Ideólogo da velha mídia neoliberal quer privatização da Petrobras

do Brasil 247

O economista Rodrigo Constantino, uma espécie de menino maluquinho da nova direita, já tem cadeira cativa no Instituto Millenium, coluna no Globo, trabalha no mercado financeiro e, agora, páginas amarelas de Veja para ostentar no currículo; das suas ideias, destaque para a aversão aos programas sociais e ao corte dos juros, além da devoção ao estado mínimo; entre as propostas, a privatização do setor de petróleo e a esperança de que um dia o Brasil tenha uma Margareth Thatcher no comando; ele tem futuro?

O economista Rodrigo Constantino, uma espécie de menino maluquinho da nova direita, já tem cadeira cativa no Instituto Millenium, coluna no Globo, trabalha no mercado financeiro e, agora, páginas amarelas de Veja para ostentar no currículo; das suas ideias, destaque para a aversão aos programas sociais e ao corte dos juros, além da devoção ao estado mínimo; entre as propostas, a privatização do setor de petróleo e a esperança de que um dia o Brasil tenha uma Margareth Thatcher no comando; ele tem futuro?

A nova direita brasileira, saudosa do neoliberalismo, já tem seu guru. à‰ o economista Rodrigo Constantino, que escreveu o livro “Privatize Já”, é palestrante do Instituto Millenium, mantido pelos grupos Globo e Abril para doutrinar ideologicamente colunistas da grande imprensa, e escreve ainda artigos semanais para o jornal O Globo. Suas palestras, que podem ser encontradas no YouTube, revelam uma espécie de menino maluquinho da nova direita. Constantino consegue ser contra programas sociais, como o bolsa família, contra o corte de juros (ele trabalha no mercado financeiro, é claro) e contra a expansão do crédito para os mais pobres. A favor, apenas do Estado mínimo.

Agora, ele acaba de ganhar mais uma página no currículo. Na verdade, as suas primeiras páginas amarelas, com uma entrevista concedida ao jornalista Giuliano Guandalini, de Veja. Sob o título “Capitalistas brasileiros, uni-vos”, anuncia-se o manifesto mercadista de Constantino. Eis, abaixo, algumas de suas ideias:

O serviço ruim das operadoras de telefonia não tem qualquer relação com a ganância empresarial

“Os impostos arrecadados pelo governo encarecem as tarifas e reduzem os investimentos. O sinal das chamadas é ruim porque faltam antenas, e o grande entrave para ampliar o número de antenas são os governos”

Sobre a venda da Petrobras

“Para privatizar a Petrobras, precisaríamos ter uma Margaret Thatcher, um estadista disposto a enfrentar grupos de interesse localizados (…) foi preciso que eu, um liberal convicto e crítico da social-democracia dos tucanos, saísse em defesa das privatizações (…) [com uma Petrobras privatizada] seriam reduzidas as ingerências políticas e manipulações, como o controle do preço da gasolina para evitar o impacto na inflação”

Sobre a ampliação do crédito

“Os bancos privados, temendo o aumento da inadimplência e o risco de perdas, reduziram o ritmo na liberação de financiamentos. Já os bancos públicos, por determinação do governo, estão injetando na economia uma volume crescente de empréstimos (…) os governos tendem a estimular a formação de bolhas”

Sobre a Embraer, criada pelo Estado

“Se o governo não tivesse criado a Embraer e a mantido por anos e anos, mesmo dando prejuízo, talvez os recursos pudessem ser usados de maneira mais produtiva pela iniciativa privada”

Sobre os programas sociais

“Sinceramente, acredito que o estado contribui mais para concentrar a riqueza do que para distribuí-la (…) o liberalismo é o maior aliado dos pobres, porque ele incita a concorrência o oferece igualdade de oportunidades”

29 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. bom e o haiti la não tem empresas publicas e nem dinheiro publico,o governo não arrecada impostos.la a segurança é feita onde as forças da onu não está,é as gangues,cobram caro pela proteção e e pagamento e feito diariamente,la é melhor .muitos brasileiros deveriam ir pra la. la não tem o ministerio publico para embargar obras ,porque não tem o que embargar ,não tem politica ,porque la não adianta fazer politicage.

    • O que o HAITI tinha em comum com o Brasil? Corrupção…O que o Brasil tem em comum com o Brasil? Miséria, é só dar uma volta por aí e constatar.

  2. Tudo o que o governo faz é ruim, caro, ineficiente, corrupto, fora do prazo etc etc etc, ou seja, é tudo de ruim. Veja os hospitais públicos, as escolas públicas, a segurança pública…todos serviços caros e prestados pessimamente! E como tudo o que o governo põe a mão, as estatais são um caos! Trabalha-se pouco e pouco que é feito é de má qualidade…com corrupção pra todo lado! Tudo o que elas fazem tem orientação políticas. Temos de privatizar todas as estatais desse país, inclusive a Petrobrás que não trás nenhum benefício pro povo brasileiro!

