Fruet reúne comitê anticrise para discutir fim do subsídio no transporte coletivo

Comitê anticrise do prefeito Gustavo Fruet vê no fim do subsídio antecipação da disputa eleitoral de 2014.

Comitê anticrise do prefeito Gustavo Fruet vê no fim do subsídio antecipação da disputa eleitoral de 2014.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), convocou para daqui a pouco, a partir das 18 horas, o comitê anticrise para avaliar o impacto do fim do subsídio ao transporte coletivo.

O prefeito pedetista foi surpreendido, nesta terça-feira (5), com o anúncio feito pelo governador Beto Richa (PSDB) de que deixará de subsidiar a tarifa do ônibus.

Fruet e o comitê anticrise acreditam que o não repasse de R$ 60 milhões anuais compromete a integração do transporte coletivo com a região metropolitana.

Um secretário municipal disse ao blog que a atitude do governador tucano representa a antecipação da disputa eleitoral de 2014.

Além do prefeito, fazem parte do comitê anticrise os secretários Ricardo Mac Donald (Governo), Gladimir Nascimento (Comunicação), Itamar Neves (Chefe de Gabinete), Celso Torquato (Gabinete), Roberto Gregório da Silva Jr (Urbs), Eleonora Fruet (Finanças), Fábio Scatolin (Planejamento) e Vilmar Machado (Superintendência de Governo).

Comentários encerrados.