E quem bateu na mídia foi!¦ não o PT, mas seu herói: Joaquim Barbosa

do Brasil 247

Ironicamente, no momento em que veículos de comunicação elaboravam um discurso sobre as tentativas do PT de amordaçar e calar a imprensa, a partir do caso Yoani, quem se nega a responder uma pergunta pertinente de um jornalista, o repórter Felipe Recondo, é justamente o personagem mais cultuado pelos meios de comunicação nos últimos anos: o ministro Joaquim Barbosa; agredido, Estadão se acovarda e, na edição desta quarta-feira, não pública um mísero editorial a respeito; a questão é: Recondo prosseguirá nas suas apurações sobre Barbosa, em que "chafurdava no lixo" do STF, ou será amordaçado?

Ironicamente, no momento em que veículos de comunicação elaboravam um discurso sobre as tentativas do PT de amordaçar e calar a imprensa, a partir do caso Yoani, quem se nega a responder uma pergunta pertinente de um jornalista, o repórter Felipe Recondo, é justamente o personagem mais cultuado pelos meios de comunicação nos últimos anos: o ministro Joaquim Barbosa; agredido, Estadão se acovarda e, na edição desta quarta-feira, não pública um mísero editorial a respeito; a questão é: Recondo prosseguirá nas suas apurações sobre Barbosa, em que “chafurdava no lixo” do STF, ou será amordaçado?

Trazida pelo jornal Estado de S. Paulo ao Brasil, a blogueira Yoani Sánchez alimentou um discurso que começava a se cristalizar no País: o de que Partido dos Trabalhadores, há dez anos no poder, começava a incitar atos de violência contra jornalistas ou contra a chamada imprensa livre no Brasil. O ponto de partida foi uma reportagem de Veja, em que um funcionário da Secretaria-Geral da Presidência, Ricardo Poppi, subordinado ao ministro Gilberto Carvalho, foi acusado de participar de uma reunião na embaixada de Cuba, em Brasília, onde teria sido organizado o “plano de ataque” contra Yoani.

Esse suposto plano deu vazão a diversos editoriais em jornais, incluindo o próprio Estado, sobre a “intolerância” do PT e sua tentativa de censurar a imprensa !“ discurso que foi reforçado com a intenção do partido de apresentar uma Lei de Meios, para desconcentrar a propriedade e democratizar a comunicação no Brasil. Blogueiros de corte mais radical, como o “neocon” Reinaldo Azevedo, passaram a disseminar a tese de que, num futuro breve, jornalistas brasileiros serão agredidos por milícias petistas. E Merval Pereira, do Globo, relatou ter vivido seu “momento Yoani”, depois de ser xingado e ter seu carro cercado no Rio de Janeiro (leia mais em “A violência é a mais nova esperança da oposição”).

Parecia tudo pronto para o dia em que um representante da chamada “imprensa livre” seria espancado por “fascistóides petistas”. De repente, vem a surpresa: quem resolve agredir um jornalista é justamente o personagem mais cultuado pela imprensa na história recente: o ministro do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que, nos últimos anos, deu várias demonstrações de que comete agressões em série, inclusive contra os próprios colegas (leia mais aqui).

Barbosa agrediu Felipe Recondo, repórter que cobre o Poder Judiciário com grande competência, porque não queria responder a uma questão absolutamente pertinente: como ele encara uma nota assinada por três associações de juízes, que criticam seu comportamento “superficial”, “preconceituoso” e, sobretudo, “desrespeitoso”. Barbosa foi alvo de críticas porque, numa entrevista, declarou que os juízes no Brasil têm mentalidade pró-impunidade !“ seriam, portanto, cúmplices do crime.

Até agora, Barbosa já emitiu uma nota pedindo desculpas de forma generalista à  imprensa, mas a pergunta continua no ar, sem resposta. Procurada por nossa reportagem, a assessoria de imprensa do Supremo Tribunal Federal não respondeu ao 247 o questionamento que seria feito por Recondo. Como, afinal, o ministro recebe as críticas feitas por três associações de magistrados?

O mais espantoso do episódio é a reação tíbia e covarde do Estado de S. Paulo. Na edição desta quarta-feira, não há um mísero editorial sobre a agressão cometida por Joaquim Barbosa a seu profissional. O diretor de Redação, Ricardo Gandour, disse que não comentaria o caso. O único que falou foi o jornalista João Bosco Rabello, que comanda a sucursal do Estadão em Brasília, em razão da boa relação que mantém com Marco Damiani, diretor de redação do 247 (leia mais aqui).

Barbosa acusou Recondo de “chafurdar no lixo”. Nos bastidores do Poder Judiciário, consta que o repórter vinha levantando despesas ordenadas pelo gabinete do ministro nos últimos anos. Daí a acusação de “chafurdar”. A questão, agora, é: Recondo irá prosseguir na sua apuração ou será calado e amordaçado depois da agressão cometida por Joaquim Barbosa?

23 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. A mosca azul parece ter pousado na toga do presidente do STF pro tempore.
    Nada como o poder supremo para estimular os laivos de autoritarismo e intolerância dos homens, semelhante a Luis XIV… “L’État c’est moi”.
    Joaquim já vem “amarelando” e agora parece, também, estar “surtando”…

  2. “Barbosa foi alvo de críticas porque, numa entrevista, declarou que os juízes no Brasil têm mentalidade pró-impunidade ““ seriam, portanto, cúmplices do crime.”