  3. Os aeroportos dos Estados Unidos são estatais!Ou seja até lá tem empresas do Governo…

  4. Esse idiota deveria ser ouvido sobre a estatização que Obama teve que promover em Corporacoes como GEneral Motors, Bank of America etc…para salva los da bancarrota…nesse caso, o estado é fundamental.

    • Isso que vc citou não é capitalismo! Isso é socialismo! Eu tb acho que as empresas mal geridas e que não atendem bem ao consumidor merecem a falência, do mesmo modo que as que prestam bons serviços merecem ter lucro! Esse que vc citou é o tal “capitalismo” de estado, ou seja, socialismo!

  5. Eu já senti na pele o que é ser funcionário de uma empresa privatizada. Esses capitalistas só vêem números, humano e social é só fachada para eles. Depois pagam horários nobres na televisão e falam de projetos sociais, mas o que eles querem mesmo é comprar a preço de banana o que os brasileiros indefesos ainda tem. Temos que ficar atentos, senão vai o resto; REDE FERROVIÁRIA, BANCOS DOS ESTADOS, EMPRESA EE TELEFONIA, MINERADORAS E OUTRA EMPRESAS DE VALOR JÁ FORAM.

    • Tem de privatizar tudo! É um monte de empresa que presta péssimos serviços e que só existem porque o estado tira recursos da população pra sustentar essas empresas que pouco ou nada fazem. Se realmente prestassem bons serviços elas cobrariam preços justos, se submeteriam à concorrência e teriam sucesso! As estatais, assim como o governo, são ineficientes, corruptas, servem de cabide de emprego pros apaniguados e são meros braços dos políticos de plantão! Para o bem do Brasil, temos de privatizar todas as estatais!

    • Milhões de brasileiro são funcionários das empresas privadas e é assim mesmo: essas empresas “só vêem números, humano e social é só fachada para eles”, depois saem dizendo que são bonzinhos. E esse é o jogo, é assim que o povo vive e ninguém morre por isso. O estado não foi feito para gerar “EMPREGOS” aos folgados, mas para defender o povo e melhorar a sua vida.
      Na verdade vivemos em uma sociedade do CAOS, salve-se quem puder e os fortes sobreviverão, que nem é na floresta.

  6. eSTÃO REJEITANDO O DEPUTADO FELICIANO PARA OS DIREITOS HUMANOS.mAS ELE AINDA FALA DE DIREITOS HUMANOS . PESQUIZADO NO UOL. eU VI QUE UM MINISTRO BRITANICO VAI ABANDONAR A CONVENÇÃO DA ONU SOBRE DIREITOS HUMANOS, SEGUNDO UOL. O ministro foi orientado pelo Camarão que essa convenção, tira o poder dos ingreses fazer para as nações do terceiro mundo, o que semple fizeram .A morte do brasileiro no primeiro mundo não foi esclarecido,ainda permanece a duvida, por que?Mas a constituição inglesa ainda não esta pronta ou promulgada,ainda fazem a muitos anos,mas não colocaram ainda nenhuma letra sobre direitos humanos,na carta magna inglesa não contem direitos humanos . fonte uol.

  7. Esmale você viu que vazou tegramas da embaixada americana comentando que o psdb ia entregar o pre sal para eles apos a eleição do seu apoiado.
    http://www.anonymousbrasil.com/wikileaks-psdb-prometeu-entregar-o-pre-sal-aos-norte-americanos/

    • Esse pré-sal ainda vai ser o motivo da nossa falência! Sabendo disso, quem vai entregar o pré-sal pros americanos é o PT!

  8. no tempo do governo federal tucano: uma vaga para faxineira um dia eu contei duzentas mulheres. so deram a vaga para a mais jovem e tava cursando um curso tecnico. uma vaga para cobrador ,uma psicologo disse pra turma um dia que tnha 3000 pessoas na fila desse emprego de cobrador de onibus,legal né? um pacote de farinha trigo de 5 quilos custava 8,50 reais,uma lata de oleo de cozinha custava mais que hoje! as empresas dizia para os empregados .que na vaga de um empregado tinha 100 pessoas querendo aquela vaga.eu ouvi isso muitas vezes,o supervisor dizia isso para todos.

    • Ainda bem que teve governo de tucano antes, se não a fila de desempregados estaria na casa das 1000 pessoas! Tudo o que temos hoje é fruto das ações do FHC!

