), atual gestor do Parque, o leito da antiga estrada está coberto por uma formação florestal em franca regeneração. Ou seja, não se trata mais de reabrir uma antiga estrada, mas sim, de se promover o desmatamento e degradação para a implantação de uma estrada no interior de uma Unidade de Conservaç

30 de Abril de 2013
por esmael
11 Comentários

Acordo esquisito entre os irmãos Dias

O vice-presidente do Banco do Brasil e ex-senador Osmar Dias, comandante-em-chefe do PDT do Paraná, em conversas com vários políticos do estado, em Brasília, dizia na semana passada que ele e o irmão, senador àlvaro Dias, do PSDB, não marchariam com o time do governador Beto Richa, do PSDB, nem que a vaca tossisse arroz doce.

O interlocutor acima jura que ouviu da boca do pedetista que há um acordo — entre ele [Osmar] e o irmão tucano — que permite um chamar o outro de “canalha” em público, caso algum deles quebre a promessa de não costear o alambrado do governador nas eleições de 2014. àlvaro dá claros sinais de que está mais para lá do que para cá, isto é fato.

Outra fonte do blog, também em Brasília, que testemunhou esse esquisitíssimo acordo entre os irmãos Dias vai direto à  questão: “Será que Osmar vai cobrar a fatura do irmão em público?”. Não se sabe ainda.

O secretário-geral do PDT do Paraná, Adalberto Grein, torce o nariz para os acordos dos manos. Segundo ele, Osmar é candidatíssimo ao Senado e ponto. Ele não é candidato a outro cargo!, garante. Informa isso como se estivesse dando uma ordem ao vice-presidente do BB.

“Condicionar uma candidatura a outra é pouco inteligente e demonstra insegurança do outro lado”, disse Grein, para logo em seguida cravar: “Alvaro Dias quer ser aclamado Senador da República. Isso não vai ocorrer”.

Este blogueiro não acredita em confronto entre irmãos. Pode haver encenação para paralisar o quadro político e segurar a disputa pelo Senado entre eles. Mais à  frente, com certeza, acima de partidos políticos, eles se acertam em família. Pode anotar aí, caro leitor.

A seguir, eu publico comentário enviado ao blog pelo secretário-geral do PDT, Adalberto Grein:

Quem pensa simples assim, está enganado, Esmael.

A candidatura de àlvaro dias ao senado importa exclusivamente a ele e ao PSDB, seu partido.

Condicionar uma candidatura a outra é pouco inteligente e demonstra insegurança do outro lado.

O PDT tem projeto para eleição majoritária no ano que vem, e que inclui Osmar Dias na vaga do Senado, independente de quem vier do outro lado. Osmar NàƒO à‰ CANDIDATO A QUALQUER OUTRO CARGO. Ele é candidato ao Senado.

Alvaro Dias quer ser aclamado Senador da República. Isso não vai ocorrer. Vai ter que disputar e que vença quem melhor representou o Paraná no senado e quem tiver melhor proposta. Que vença aquele que efetivamente defendeu os interesses do povo paranaense no Senado e não aquele que utiliza seu mandato apenas para discursos vazios e que nada constrói.

Adalberto Grein
Secretário PDT/Pr

30 de Abril de 2013
por esmael
3 Comentários

Trabalhadores da construção civil lembram histórica 1!ª greve após golpe militar de 1964

Movimento grevista de 1979 desafiou o regime fardado em Curitiba.

Movimento grevista de 1979 desafiou o regime fardado em Curitiba.

Um ato político lembrará no próximo dia 16 de maio, em Curitiba, a histórica greve dos trabalhadores da construção civil da capital. Ocorrida em 1979, quando o país ainda vivia sob ditadura milita, a grevedurou mais de 20 dias e foi a primeira grande mobilização operária no Paraná após o golpe de 1964. Leia mais

30 de Abril de 2013
por esmael
21 Comentários

Requião empatado com Richa em Curitiba, dizem gustavistas

* Rejeição de Richa teria superado a de Requião na capital

Segundo pesquisa dos gustavistas, há empate entre Requião e Richa em Curitiba; a ministra Gleisi Hoffmann estaria na frente, na capital, rumo ao governo do Paraná.

Segundo pesquisa dos gustavistas, há empate entre Requião e Richa em Curitiba; a ministra Gleisi Hoffmann estaria na frente, na capital, rumo ao governo do Paraná.

Os estrategistas do prefeito Gustavo Fruet (PDT) afirmam ter em mãos pesquisa fresquinha, recém-saída do forno, apontando empate técnico entre o senador Roberto Requião (PMDB) e o governador Beto Richa (PSDB) em Curitiba — o maior colégio eleitoral do Paraná !“ na corrida pelo Palácio Iguaçu. Leia mais

30 de Abril de 2013
por esmael
23 Comentários

Na pesquisa de àlvaro, ele e Richa seriam reeleitos no Paraná; falta combinar com os russos?

Com instinto de sobrevivência aguçado, os tucanos àlvaro Dias e Beto Richa se acertaram para a disputa de 2014; no levantamento da Paraná Pesquisa, encomendado pelo senador, ele e o colega governador saem na frente; sondagem omite índices de rejeição e comportamento do eleitor curitibano.

Com instinto de sobrevivência aguçado, os tucanos àlvaro Dias e Beto Richa se acertaram para a disputa de 2014; no levantamento da Paraná Pesquisa, encomendado pelo senador, ele e o colega governador saem na frente; sondagem omite índices de rejeição e comportamento do eleitor curitibano.

