Por Esmael Morais

Presidente do Uruguai dá “olé” no papa argentino Francisco

Publicado em 19/03/2013

Ele também advertiu que “o Uruguai é um país absolutamente secular, a Igreja é separada do Estado desde o início do século passado, e tem alguma diferença do resto da América Latina”.

Topolansky esclareceu que “eu tenho um enorme respeito pela religião católica, assim como outras religiões”, mas insistiu que ela e Mujica não são crentes e que “este país é particularmente secular”.

Ainda disse que “a sociedade (Uruguai) não viveu como algo central”, a escolha do argentino Jorge Bergoglio como sucessor de Bento XVI.

Com informações da Telefe Notícias