Faísca atrasada na Câmara de Curitiba e a batalha da comunicação

Segundo sondagens, o governador Beto Richa vai perdendo a batalha da comunicação para o prefeito Fruet acerca do reajuste da tarifa de ônibus; na Câmara, vereador Jorge Bernardi lidera discussão tardia sobre o tema. Faísca atrasada?

Segundo sondagens, o governador Beto Richa vai perdendo a batalha da comunicação para o prefeito Fruet acerca do reajuste da tarifa de ônibus; na Câmara, vereador Jorge Bernardi lidera discussão tardia sobre o tema. Faísca atrasada?

Os 38 vereadores de Curitiba esperaram a prefeitura, através da Urbs, dar uma tungada no bolso dos usuários para depois discutir a tarifa do ônibus. à‰ o típico caso de faísca atrasada. Por que os nobres parlamentares não bateram o pé antes do reajuste no preço da passagem de R$ 2,60 para R$ 2,85? Só Deus sabe…

O site da Câmara Municipal diz que os vereadores realizarão audiências públicas sobre modalidade urbana, nas quais irão discutir também critérios para a definição da tarifa do transporte coletivo!. Ou seja, vão debater o leite derramado.

A primeira audiência pública será na próxima quarta-feira (20), à s 14 horas, no plenário da Câmara. A iniciativa é do vereador Jorge Bernardi (PDT).

Falando em reajuste de tarifa, de cada dez usuários de ônibus na região metropolitana pelo menos 8 debitam o reajuste na conta política do governador Beto Richa (PSDB).

Deduz-se, portanto, que o tucano vai perdendo a batalha da comunicação para o prefeito Gustavo Fruet (PDT).

Comentários encerrados.