O senador àlvaro Dias, candidato à  reeleição pelo PSDB, não dorme de toca. Ele encomendou uma pesquisa junto à  Paraná Pesquisa sobre as disputas para o Senado e governo do Paraná. Como pesquisa boa é aquela que a gente está na frente e como diria o poeta! Rubens Ricupero o que é bom a gente mostra e o que é ruim a gente esconde!, na sondagem, o governador Beto Richa (PSDB) seria reeleito com 40% das intenções de voto. Leia mais

29 de Abril de 2013
por esmael
2 Comentários

Artigo de André Vargas: “à‰ bom ampliar o número de tribunais”

por André Vargas*Ganhar e não levar. Essa deve ter sido da sensação de um servidor público aposentado de Minas Gerais, que esperou por 14 anos o julgamento de um processo e, embora tenha ganhado, faleceu sem ver o cumprimento da sentença. O servidor em questão iniciou no dia 11 de março de 1995, na Justiça de seu Estado, um processo reivindicando do órgão em que trabalhou a correção de seus proventos.

Três anos mais tarde, após um recurso, o processo foi para o Tribunal Regional Federal (TRF) da 1!ª Região, em Brasília, uma vez que em Minas Gerais não há TRF. Devido à  demanda daquele tribunal o processo lá permaneceu por 11 anos. O que faltou nesse caso? Não faltou tecnicidade. Faltou celeridade.

Bem, o aposentado teve atendida sua reivindicação, mas faleceu em 2012, antes da execução da sentença. Ele era apenas mais um num tribunal em que 24 desembargadores (três não julgam por serem o presidente, o vice e o corregedor) atendem uma população de 71 milhões de pessoas de 13 estados e do Distrito Federal.

A Emenda Constitucional aprovada pelo Congresso Nacional que criou quatro TRFs diminuirá a sobrecarga no segundo grau de jurisdição, e, portanto, situações como o do exemplo acima. Em decorrência da reduzida quantidade de tribunais de segu

29 de Abril de 2013
por esmael
12 Comentários

Em nota, Salamuni anuncia comissão para revisar superaposentadorias na Câmara de Curitiba

O presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni (PV), por meio de nota de esclarecimento enviada a este blog, informou nesta segunda-feira (29) que designou uma “comissão específica” com objetivo de acabar com eventuais distorções nas aposentadorias.

A Câmara informa que os valores pagos nas superaposentadorias são oriundos de gestões anteriores, calculados a partir do plano de cargos e salários dos servidores, de forma que a mesa executiva não tem o poder de interferir [nos valores dos benefícios].

Este blogueiro informou na manhã de hoje que a Câmara concedeu superaposentadorias entre R$ 16 mil e R$ 26,7 mil – o teto salarial que tem como parâmetro os vencimentos do prefeito Gustavo Fruet (PDT).

A seguir, eu publico a íntegra da nota de esclarecimento da Câmara Municipal de Curitiba:

Prezado Esmael Morais, boa tarde.

Com relação à  nota Câmara de Curitiba concede superaposentadoria de R$ 26,7 mil!, publicada hoje (29) em seu blog, esclarecemos:

– O valor da aposentadoria não é determinado pela Comissão Executiva da Câmara Municipal de Curitiba, mas, calculado a partir do plano de cargos e salários dos servidores, de forma que a Executiva não tem o poder de interferir neste valor. Como todas as aposentadorias concedidas pela Câmara Municipal estão dentro do que estipula a legislação, cabe à  Co

29 de Abril de 2013
por esmael
23 Comentários

Troca-troca: Militantes acusam PSOL de “endireitar” e pulam para o barco do PSTU

Não é só nos partidos da burguesia, os PSDB e DEM da vida, que há troca-troca partidário. Há também puladas de cerca no espectro da extrema esquerda. Veja esse caso, do Paraná, envolvendo o PSOL e o PSTU.

A presidenta do Sindicato dos Técnicos Administrativos da UFPR (Sinditest), Carla Cobalchini, e o diretor da entidade José Carlos de Assis anunciaram desfiliação do PSOL, da ex-presidenciável Heoloisa Helena, e ingresso no PSTU.

“O aparecimento contínuo de práticas corruptas, reformistas e eleitoreiras deixou de ser a exceção para se tornar a regra. O financiamento privado de campanha (GERDAU), as alianças espúrias com a direita (Macapá), a incoerência política na reivindicação do apoio do PT e de LULA (Edmilson-Pará), a recusa da defesa das bandeiras programáticas do partido por parte da sua principal figura pública e candidata (Heloisa Helena e a defesa contra a legalização do aborto); são exemplos da prática reformista deste Partido”, diz um trecho da carta conjunta divulgada pelo sindicalistas.

O presidente estadual do PSTU, advogado Avanilson Araújo, ex-candidato a prefeito de Curitiba, diz que agora, com as novas aquisições, a revolução socialista está mais próxima e a burguesia com seus dias contados.

A seguir, leia a íntegra da carta de desfiliação dos militantes do PSOL:

Carta de Desfiliação do PSOL

…a unidade é transitória e relativa;
e a luta permanente e absoluta”.
Lênin

[email protected]

A Fundação do PSOL foi resultado de um processo de ruptura de parte da esquerda com o PT ainda em 2003. à€ época, as principais críticas feitas ao PT se referiam ao abandono do horizonte socialista e revolucionário, expresso na política do Governo de Conciliação de Classes de Lula e na burocratização partidária, acompanhada de um funcionamento interno autoritário e anti-democrático. O ato determinante para o lançamento de uma alternativa! partidária se deu com a expulsão de figuras públicas da esquerda do PT, como a ex-senadora Heloisa Helena.

A proposta então, era de construção de um guarda-chuva! para a esquerda socialista brasileira que também viesse a romper com o Governo Lula. Existia um sentimento muito forte de que o novo partido não reproduzisse a trajetória petista de degeneração política.

Quase dez anos se passaram e, mesmo que por algumas vezes estes partido tenha ocupado espaços privi