    E o ministro Joaquim Barbosa mentiu em alguma coisa que falou sobre o assunto? Não é verdade que grande parte dos juízes agem desta maneira? Quantos destes senhores imaginam ser Deuses e estarem acima da lei?

    Mais uma vez tiro meu chapéu para o ministro Barbosa, que não se sente amendrontado e muito menos é cooperativista.

    • HO PIG..?! PALHAÇO!! VAI CHAFURDAR NO LIXO!!!

      • Luizão, você é mais um daquela turminha do RedePT13 e por isso nem dou muita atenção para as merdas que escreve, pois vocês estão na verdade ganham para fazer isso mesmo. kkkkkkkk

        Mas sei que lá no seu íntimo, bem no seu fundinho (kkkk) você está amando o ministro vingador, não é mesmo? rsrsrsrs

  3. não confunda ato publico com joaquim barbosa. joaquim barbosa se ele fosse um governador do pt .hoje estaria quebrado e moido pela imprensa.a imprensa puchou tanto o saco do ministro barbosa ,que arrancaram.bem feito para o jornalista do estadão .barbosa mandou ele por tabela catar lixo.o prestigio do barbosa caiu para udn. ele não é mais necessario ,ele fez o trabalho sujo da imprensa ,que e acusar sem provas ,o proprio gurgel disse isso,mas pelos suposição dos fatos!

  4. Petista são todos iguais, sempre se defendendo…
    O Ministro se retratou por um momento de descompenso e o PT ? Se retratou por roubar o dinheiro do povo criando sua quadrilha de mensaleiros ?

  5. A diferença básica é que o ministro pediu desculpas e reconheceu que errou com o jornalista. Já o PT organizou ato público para defender o condenado Zé Dirceu, ou seja, mesmo com todas as provas o PT não reconheceu e sequer cumpriu o próprio estatuto, que manda expulsar.

    • É típico dos idiotas , batem e acham que pedir desculpa resolve, são “lordes,rsrsrsrs

      E viva o PT…..KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      • É típico dos hipócritas defender o que antes de chegar no poder, criticavam. E a maior grandeza é reconhecer o erro…

        Abaixo o PT e toda corja de corruptos (Dirceu, Genoino, Delúbio…) que envergonham o meu país…

    • OS COITADOS!!! É COMO DIZ UM BLOGUEIRO; VESGOS!!

  6. reporter chato, sem educacao,
    queria que o barbosa lhe desse um bouquet de flores!

  7. Isso foi censurado pela “Democracia do PT” É assim que essa gente do PT age. Covardemente, e CorruPTos, Imundos
    http://www.facebook.com/photo.php?v=172286496245106

    • Cara, ainda não colocaram esse covarde na cadeia???? e não pq é PT, e sim pela corvardia… Esmael, chega de YOANI néh, esta apaixonado pela moça???? Fazendo uma ligação do pentelho do Barbosa com Ioani, não tem nada ver cara palida..

    • Ao Vitor: pesquise direito antes de “comer barriga” e escrever besteira. O vereador Lourival Rodrigues de Morais, o Kirrainha, é do DEM…

    • No país todo mundo é “livre” e a imprensa é paga

    • Vitor, não seja bobo homem! Vou dar um desconto pra vc que acha que a rede social facebook não está na Internet. Dá uma lida nessa matéria, saia um pouco do facebook, pelo menos use o google e o wikipedia, PELO MENOS. Já é uma vantagem vc não estar lendo apenas o Campana, e passar por aqui também. Vou te dar uma dica: Quando vc ver este tipo de compartilhamento no facebook, ou receber um e-mail acusando alguém; como aqueles muito comuns em época de campanha, da uma pesquisada antes de sair tagarelando.
      Segue a matéria, foi o primeiro link que encontrei (não acredite muito no que a veja publica, mas para ser didático vou passar o primeiro link):
      http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/historia-em-imagens/um-ano-depois-da-infame-bofetada-no-rosto-da-jornalista-marcia-pache-kirrarinha-vira-presidente-do-dem-de-pontes-e-lacerda/
      Leu?
      Agora me diz, conseguiu identificar o partido do idiota?

      Como consegui esta informação?
      1-Acessei o Google, a mais popular máquina de busca da internet, vc encontra informações sobre qualquer coisa: http://www.google.com.br;
      2-No campo que aparece no meio da tela digitei “lourivaldo rodrigues de morais”. O google ainda me informou que eu havia digitado o nome do cidadão errado, é moraes não morais;
      3-Cliquei no primeiro link retornado, o que te colei acima.

      Não sejamos ignorantes, temos ferramentas poderosas para nos informar, vamos criar um País justo e consciente.
      Saudações

      • kkkkkkkkkkkkk esse Tutorial do Google, foi excelente heim….kkkkkkkk vai ajudar muitos fissurados no “FACE”, a encontrar informações de qualidade.
        Parabéns, foi irônico, mas ao mesmo tempo BACANA!

    • HAHAHAHAHAHAHAHAHAH,VAI SER VESGO NA LUA…!?RSRSRSRSRSRSRSRSR, LA AONDE O BETO ESTA COMPRENDO TERRENO!!KKKKKKKKKK, NA LUA!!!