  9. Vamos falar a verdade: A Petrobrás não contribui em nada para a baixa do preços dos combustíveis. Muito pelo contrário, pois, com seus custos (principalmente salários e benésses), ela os torna mais caros.
    Mas entregar uma empresa destas a empresários vadios como temos no Brasil e ao redor do mundo é muito perigoso. Sim, porque aqui os estrangeiros se transformam e fazem coisas que não são capazes em suas países.
    Talvez devido a nestes países existirem leis e governos, mas principalmente por haver um povo consciente que não se deixa enganar. Aqui, o que eles pedem, a manada paga.
    Mas o pior é vermos empresas brasileiras serem devoradas por estrangeiras. Arisco vendida a PEPSICO e UNILEVER.
    SARA LEE (americana) vem a compra as maiores das torrefadoras do Brasil – Damasco, Pilão, Caboclo, Do Ponto, etc… É só ver no site.
    A Damasco fechou a fábrica em Curitiba e demitiu quase 200 – empregos diretos. Isto sem contar que todos os cafés subiram após esta maracutaia.
    Há alguns meses atrás o pacote era em média 5 reais, hoje está entre 7 e 9 reais. ….E mandando gente embora….
    E se contarmos o que vem de fora ? China, Malásia, Coréia…
    Como sobrevivem e concorrem as empresas nacionais ?
    Eu não compro estas marcas. Olho por olho…
    Acho que antes de se preocupar com a Petrobrás, o governo deveria manter as empresas nacionais e privadas já estabelecidas. Coisa que não fez com a Todeschini, onde mais de 200 perderam seus empregos. Há outras que no momento não me veem à cabeça, mas são muitas.
    Acabou-se com a concorrência, coisa que é muito saudável a nós consumidores.

  10. Argumentos de terceira, já usados e defendidos por Adam Smith, Friedman, Hayek e outros liberais de plantão.

    O problema desses argumentos é que, quando nós os colocamos perante a realidade, soçobram.

    Ah, se perguntar ao próprio Constantino, ele achará que o desgoverno do Farol de Alexandria não foi liberal. Liberal é isso: como suas teses não podem ser aplicadas no todo nunca (colocariam o caos social), criticam até governos próximos a eles.

    Esmael, perde tempo com essa escumalha não.

    • Os argumentos de “Adam Smith, Friedman, Hayek e outros liberais de plantão”, são muito mais sólidos que esse monte de besteira que Marx e cia andaram dizendo. Aliás, se os argumentos dos comunas fossem bons a União Soviética, Cuba e a Coréia do Norte, apenas pra citar alguns, estariam nadando de braçada, ao invés de matarem seu povo de fome! E o pior, querem fazer o mesmo aqui!

  11. A Petrobrás tem que trabalhar mais e parar de gastar verdadeiras fortunas em propaganda para se auto-intitularem os maravilhosos, que não são. O que o consumidor ganha com ela sendo estatal? Nada, só ganha grana as agências de publicidade e a “cumpanheirada” que mamam desavergonhosamente nas tetas e estão quebrando a empresa.

  12. ESMAEL, NÃO DÊ ATENÇÃO A ELES. É ISSO QUE ELES QUEREM.
    ELES SABEM QUE ESTÃO CAMINHANDO PARA A QUARTA DERROTA.

  13. Um bom governo não precisa de “estatal”, precisa de vergonha na cara e coragem para lutar ao lado do seus povo. Os EUA não tem estatal do petróleo e o povo lá tem gasolina mais barata que nós. Em um primeiro momento as estatais são válidas (exemplo EMBRAER), depois chega, o governo sai de cena e deixa as coisas andarem por conta própria.
    O grande problema da máquina estatal brasileira é transformar tudo em cabide de emprego, troca de gentileza e favores. Nesse grupo de cabide, temos todas as estatais: Petrobrás, Itaipu, Copel, Sanepar, Furnas, etc..E nisso todos os partidos são “cabideiros” e parasitas…
    Precisa haver respeito com o patrimônio publico e empresa deve ser administrada com tal, independente de quem é o dono co capital. Então o debate é válido, talvez seja bom vender, talvez não seja…

    • NÃO COPIE E COLE O DISCURSO DA VEJA.
      A COPEL É ESTATAL E JÁ TEVE A MENOR TARIFA DE ENERGIA DO BRASIL. E SEM HAVER APAGÕES.
      A ELETROPAULO É PRIVADA E TEM APAGÕES DIRETO.

      • A opinião é minha e a COPEL pode ser tudo o que você falou, mas poderia fazer o que faz de maneira bem melhor, com muito menos gente. Não adianta as empresas públicas do país são cabides de emprego, todas elas, mesmo que sejam “menos piores” que outras.

    • Realmente os Estados Unidos não tem estatal alias, não tem nada não cuida do seu povo… Só o que importa é o lucro. Muitos aqui no Brasil vivem dizendo que lá nos Estados Unidos os produtos de consumo são mais baratos porém se esquecem de dizer que saúde é caro! O vídeo abaixo mostra exatamente isso vale a pena ver.
      http://vimeo.com/53361453#

      • Ha como eu queria que o nosso Brasil tivesse a metade da riqueza dos EUA! Quanto papo furado…

      • Mas lá as pessoas conseguem planejar suas vidas, guardar uma grana pra mandar os filhos pra uma faculdade. Eles lutam por uma vida digna, sem ficar precisando pedir esmolas ao governo. Aqui o povo é educado desde cedo a esmolar, assim os políticos sujos saem dando migalhas e se eternizam no poder, eles e seus descendentes…

  14. Se o Brasil fosse um Pais sério, este teria um futuro certo: Cadeira Elétrica.